Portal do Governo Brasileiro

Tamanho da fonte:


Domingo, 24 de janeiro de 2016 às 8:41

Dilma terá reunião com o presidente do Equador, Rafael Correa, antes da Celac

Rafael Correa

Rafael Correa: Equador é importante parceiro do Brasil em educação e no combate à migração ilegal, além da troca de experiências em programas sociais. Foto: Santiago Armas /Presidência da Rep. do Equador

Viagens internacionaisA presidenta Dilma Rousseff se reúne, na próxima terça-feira (26), com o presidente do Equador, Rafael Correa. O encontro será em Quito, capital do país, onde estará sendo realizada também a IV Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), de 24 a 27 de janeiro.Durante a reunião bilateral, além da integração regional, devem ser tratados temas como comércio; investimentos; educação, ciência, tecnologia e inovação; e cooperação, entre outros.

“Na área de emigração o Equador tem sido um parceiro nosso para combater a emigração ilegal, e também na área social. O presidente Correa, quando esteve aqui no Brasil, visitou o Ministério do Desenvolvimento Social, o Ministério da Saúde. Há muito interesse equatoriano em programas sociais brasileiros, na nossa experiência em redução da desigualdade e também na área educacional”, disse o subsecretário-geral da América do Sul, Central e do Caribe do Itamaraty, embaixador Paulo Estivallet de Mesquita. 

Em entrevista ao Blog do Planalto, o embaixador relatou que o Equador é um país que, historicamente, tem enviado muitos estudantes ao Brasil. “É o terceiro maior país de origem de estudantes para o Brasil, nos últimos anos”.

Presidência pro-tempore
A reunião da Celac em Quito marcará ainda o fim da presidência pro tempore do Equador à frente da entidade. O comando passará agora para a República Dominicana. Segundo o embaixador Mesquita, o mandato do Equador na Celac se caracterizou por uma atuação bastante ativa do órgão.

“Eles tomaram uma série de iniciativas em várias áreas. Organizaram reuniões ou estimularam a realização de reuniões sobre uma série de temas, que vão desde direitos humanos e integração a questões econômicas, sociais, educacionais e culturais. Foi uma presidência muito boa e nós estamos muito felizes com o trabalho que o Equador fez”.

Mesquita destacou que a Celac é uma instituição relativamente nova. Segundo ele, justamente por isso é muito importante “que a presidência dê esse dinamismo, para que ela vá se consolidando cada vez mais como um espaço comum”.

Imprima:Imprimir

Posts Relacionados

Blogue sobre isso

Achou este artigo interessante?

1) Acesse o seu blog e crie num novo post:

(se você não tem um blog, pode criar o seu, utilizando um destes serviços)

2) Use a URL abaixo para pingback/trackback:

3) Rascunhe aqui seu post.

(depois basta copiar e colar no seu blog)

Respostas em blog

Não existem respostas em blog deste artigo. Quer ser o primeiro a blogar este artigo?

Tweets

Instagram

Por e-mail

Receba os artigos do Blog do Planalto diariamente por e-mail preenchendo os campos abaixo:

Digite o seu e-mail:


Um e-mail de confirmação do FeedBurner&trade será enviado para você! Confirme no link que será enviado para o seu e-mail para receber os últimos artigos do Blog do Planalto.

-