Portal do Governo Brasileiro

Segunda-feira, 7 de março de 2011 às 10:37

Reajuste do Bolsa Família marca comemorações do mês da mulher

Café com a presidenta

Nesta segunda-feira (7/3), carnaval e véspera do Dia Internacional da Mulher, a presidenta Dilma Rousseff relembrou do seu compromisso com as mulheres brasileiras e afirmou que o reajuste do programa Bolsa Família, anunciado na última terça-feira (1/3), foi a primeira ação em homenagem ao mês da mulher. A afirmativa foi feita no programa semanal de rádio, ‘Café com a Presidenta’, transmitido na manhã de hoje.

“Nessa semana nós lançamos o reajuste do Bolsa Família. Sabe, Luciano, no dia 8 de março, amanhã, é o Dia Internacional da Mulher. E como nesse ano caiu na terça-feira de carnaval, nós resolvemos comemorar todo o mês como sendo o mês da mulher. O aumento do Bolsa Família, abre uma dessas comemorações, porque é um programa – o Bolsa Família – feito para as mulheres, para a sua família e seus filhos”, frisou.

Ouça abaixo a íntegra da entrevista ao programa ‘Café com a Presidenta’.

 

Leia aqui a entrevista.

Dilma Rousseff lembrou que o Bolsa Família foi criado para reduzir a pobreza e que está cumprindo este propósito. Entretanto, ressaltou, sem a participação ativa das mães, das mulheres, isso não estaria acontecendo. “Dos quase 13 milhões de benefícios que nós distribuímos atualmente, 93%, ou seja, quase tudo, é responsabilidade das mães de família. A mulher pega o dinheiro do Bolsa Família e vai comprar o alimento, mantém os filhos na escola e cuida da saúde deles. Essa mulher, está ajudando a construir o futuro dos seus filhos, e também o futuro do Brasil”, disse.

A presidenta explicou que o aumento do benefício (médio de 19%) foi maior para crianças e adolescentes de zero a 15 anos (45,5%) porque é justamente nesta faixa etária que se encontra a parte mais frágil da família. Ela disse, ainda, que o reajuste foi o primeiro passo para “para começar a implantação do nosso Programa para a Erradicação da Miséria”

Durante a entrevista, a presidenta Dilma lembrou que o Bolsa Família, criado em 2004, era um compromisso que o ex-presidente Lula assumiu, de que no Brasil nós não queríamos que as pessoas passassem fome, mas que ao mesmo tempo que presta auxílio exige, por parte das famílias, alguns compromissos e condicionalidades.

“A condição é levar as crianças para receber atenção médica e também garantir que as crianças fiquem na escola. Porque o sentido maior do Bolsa Família é fazer com que as gerações futuras, as crianças que vão ser os adultos de amanhã, tenham uma vida diferente da vida dos seus pais.“

O resultado, afirmou a presidenta, é que o país alcançou melhorias grandes, tanto na educação quanto na saúde – em parte pelo programa Bolsa Família, como a queda da desnutrição infantil e na evasão escolar.

“Com esse dinheiro, a família, a mãe de família, vai e compra alimento, compra os produtos de higiene, e compra todos os produtos de primeira necessidade, inclusive material escolar. E aí, gera renda também para o dono do mercadinho, da lojinha, da farmácia, fazendo então, Luciano, a roda da economia girar, gerando emprego e aumentando a riqueza de todos (…).O Bolsa Família está alcançando o seu objetivo de ajudar a criança a estudar, a progredir na vida, a ser alguém, a ter uma profissão”, concluiu.

Blogue sobre isso

Achou este artigo interessante?

1) Acesse o seu blog e crie num novo post:

(se você não tem um blog, pode criar o seu, utilizando um destes serviços)

2) Use a URL abaixo para pingback/trackback:

3) Rascunhe aqui seu post.

(depois basta copiar e colar no seu blog)

Respostas em blog

Não existem respostas em blog deste artigo. Quer ser o primeiro a blogar este artigo?

Tweets

Portal da Copa

Portal da Copa

Instagram

Por e-mail

Receba os artigos do Blog do Planalto diariamente por e-mail preenchendo os campos abaixo:

Digite o seu e-mail:


Um e-mail de confirmação do FeedBurner&trade será enviado para você! Confirme no link que será enviado para o seu e-mail para receber os últimos artigos do Blog do Planalto.

-