Portal do Governo Brasileiro

Arquivo de artigos sobre "Conversa com a Presidenta"

Terça-feira, 1 de abril de 2014 às 8:02

Mais Médicos é um grande avanço para a saúde dos brasileiros, afirma Dilma

Conversa com a Presidenta

Em sua coluna semanal Conversa com Presidenta, Dilma Rousseff afirmou que em abril mais 3.745 profissionais vão se integrar ao programa Mais Médicos e começar a atender a população, atingindo 100% dos pedidos feitos pelos municípios quando o programa foi lançado. O Mais Médicos conta hoje com profissionais atuando em mais de 70% do total de municípios do país – 9.490 médicos em 3.025 municípios e 31 distritos indígenas.

“Mais 3.745 profissionais vão se integrar ao programa e começar a atender a população. Com isso, em apenas oito meses, atingiremos 100% do que foi pedido pelos municípios quando iniciamos o programa. Serão, ainda este mês, 13.235 médicos para atender a população de 4.040 municípios. Este é um passo enorme para garantir mais qualidade de atendimento em nosso sistema de saúde. Não teremos mais aquela situação deplorável e inaceitável de municípios sem nenhum médico. Deixará de ser comum a existência de municípios que só recebiam a visita de um médico um ou dois dias por semana, ou, pior, um ou dois dias por mês. Serão agora cerca de 46 milhões de pessoas melhor atendidas, com dignidade e respeito”.

Dilma afirmou que garantir o atendimento médico nos postos de saúde é muito importante porque nestes locais podem ser resolvidos 80% dos problemas de saúde das pessoas, além de diminuir a pressão sobre as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e as emergências dos hospitais.

“Até agora, milhões de pessoas já foram atendidas pelos médicos do programa, formados no Brasil ou no exterior. Na última semana, foi divulgada uma pesquisa feita com os brasileiros atendidos pelos médicos formados no exterior e o resultado nos dá a certeza de que estamos no caminho certo. Porque quase 70% consideram o atendimento ótimo ou bom. Duas em cada três aprovam a decisão de trazer médicos formados fora do Brasil para melhorar o atendimento nos nossos postos de saúde. A aprovação é ainda maior na região Nordeste, onde 72% das pessoas concordam com a decisão”.

Terça-feira, 7 de janeiro de 2014 às 9:21

Dilma: Vamos melhorar e ampliar ainda mais os programas educacionais, da creche à pós-graduação

Conversa com a PresidentaA presidenta Dilma Rousseff afirmou, na coluna semanal Conversa com a Presidenta desta terça-feira (7), que os bilhões de reais que virão dos royalties do petróleo e do Fundo Social do pré-sal vão possibilitar a construção de mais creches e escolas em tempo integral e viabilizar mais investimento para o ensino técnico e para a educação superior.

“Vamos melhorar e ampliar ainda mais os programas educacionais que temos executado nos últimos três anos, da creche à pós-graduação. (…) Nós aumentamos os investimentos em educação a cada ano do meu governo, mas vamos fazer muito mais com os recursos dos royalties do petróleo e do Fundo Social. Isto será possível porque, em 2013, tivemos uma vitória histórica da educação brasileira, que foi a aprovação, no Congresso, da lei que propusemos e que destina 75% dos royalties do petróleo para investimentos em educação”, destaca Dilma.

No ensino infantil, já foram entregues quase 1,3 mil creches e outras 3,1 estão em construção. A meta do governo federal é encerrar o ano com 6 mil creches contratadas em todo o país. Para Dilma, com isso se avança no no combate às desigualdades, já que é na creche que a criança recebe os estímulos necessários para desenvolver a sua capacidade de aprendizado para o resto da vida. A presidenta também afirmou que o Programa de Ensino Integral, que já atende 49 mil escolas públicas do Brasil continuará sendo ampliado, com a meta de alcançar 60 mil escolas em 2014.

“Vamos continuar valorizando os nossos professores, especialmente o professor alfabetizador. Hoje, 300 mil professores alfabetizadores estão fazendo cursos de dois anos para aperfeiçoar seus métodos de ensino e conhecer novas técnicas. Estamos oferecendo também cursos de formação para 400 mil professores do Ensino Médio, porque a transformação que queremos fazer na educação abrange também o Ensino Médio. E isso só é possível com a melhoria na formação dos nossos professores – esses profissionais tão dedicados, que são o alicerce da educação em qualquer país”, ressalta.

Segundo a presidenta, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que já dá acesso a mais de 171 mil vagas em instituições públicas de ensino, por meio do Sistema de Seleção Unificada, também é um instrumento para a reforma do nível médio. A partir do exame, em conjunto com os governos estaduais, serão reorganizados os currículos escolares. Dilma destacou que, no ensino técnico, já foram investidos R$ 14 bilhões no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego (Pronatec), com 5,5 milhões de matrículas realizadas.

