Portal do Governo Brasileiro

Tamanho da fonte:


Arquivo de artigos sobre "Conversa com a Presidenta"

Terça-feira, 1 de julho de 2014 às 8:00

Programa Mais Médicos trabalha por mais vagas de medicina em faculdades brasileiras

Conversa com a Presidenta

Na coluna semanal Conversa com a Presidenta desta terça-feira (1), a presidenta Dilma Rousseff reiterou que proposta do Mais Médicos vai além dos 14 mil profissionais de saúde para a demanda emergencial dos municípios. De acordo com ela, o programa resolverá o problema da falta de médicos no Brasil ao abrir mais vagas nas faculdades e criar novas escolas de medicina.

“O programa prevê a criação de 11.500 vagas em cursos de graduação de medicina até 2017. Para residência médica, que é a especialização profissional em áreas da medicina, como por exemplo, cardiologia, pediatria, ortopedia, ginecologia, estamos criando mais 12.400 vagas até 2018′, escreveu.

Dilma considerou importante a estratégia de contemplar cidades do interior com vagas de medicina, fundamental para fixar os médicos na própria região onde são formados. A presidenta afirmou que faz parte do esforço de descentralizar a graduação e a especialização de médicos, antes restrita aos grandes centros urbanos, em especial nas regiões Sul e Sudeste do país.

Terça-feira, 24 de junho de 2014 às 11:12

Saúde Não Tem Preço faz a diferença na vida de muita gente, afirma Dilma

Conversa com a Presidenta

Em sua coluna semanal Conversa com a Presidenta desta terça-feira (24), a presidenta Dilma Rousseff destaca os resultados do Programa Saúde Não Tem Preço, ação do governo federal para distribuir remédios de graça para auxiliar pessoas que necessitam de tratamento contínuo para doenças como hipertensão, diabetes e asma. Desde sua criação, em 2011, o programa beneficiou quase 20 milhões de brasileiros e brasileiras. Somente em maio deste ano, foram entregues medicamentos a 6,4 milhões de pessoas.

“Cuidar da saúde é prioridade para todos. Foi pensando nisso que, no início de meu governo, lançamos o Saúde Não Tem Preço, programa que distribui remédios de graça para as brasileiras e os brasileiros de todo o país. O Saúde Não Tem Preço é importantíssimo e o seu sucesso me traz muita satisfação e até orgulho”, diz a presidenta.

O programa realiza a distribuição dos medicamentos por meio das mais de 30.400 farmácias do Aqui Tem Farmácia Popular espalhadas em 4.100 municípios. Para qualquer brasileiro ter acesso a esses remédios, basta chegar a uma Farmácia Popular e apresentar a receita médica, CPF e um documento pessoal com foto.

“Distribuir gratuitamente medicamentos para tratamento de diabetes e da chamada “pressão alta” foi um compromisso que assumi durante a campanha eleitoral de 2010. Poucos meses depois de assumir a Presidência, a promessa foi cumprida com o Saúde Não Tem preço, porque sabemos que hipertensão e diabetes são doenças crônicas, precisam de tratamento diário, contínuo, pelo resto da vida. No entanto, muitos que sofrem desses males não tinham condições de comprar os remédios, ou compravam uma vez e interrompiam o tratamento”, destacou Dilma.

Segundo a presidenta, o Saúde Não Tem Preço já está fazendo a diferença na vida de muita gente, que sofria com internações súbitas e vivia em hospitais e unidades de saúde. A asma era a segunda principal causa de internação de crianças de até cinco anos no Sistema Único de Saúde  (SUS). Depois do início da distribuição dos remédios para o combate à asma, foi reduzido em 36 mil o número de internações por conta dessa doença.

