Portal do Governo Brasileiro

Tamanho da fonte:


Sexta-feira, 29 de janeiro de 2016 às 14:32

Dilma: o povo brasileiro é capaz de ganhar a guerra contra o Aedes aegypti

A presidenta garantiu que, apesar do ajuste fiscal, não faltarão recursos para combater o mosquito. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

A presidenta garantiu que, apesar do ajuste fiscal, não faltarão recursos para combater o mosquito. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

A presidenta Dilma Rousseff disse, nesta sexta-feira (29), que vai mostrar que o povo brasileiro é capaz de ganhar a guerra contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, chikungunya e zika vírus.

“Eu não vou dizer que nós estamos ganhando a luta. Se eu dissesse que nós estamos ganhando a luta, nós estaríamos em uma fase mais avançada. Agora, nós vamos ganhar a luta. É outra coisa. Nós vamos ganhar essa guerra. Nós vamos, aqui no Brasil, demonstrar que o povo brasileiro é capaz de ganhar essa guerra”.

A declaração da presidenta foi feita à imprensa após videoconferência na Sala Nacional de Coordenação e Controle para Enfrentamento da Dengue, Chikungunya e Zika vírus, em Brasília. Participaram da reunião os governadores Ricardo Coutinho, da Paraíba, Rui Costa, da Bahia, Paulo Câmara, de Pernambuco, Geraldo Alckmin, de São Paulo, e Luiz Fernando Pezão, do Rio de Janeiro.

A presidenta garantiu que, apesar do ajuste fiscal, não faltarão recursos para combater o mosquito. “Não pode faltar dinheiro para essa questão. Não pode. Eu tenho certeza de que não só o Executivo considera que não pode, mas o Congresso também. Esta despesa tem a ver com a saúde pública no País. Então ela não sofre contingenciamento, nem limites. Nós temos de usar todos os nossos recursos para combater”.

Dilma informou que o governo de São Paulo vai começar, na próxima segunda-feira (1º), os testes com a vacina da dengue, que está sendo desenvolvida no Instituto Butantan“Começamos a ganhar em definitivo da dengue com essa vacina”, disse.

Faxina
A presidenta Dilma disse ainda que o governo federal inicia hoje uma mobilização de “faxina” dentro de todas as suas unidades para erradicar os focos do mosquito, e convoca toda a sociedade para fazer o mesmo.

“A mobilização também tem um lado que é para evidenciar. Nós todos temos de entrar nisso. Do soldado, passando pelo cientista, da pessoa que limpa uma rua, a dona de casa. Cada um de nós vai ter de estar preocupado com isso. Dai o porquê de hoje nós estamos aqui deflagrando esse processo de combate a esse mosquito”.

Imprima:Imprimir

Posts Relacionados

Blogue sobre isso

Achou este artigo interessante?

1) Acesse o seu blog e crie num novo post:

(se você não tem um blog, pode criar o seu, utilizando um destes serviços)

2) Use a URL abaixo para pingback/trackback:

3) Rascunhe aqui seu post.

(depois basta copiar e colar no seu blog)

Respostas em blog

Não existem respostas em blog deste artigo. Quer ser o primeiro a blogar este artigo?

Tweets

Instagram

Por e-mail

Receba os artigos do Blog do Planalto diariamente por e-mail preenchendo os campos abaixo:

Digite o seu e-mail:


Um e-mail de confirmação do FeedBurner&trade será enviado para você! Confirme no link que será enviado para o seu e-mail para receber os últimos artigos do Blog do Planalto.

-