“É preciso lembrar que o governo federal estava proibido por lei de investir no ensino técnico federal, proibição que foi revogada no governo Lula. A partir daí, investimos e criamos 214 novas escolas técnicas. Em meu governo serão mais 208 novas escolas técnicas federais, implantadas predominantemente no interior do Brasil, levando o ensino técnico a todo o país. No ensino superior, vamos continuar fortalecendo os instrumentos de democratização que implantamos ou aperfeiçoamos neste governo. Em dez anos, dobramos o número de matrículas nas universidades federais, que agora somam mais de 1 milhão”, afirma.

Confira a íntegra

Terça-feira, 24 de dezembro de 2013 às 8:35

Todos os municípios mais desassistidos que pediram médicos receberam profissional, afirma Dilma

Conversa com a PresidentaA presidenta Dilma Rousseff falou, na coluna semanal Conversa com a Presidenta, sobre o programa Mais Médicos, que já levou 6.658 médicos para 2.177 municípios e está oferecendo atendimento a uma população de aproximadamente 23 milhões de brasileiras e brasileiros. A presidenta destacou a cobertura dada para regiões onde, historicamente, faltam profissionais, como a periferia das grandes cidades, o Norte e o Nordeste.

“Os profissionais do Mais Médicos estão trabalhando em postos de saúde por todo o Brasil, nas regiões e comunidades onde historicamente mais faltam médicos, especialmente nas periferias das médias e das grandes cidades, nos municípios da Região Norte e Nordeste, nos distritos indígenas e junto às populações quilombolas. Em menos de seis meses, todos os municípios mais desassistidos desse universo que pediram médicos já receberam ao menos um profissional do Mais Médicos”, disse.

Até abril do ano que vem, serão 13 mil médicos no programa, levando atendimento para 45,5 milhões de brasileiros. Segundo Dilma, o Mais Médicos beneficia todo o Sistema Único de Saúde, ao oferecer atenção nos postos para 80% dos problemas de saúde que as pessoas têm durante a vida. Isso diminui as filas nas Unidades de Pronto Atendimento, que resolvem até 95% dos problemas graves, e nos hospitais, onde são tratados apenas os casos mais complexos. “É um efeito positivo para todo o sistema de saúde”.

Terça-feira, 3 de dezembro de 2013 às 10:14

Ciência sem Fronteiras: mestrado profissional é perfeito para quem precisa aperfeiçoar conhecimento para aplicá-lo no trabalho

Conversa com a PresidentaNa coluna Conversa com a Presidenta desta terça-feira (3), a presidenta Dilma Rousseff destacou o anúncio de que o Programa Ciência sem Fronteiras começou a oferecer, a partir desta semana, bolsas de estudo no exterior também para o mestrado profissional, com duração de dois anos e formação específica, voltada para o mercado de trabalho. As primeiras oportunidades oferecidas serão nas melhores universidades dos Estados Unidos, como Harvard, Columbia, MIT, Illinois, Stanford, Carnegie Mellon e Yale.

“Nós já atingimos uma marca extraordinária do Ciência sem Fronteiras: em dois anos, concedemos 60 mil bolsas para jovens brasileiros estudarem nas melhores universidades do mundo. [...] É um curso perfeito para quem já concluiu o ensino superior e precisa desenvolver ou aperfeiçoar seu conhecimento para aplicá-lo no seu trabalho. O Brasil precisa desse tipo de profissional para que a ciência desenvolvida nas universidades e nos centros de pesquisa seja transformada e rapidamente aplicada, melhorando nossos produtos e serviços, gerando mais tecnologia e mais riqueza para o nosso país”, afirmou Dilma.

A presidenta ainda lembrou que o programa está com seleção aberta para alunos de graduação em vinte países: Estados Unidos, Alemanha, França, Japão, China, Coreia do Sul, Canadá, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia, Áustria, Noruega, Suécia, Finlândia, Holanda, Bélgica, Itália, Espanha, Hungria e Irlanda.

“Esta é uma grande chamada e é preciso ficar atento porque as inscrições terminam na sexta-feira, dia 6 de dezembro. [...] Antigamente, apenas os estudantes das famílias mais ricas tinham condições de estudar lá fora, no exterior. Agora, com o Ciência sem Fronteiras, abrimos essa oportunidade para todo mundo e o único critério que empregamos para escolher alguém é o do mérito. A única condição é ser um bom estudante”, completou.

Confira a íntegra

Terça-feira, 26 de novembro de 2013 às 9:00

Novo método reduz tempo para construção de creche de dois anos para sete meses

Conversa com a PresidentaNa coluna Conversa com a Presidenta desta terça-feira (26), a presidenta Dilma Rousseff detalhou novo método de construção de creches que vai acelerar a entrega de unidades. O Ministério da Educação desenvolveu um projeto padrão, fez uma licitação e as prefeituras precisam apenas aderir ao modelo e oferecer um terreno com a terraplanagem pronta.