“Com os remédios de que precisam e um acompanhamento médico adequado, milhões de brasileiros passam a ter uma vida mais tranquila e saudável. O Saúde Não Tem Preço é um excelente exemplo de nosso jeito de governar o país, gerando benefícios para todos. Os medicamentos gratuitos podem ser retirados pelo trabalhador, pelo aposentado, por aquele que ganha um salário mínimo, pela mãe que vive com o Bolsa Família. Enfim, por todos os brasileiros, sem distinção. Essa é a nossa melhor receita para construir um futuro cada vez melhor para as brasileiras e os brasileiros”, finalizou a presidenta.

Confira a íntegra

Terça-feira, 17 de junho de 2014 às 10:59

Dilma: Olhos e corações do mundo acompanham a maior Copa da história

Café com a presidenta A presidenta Dilma Rousseff reiterou que o Brasil se tornou o centro das atenções do planeta graças à “maior Copa do Mundo de futebol da história”, na coluna semanal Conversa com a Presidenta desta terça-feira (17). Ela afirmou que 3 bilhões de pessoas estão fascinados pela arte das 32 melhores seleções de futebol e reforçou a mensagem do Mundial contra o racismo.

“Para o Brasil, sediar a Copa do Mundo é motivo de satisfação, de alegria e de orgulho e, em nome do povo brasileiro, saúdo a todos que chegaram e estão chegando para esta que será, também, a Copa pela paz e contra o racismo; a Copa pela inclusão e contra todas as formas de violência e preconceito; a Copa da tolerância, da diversidade, do diálogo e do entendimento”, escreveu.

Dilma também exaltou que, embora a Copa dure apenas um mês, os benefícios ficam para toda vida. Tratam-se de obras de mobilidade urbana, como os BRTs, além dos aeroportos e dos estádios, que ficarão aqui beneficiando o povo brasileiro, segundo a presidenta.

Terça-feira, 10 de junho de 2014 às 10:00

Crianças e adolescentes recebem tratamento especial do Brasil Sorridente

Conversa com a Presidenta

Os cuidados com a saúde bucal devem começar cedo, segundo a presidenta Dilma Rousseff, sobre a atuação do Brasil Sorridente nas escolas. Na coluna semanal Conversa com a Presidenta desta terça-feira (10), ela exaltou os resultados alcançados no tratamento especial a crianças e adolescentes nos 10 anos do programa.

“Hoje, o Brasil faz parte do grupo de países com baixa incidência de cárie aos 12 anos, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Cerca de 45% das nossas brasileirinhas e dos nossos brasileirinhos estão livres da cárie. Nestes dez anos de Brasil Sorridente, o número de adolescentes e adultos que sofreram algum tipo de perda dentária foi reduzido pela metade. Outra razão importante para a diminuição de cáries nas nossas crianças e adolescentes, e também na população em geral, são as políticas de fluoretação, que é a adição de flúor na água encanada que chega às casas, às escolas e aos locais de trabalho”, ressaltou.

Dilma ainda reiterou que a saúde bucal é fundamental para a saúde integral da pessoa humana, e que estendê-la a toda população faz parte das diretrizes gerais de redução das desigualdades durante o governo. A presidenta lembrou do investimento de R$ 7 bilhões para levar atendimento odontológico a 80 milhões de pessoas em 89% dos municípios do país.

Confira a íntegra

Terça-feira, 3 de junho de 2014 às 12:03

Conversa com a Presidenta: Plano Safra traz novidades para assentados da reforma agrária

Conversa com a Presidenta

Na coluna semanal Conversa com a Presidenta desta terça-feira (3), a presidenta Dilma Rousseff falou das medidas específicas que o Plano Safra 2014/2015 traz para os assentados da reforma agrária. Entre os benefícios, a renegociação das dívidas de 945 mil famílias, o que lhes permitirá tomar novos créditos e voltar a produzir.

“Outra novidade é um crédito de R$ 1,6 bilhão para os novos assentados da reforma agrária. Com esses recursos, eles terão acesso a crédito para se instalar, ao microcrédito para produção, e, a partir daí, o acesso às linhas normais de financiamento. Criamos o Cartão do Assentado, que facilita o acesso desses agricultores ao crédito e à assistência técnica”, escreveu.

