Portal do Governo Brasileiro

Tamanho da fonte:


Sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016 às 10:40

Visita da presidenta Dilma ao Chile vai coroar parceria entre os dois países

Viagens internacionaisA presidenta Dilma Rousseff chega nesta sexta-feira (26) a Santiago, capital do Chile, para a sua primeira visita oficial ao País. Dilma será recebida pela presidenta Michelle Bachelet em uma cerimônia no Palácio de La Moneda.

Para o embaixador do Brasil no Chile, Georges Lamazière, a vinda de Dilma Rousseff vai coroar a aproximação dos países, sobretudo na área comercial. “Desde que Bachelet assumiu o mando aqui no Chile, ela tem buscado sempre aproximação maior com o Brasil. Ela atribuiu uma prioridade grande, de certa maneira para reaproximar o Chile do Brasil e dos outros vizinhos da América do Sul”, analisa o diplomata.

O Brasil atingiu em 2015 a condição de terceiro maior parceiro comercial do Chile, com cerca de 6,3% de participação no comércio exterior global do país, superando o Japão. China e EUA, os dois primeiros colocados, responderam por 25,1% e 15,7%, respectivamente. No ano passado, o saldo na balança comercial entre os dois países, favorável ao Brasil, foi de US$ 1,482 bilhão, um aumento de quase 10% se comparado a 2014. Desde 2010, o Brasil vem obtendo superávits no comércio bilateral com o Chile, e desde 2014 não há alíquota de importação incidindo sobre nenhum bem brasileiro.

Em relação aos investimentos, o Brasil se consolidou como o principal destino dos investimentos chilenos no exterior, com estoque acumulado de mais de US$ 25 bilhões, o que corresponde a quase 27% do total dos investimentos chilenos no mundo. Atualmente, mais de 150 empresas chilenas desenvolvem cerca de 290 projetos no Brasil, divididos entre os setores industrial (42%), de serviços (28%), de energia (18%) e agropecuária.

Nesse sentido, avalia o embaixador, as parcerias comerciais entre os dois países se mostram fortes e consolidadas, o que não impede que as discussões para ampliar o comércio – tanto do ponto de vista bilateral quanto com outros parceiros, por meio de blocos como o Mercosul e a Aliança do Pacífico – avancem ainda mais.

O Palácio La Moneda será o local do encontro entre Dilma e a presidenta chilena Michele Bachelet. Foto: Isac Nóbrega/PR

O Palácio La Moneda será o local do encontro entre Dilma e Michelle Bachelet. Será a primeira visita oficial da presidenta ao Chile. Foto: Isac Nóbrega/PR

“O Chile se esmerou, buscou aproximar os dois blocos [Mercosul e Aliança do Pacífico]. Sendo membro associado do Mercosul e membro pleno do Pacífico, não viu nos dois blocos uma oposição. Inclusive, o Chile cunhou uma frase que eu acho muito apropriada, que é ‘a convergência na diversidade’. Não somos iguais nem como países, nem como blocos, Mercosul tem regras diferentes do Pacífico, mas isso não implica que não convirjamos pouco a pouco em tudo aquilo que for possível mais rapidamente e, posteriormente, o que for mais difícil, construindo uma aproximação, que vai ser benéfica comercialmente para todos”, afirma.

Georges Lamazière assegura que a visita da presidenta Dilma só vai garantir o fortalecimento das relações entre Brasil e Chile, que vêm sendo construídas ao longo do tempo. “[Essa visita] é um pouco também comemorar a qualidade dessa relação, a qualidade do entendimento, discutir outros temas que possam  surgir sobre a pauta internacional no qual o Brasil e Chile sempre conversam com muita franqueza e de modo geral com muita convergência de ideias”, finaliza.

Imprima:Imprimir

Posts Relacionados

Blogue sobre isso

Achou este artigo interessante?

1) Acesse o seu blog e crie num novo post:

(se você não tem um blog, pode criar o seu, utilizando um destes serviços)

2) Use a URL abaixo para pingback/trackback:

3) Rascunhe aqui seu post.

(depois basta copiar e colar no seu blog)

Respostas em blog

Não existem respostas em blog deste artigo. Quer ser o primeiro a blogar este artigo?

Tweets

Instagram

Por e-mail

Receba os artigos do Blog do Planalto diariamente por e-mail preenchendo os campos abaixo:

Digite o seu e-mail:


Um e-mail de confirmação do FeedBurner&trade será enviado para você! Confirme no link que será enviado para o seu e-mail para receber os últimos artigos do Blog do Planalto.

-