“Dependendo do fabricante, a estrutura pode combinar aço, concreto, PVC, ou até fibra de vidro. São todos materiais bem resistentes, de boa qualidade, e que garantem um prédio confortável, com segurança e bem-estar para as nossas crianças. Pelo método tradicional, a construção de uma creche pode demorar dois anos ou mais. O novo sistema, usado nos países mais desenvolvidos, permite a entrega da obra em sete meses”, disse.

Confira a íntegra

Terça-feira, 19 de novembro de 2013 às 9:20

Conversa com a Presidenta: Cursos de medicina terão mais de 11 mil novas vagas até 2017

Conversa com a PresidentaDilma Rousseff afirmou nesta terça-feira (19) em sua coluna semanal Conversa com a Presidenta que serão criadas 11.447 vagas de graduação em cursos de medicina até 2017, sendo mais de três mil vagas em universidades federais. Ao responder pergunta de Sandra Regina Poiani, 50 anos, professora da rede pública, em São Paulo (SP), a presidenta disse que para facilitar o acesso às instituições privadas de ensino, o Programa Universidade para Todos (Prouni) concede bolsas integrais ou parciais para estudantes que cursaram o ensino médio completo em escola pública ou em escola privada na condição de bolsista integral e que tenham renda familiar de até três salários mínimos por pessoa.

“Desde 2005, o Prouni já beneficiou 1,27 milhão de estudantes em todo o país. Outra opção é o estudante matricular-se em uma instituição particular participante do Financiamento Estudantil (Fies), que já beneficiou 1,13 milhão de estudantes. Os juros são de apenas 3,4% ao ano e o prazo de pagamento é de três vezes a duração do curso acrescido de um ano. No caso da medicina, o curso pode sair de graça, se o médico formado for trabalhar em unidades de atenção básica do SUS, em regiões com carência de profissionais (…) Neste ano, tornou-se obrigatória a destinação de 12,5% das matrículas para esses estudantes de escolas públicas, sendo metade delas destinada a alunos com renda familiar inferior a 1,5 salário mínimo por pessoa. A reserva crescerá a 25% das vagas em 2014 e chegará ao limite de 50% em 2016. É respeitado também o percentual mínimo de negros, pardos e indígenas correspondente à sua participação na população da Unidade Federativa”, disse.

Na coluna, a presidenta também falou sobre os resultados do Programa Luz para Todos, que completou dez anos de existência. Segundo Dilma, a família com luz em casa dá um salto em direção a um futuro de prosperidade.

“O Programa Luz para Todos, desde a sua criação, mudou a vida de 15 milhões de pessoas que viviam na escuridão, à base da vela, da lamparina e do candeeiro. Foi por isso que, em 2003, quando eu era ministra de Minas e Energia no governo do presidente Lula, criamos o Luz para Todos, para levar energia elétrica às áreas rurais do Brasil, por mais distantes e isoladas que fossem. Hoje, já são 3,1 milhões de famílias beneficiadas com a ligação da luz elétrica, e para isso, o país investiu mais de R$ 20 bilhões nesses dez anos. Nossa meta é chegar a 3,37 milhões de famílias atendidas até 2014, universalizando o acesso a esse serviço”, disse.

Confira a íntegra

Terça-feira, 1 de outubro de 2013 às 9:00

Em coluna, presidenta Dilma fala sobre capacitação profissional para jovens

Conversa com a PresidentaA presidenta Dilma Rousseff afirmou, nesta terça-feira (1), que o governo federal tem ampliado a oferta de educação profissional para os jovens, para que haja melhor qualificação e que as muitas oportunidades criadas pelo mercado de trabalho possam ser aproveitadas. Dilma lembrou que o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) já beneficiou 4,4 milhões de jovens e trabalhadores com cursos técnicos e cursos de qualificação profissional.

“Nossa meta é ofertar 8 milhões de vagas até 2014. Recentemente lançamos o Sisutec (http://sisutec.mec.gov.br), portal do Ministério da Educação que facilita o acesso aos cursos técnicos do Pronatec. Muitos cursos do Pronatec incorporam, em seus currículos, aulas de empreendedorismo. Estamos também ampliando o acesso ao ensino superior, inclusive levando mais universidades públicas para o interior do Brasil”, destacou Dilma.

A presidenta ainda ressaltou que o número de matrículas na graduação dobrou de 3,5 milhões, em 2002, para 7 milhões de matrículas, em 2012. Segundo ela, a expansão se deu com o crescimento da rede federal de ensino e também com ampliação do acesso ao ensino privado, incluindo a concessão de 1,2 milhão de bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni), e com 1,1 milhão de contratos do Programa de Financiamento Estudantil (Fies).