Dilma falou ainda que o plano para a safra que começa em 1º de julho tem maior volume de recursos na história do Brasil para Agricultura Familiar: R$ 24,1 bilhões. Segundo a presidenta, setor pode utilizar recursos no custeio da safra para comprar sementes e adubo, pagar o combustível das máquinas; para investir em novas máquinas e novos equipamentos agrícolas, e, assim, modernizar as pequenas propriedades rurais.

A presidenta reiterou também outras novidades aos agricultores familiares como o Pronaf Produção Orientada para financiamento da produção sustentável de alimentos saudáveis nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste e o Proagro com mais eficiência, pois a cobertura do seguro não terá como base o custo da produção, mas a renda que agricultor espera receber.

Confira a íntegra

Terça-feira, 27 de maio de 2014 às 10:35

Brasil é “show de bola” em produtividade agrícola, afirma Dilma

Conversa com a PresidentaNa coluna semanal Conversa com a Presidenta desta terça-feira (27), a presidenta Dilma Rousseff destacou ações para médios produtores rurais no Plano Agrícola e Pecuário do governo federal. As medidas que começaram em 2010, chegou ao volume recorde de recursos nesta safra 2014/2015 para o setor: crescimento de 26,5% em relação à safra.

“Por muito tempo, não houve no Brasil uma política específica para o médio produtor rural. Mudamos essa história: desde a safra 2010/2011 existem condições diferenciadas de crédito para os médios agricultores e médios pecuaristas. Na safra que começará em julho, estamos oferecendo, para esse segmento, R$ 16,7 bilhões em crédito. (…) Temos muitos motivos para nos orgulharmos de nosso agronegócio. Já que estamos em clima de Copa do Mundo, digo com tranquilidade: o Brasil é “show de bola” em produtividade agrícola”, exaltou.

Confira a íntegra

Terça-feira, 20 de maio de 2014 às 9:00

Conversa com a Presidenta: Obras como a de Guarulhos são entregues em aeroportos de todo o Brasil

Conversa com a Presidenta

Na coluna semanal Conversa com a Presidenta desta terça-feira (20), a presidenta Dilma Rousseff falou sobre o novo terminal que inaugura no aeroporto de Guarulhos. Ela classificou o Terminal de Passageiros 3 como moderno e confortável, e destacou a capacidade para receber 12 milhões de usuários por ano. Segundo Dilma, obras como essa estão sendo entregues em todo o Brasil.

“Elas incluem, por exemplo, novos terminais de embarque e desembarque, reforma de terminais existentes, ampliação de pistas e pátios para movimentação das aeronaves, aumento de estacionamentos, modernização de esteiras de bagagens. Em abril, inaugurei, em Brasília, o Pier Sul do Aeroporto JK, e ainda este mês será inaugurado o Pier Norte. No Galeão, a reforma dos terminais e a expansão do Terminal 2 elevaram em quase 80% a capacidade de atendimento dos passageiros. Em Manaus, a capacidade do aeroporto foi triplicada com a ampliação e a modernização do terminal de passageiros. No Aeroporto de Confins, em Minas Gerais, até o final do mês, vamos concluir as obras do Terminal 3 e a reforma do saguão do Terminal 1. Em Cuiabá, por exemplo, as obras vão quadruplicar a capacidade de atendimento. No Rio Grande do Norte, teremos um aeroporto inteiramente novo já agora no mês de maio, construído pela iniciativa privada em São Gonçalo do Amarante, cidade vizinha a Natal”, explicou a presidenta.

Confira a íntegra

Terça-feira, 13 de maio de 2014 às 10:17

Enem abre portas de forma democrática e baseada no mérito do estudante, afirma Dilma

Conversa com a PresidentaNa coluna Conversa com a Presidenta desta terça-feira (13), a presidenta Dilma Rousseff reforçou a importância do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para os jovens brasileiros que já concluíram ou estão concluindo o ensino médio, por abrir, de forma democrática e baseada no mérito do estudante, muitas portas de acesso ao ensino técnico e ao ensino superior. De acordo com a presidenta, o exame, que teve as inscrições para a edição de 2014 abertas nesta segunda-feira e seguem até o dia 23 de maio, é o critério de acesso a cinco diferentes oportunidades.

“Em primeiro lugar, é o critério de seleção usado para que os estudantes tenham acesso ao ensino superior em universidades e nos nossos institutos federais de educação profissional e tecnológica, por meio do Sisu, o Sistema de Seleção Unificada, que está substituindo o velho vestibular, que tanto angustiava os jovens e seus pais. A nota do Enem é adotada como critério de seleção para o ProUni, o programa de bolsas de estudo nas universidades privadas, e também para acesso ao Fies, o Programa de Financiamento Estudantil, que garante crédito em condições facilitadas para o jovem estudar em universidades privadas. A nota do Enem abre aos nossos estudantes as portas das melhores universidades do mundo pelo programa Ciência sem Fronteiras. E, com a nota do Enem o jovem pode conseguir vaga nos cursos técnicos de nível médio do Pronatec, por meio do Sisutec, o Sistema de Seleção Unificada do Ensino Técnico”, detalhou.

Confira a íntegra

Terça-feira, 29 de abril de 2014 às 8:00

Conversa com a Presidenta: Marco Civil da internet é um exemplo para o mundo

Conversa com a PresidentaNa coluna Conversa com a Presidenta desta terça-feira (29), Dilma Rousseff reiterou que o Marco Civil brasileiro foi saudado como um exemplo para o mundo aperfeiçoar e democratizar a governança global da internet. De acordo com a presidenta, o Brasil está na vanguarda desta legislação, que consolida a rede como um espaço livre e democrático, algo essencial para a participação social, inovação e exercício da cidadania no país.

“Esta é uma lei extremamente importante para a sociedade brasileira, porque estabelece os direitos e as responsabilidades, tanto dos usuários quanto dos provedores de internet. Com ela, o Brasil tem, a partir de agora, um instrumento efetivo para garantir a liberdade de expressão, o respeito à privacidade das pessoas e das empresas, e também, o respeito aos direitos humanos na internet. O conceito básico desta lei é que a internet não tem donos, ela pertence a todos”, escreveu Dilma.

Confira a íntegra

Terça-feira, 22 de abril de 2014 às 8:00

Conversa com a Presidenta: Indústria naval volta a ser um orgulho para o Brasil

Conversa com a PresidentaA presidenta Dilma Rousseff voltou a falar, na coluna Conversa com a Presidenta desta terça-feira (22), sobre a importância da retomada da indústria naval para o país, que é responsável, hoje, por mais de 80 mil empregos. Ela lembrou a visita a um estaleiro em Ipojuca (PE), quando foi entregue o navio “Dragão do Mar”, e batizado o “Henrique Dias”. Para Dilma, foi emocionante ver que trabalhadores que viviam subempregados no corte da cana e em trabalhos domésticos agora estão melhor capacitados e remunerados, com todos os seus direitos protegidos.

” Os derrotistas que pensavam assim cometeram um grande equívoco, pois, hoje, o estaleiro está lá e a produção de navios se desenvolve a todo vapor (…) Esta é uma comprovação cabal de que o Brasil, hoje, tem uma indústria naval forte, pujante, que emprega quase 80 mil trabalhadores (…) Com o esforço de nossos trabalhadores, a iniciativa de nossos empresários e o apoio de todos aqueles que acreditam no Brasil, conseguimos reconstruir a indústria naval brasileira e vamos transformá-la em uma das maiores do planeta”, afirmou.

Confira a íntegra

Tweets

Portal da Copa

Portal da Copa

Instagram

Por e-mail

Receba os artigos do Blog do Planalto diariamente por e-mail preenchendo os campos abaixo:

Digite o seu e-mail:


Um e-mail de confirmação do FeedBurner&trade será enviado para você! Confirme no link que será enviado para o seu e-mail para receber os últimos artigos do Blog do Planalto.

-