Confira a íntegra

Terça-feira, 10 de setembro de 2013 às 9:00

Coluna Conversa com a Presidenta traz mensagem sobre os avanços em saúde e educação

Conversa com a PresidentaA coluna semanal Conversa com a Presidenta desta terça-feira (10) traz mensagem sobre os pontos apresentados pela presidenta Dilma Rousseff no pronunciamento à Nação da última sexta-feira (6) por ocasião do Dia da Independência. Entre os temas abordados, Dilma falou sobre o avanço na área dos cinco pactos: educação, estabilidade econômica, reforma política, mobilidade urbana e saúde. Nesse último, ela voltou a destacar que o governo tem feito investimentos em hospitais e equipamentos de saúde, mas que a queixa mais forte da população é pela falta de médicos.

“O Pacto da Saúde irá produzir resultados rápidos e efetivos. O ‘Mais Médicos’ está se tornando realidade, e tenho certeza de que, a cada dia, todos vão sentir os benefícios e entender melhor o grande significado desse programa. O Brasil tem feito e precisa fazer mais investimentos em hospitais e equipamentos de saúde, porém a falta de médicos é a queixa mais forte da população pobre. A vinda de médicos estrangeiros, que estão ocupando apenas as vagas que não interessam e não são preenchidas por brasileiros, não é uma decisão contra os médicos nacionais. É uma decisão a favor da saúde”, afirmou.

Confira a íntegra

Terça-feira, 3 de setembro de 2013 às 9:14

Em coluna semanal, Dilma fala sobre o Bolsa Família e o Programa Minha Casa Melhor

Conversa com a Presidenta

Na coluna Conversa com a Presidenta desta terça-feira (3), Dilma Rousseff afirmou que o Programa Bolsa Família tem papel fundamental na redução da mortalidade infantil, na melhoria da frequência escolar e no acesso ao ensino e às oportunidades de crescimento profissional.

Ao responder à pergunta de Esther Fróes Brocchetto, 53 anos, a presidenta afirmou que o Bolsa Família, além de trazer um alívio imediato à situação de pobreza, tem garantido a manutenção de crianças na escola.

“O abandono escolar caiu muito e hoje é menor entre os alunos do Bolsa Família. Também está provado que o Bolsa Família teve impacto na redução da mortalidade infantil graças à exigência de manter a vacinação em dia e o cuidado da alimentação das crianças. Quase 20% da redução da mortalidade infantil se deve ao Bolsa Família. Queremos ir além, apoiando as famílias para melhorar suas condições”, afirmou a presidenta Dilma.

Uma outra medida do governo é o Programa Minha Casa Melhor, que dá crédito aos beneficiários do Programa Minha Casa, Minha Vida para aquisição de móveis e utensílios domésticos, com um limite de financiamento de até R$ 5 mil por família. O Programa já alcançou R$ 1 bilhão em contratações desde junho deste ano, quando foi lançado.

“Cada chave entregue no Minha Casa Minha Vida significa um novo começo para uma família em algum lugar do Brasil e a casa equipada e mais confortável torna este recomeço ainda melhor”.

Confira a íntegra

Terça-feira, 13 de agosto de 2013 às 9:00

Em coluna, Dilma fala sobre investimentos em mobilidade urbana

Conversa com a PresidentaA presidenta Dilma Rousseff detalhou, na coluna Conversa com a Presidenta desta terça-feira (13), os investimentos em mobilidade urbana na região metropolitana de Belo Horizonte, onde mora o motorista Wander Cesar Ferreira, de 50 anos. Dilma lembrou que estão previstos recursos para a Rede Metroviária de Belo Horizonte, orçada em R$ 2,92 bilhões. Ela ainda afirmou que governadores e prefeitos estão sendo ouvidos para a escolha de projetos prioritários.

“Hoje investimos, junto com Estados e municípios, perto de R$ 90 bilhões em mobilidade urbana, que serão acrescidos destes R$ 50 bilhões que você citou, em metrôs, VLTs, uma espécie de metrô de superfície, e também em corredores de ônibus, os chamados BRTs. Já estamos conversando com governadores e prefeitos de capitais para definir os projetos prioritários. Com a ajuda dos governadores e prefeitos, nós queremos melhorar a qualidade na vida nas cidades, e isso exige transporte coletivo confortável, rápido, seguro e com preço justo para todos”, afirmou.

Confira a íntegra

Tweets

Portal da Copa

Portal da Copa

Instagram

Por e-mail

Receba os artigos do Blog do Planalto diariamente por e-mail preenchendo os campos abaixo:

Digite o seu e-mail:


Um e-mail de confirmação do FeedBurner&trade será enviado para você! Confirme no link que será enviado para o seu e-mail para receber os últimos artigos do Blog do Planalto.

-