Portal do Governo Brasileiro

Tamanho da fonte:

Quinta-feira, 14 de março de 2013 às 13:50

Inovar para o Brasil é uma questão de estar à altura do seu potencial, afirma Dilma

A presidenta Dilma Rousseff afirmou, nesta quinta-feira (14), durante o lançamento do Plano Inova Empresa, que o Brasil tem condições de dar a importância à questão da inovação necessária ao país. A iniciativa prevê investimentos de R$ 32,9 bilhões para impulsionar, por meio da inovação tecnológica, a produtividade e a competitividade em setores da economia como agropecuária, petróleo e gás, aeroespacial, tecnologia da informação e sustentabilidade socioambiental.

“Hoje, nós temos condição, de fato de dar a importância à questão da inovação necessária ao nosso país. (…) Esse encontro ocorre sob uma bandeira que eu considero estratégica para o Brasil que é a inovação. A Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI) está em perfeita sintonia com a visão que o governo federal tem para um dos desafios fundamentais que é o desafio de construção de um país inovador, que tem que ser construído. (…) Inovar para o Brasil é uma questão de estar a altura do seu potencial”, afirmou Dilma.

Dilma ainda anunciou o modelo institucional da Empresa Brasileira para Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), que será uma organização social (OS). Ela é uma iniciativa do governo federal, por meio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e do Ministério da Educação (MEC), com a missão de fomentar o processo de cooperação entre empresas nacionais e instituições tecnológicas ou instituições de direito privado sem fins lucrativos.

“Creio que o estado dispõe hoje de meios que permitem que nós façamos a indução ao desenvolvimento, que permite que façamos desonerações tributárias, que permite que nós tenhamos uma política de crédito adequada a esse processo. Eu sei que nós, hoje, precisamos de tomar uma providência e a tomamos. (…) Nós temos de dedicar toda nossa atenção para que tenhamos um país mais construtivo, menos desigual e uma economia com grande capacidade de ser produtiva, de ter uma elevada produtividade para poder ser competitiva”, completou.

» Saiba mais sobre o programa na apresentação do ministro Marco Antonio Raupp:

Confira a íntegra


 

Quinta-feira, 14 de março de 2013 às 7:29

Agenda: lançamento do Programa Inova Empresa

Agenda presidencialA presidenta Dilma Rousseff participa, nesta quinta-feira (14), às 10h, no Palácio do Planalto, do lançamento do Programa Inova Empresa, por ocasião da reunião da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI). Depois, Dilma recebe Alexandre Raposo, presidente do Grupo Record, às 15h; Fernando Bezerra, ministro da Integração Nacional, às 16h30; e João Carlos Saad, presidente do Grupo Bandeirantes, às 18h.

Quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013 às 11:12

Dilma Rousseff recebe o primeiro-ministro russo

Dilma Rousseff se reuniu com Dmitri Medvedev, primeiro-ministro da Rússia. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.

A presidenta Dilma Rousseff se reuniu nesta quarta-feira (20) com o primeiro-ministro da Rússia, Dmitri Medvedev, no Palácio do Planalto. Durante o encontro, que durou mais de uma hora, foram debatidos temas como energia, defesa e cooperação entre os dois países.

A presidenta ainda elogiou a liderança russa no G20, que considerou positiva para a agenda brasileira, com destaque para o crescimento e a geração de empregos. A situação do Oriente Médio também foi analisada durante o encontro. Dilma convidou as empresas russas a participarem dos projetos de infraestrutura no Brasil e ressaltou a importância de se reforçar a relação comercial e os investimentos entre os dois países.

Medvedev ainda participa da VI Reunião da Comissão de Alto Nível de Cooperação Brasil-Rússia, no Itamaraty. Os dois países tratarão do aprofundamento da cooperação bilateral com ênfase em ciência, tecnologia, inovação, relações econômico-comerciais, agropecuária, energia e educação.

Terça-feira, 18 de dezembro de 2012 às 16:12

Dilma: sem ciência e tecnologia não seremos uma nação desenvolvida

Terça-feira, 18 de dezembro de 2012 às 15:57

Vencedores do Prêmio Jovem Cientista falam ao Blog sobre seus projetos

Terça-feira, 18 de dezembro de 2012 às 11:24

Dilma Rousseff: sem ciência e tecnologia não seremos uma nação desenvolvida

Presidenta Dilma posa com vencedores do prêmio, em cerimônia no Palácio do Planalto. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

A presidenta Dilma Rousseff, nesta terça-feira (18), destacou a importância do investimento em educação, ciência, tecnologia e inovação, durante entrega da XXVI Edição do Prêmio Jovem Cientista, no Palácio do Planalto. Para Dilma, sem o desenvolvimento dessas áreas, o Brasil não será um país desenvolvido, que superou a pobreza e a miséria.

“Nós estamos diante da possibilidade de dar o grande salto na qualidade da inovação e da ciência no nosso país. Salto fundamental parra elevar a competitividade da nossa economia. Mas também para assegurar que o Brasil tenha, de fato, na década que estamos vivendo e nas seguintes, condições para nos tornarmos uma grande nação de classe média. Sem ciência, tecnologia e inovação, nós não seremos essa nação desenvolvida, e esse país que sepultou em definitivo a pobreza extrema e a pobreza”, disse Dilma.

Dilma afirmou que o país continuará investindo para estimular o desenvolvimento da ciência e tecnologia, e citou iniciativas como o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec); a expansão do acesso ao ensino superior, com o crescimento da rede federal de universidades, do Programa Universidade para Todos (Prouni) e do Programa de Financiamento Estudantil (Fies); e o Programa Ciência Sem Fronteiras, que oferece a oportunidade de estudo nas melhores universidades do mundo.

» Veja lista dos vencedores no site do prêmio

Para o ministro Marco Antonio Raupp, da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), a XXVI Edição do Prêmio Jovem Cientista ser dedicada ao tema “Inovação Tecnológica nos Esportes” mostra que o investimento em inovação feito pelo governo acontece de maneira transversal, em contato com outras pastas. Raupp afirmou que os trabalhos inscritos serão repassados ao Ministério do Esporte, para que sejam aproveitados.

Segunda-feira, 23 de maio de 2011 às 11:21

Editada MP que dá incentivos tributários aos tablets produzidos no Brasil

A presidenta Dilma Rousseff encaminhou ao Congresso Nacional Medida Provisória nº 534 que inclui no Programa de Inclusão Digital Tablet PC produzido no país conforme processo produtivo básico estabelecido pelo Poder Executivo. A MP publicada nesta segunda-feira (23/5), no Diário Oficial da União, dá nova redação ao artigo 28 da Lei no 11.196, de 21 de novembro de 2005, conhecida como “Lei do Bem”.

“VI – máquinas automáticas de processamento de dados, portáteis, sem teclado, que tenham uma unidade central de processamento com entrada e saída de dados por meio de uma tela sensível ao toque de área superior a 140 cm2 (Tablet PC), classificadas na subposição 8471.41 da Tipi, produzidas no País conforme processo produtivo básico estabelecido pelo Poder Executivo.”

A MP diz também que “nas notas fiscais emitidas pelo produtor, pelo atacadista e pelo varejista relativas à venda dos produtos de que trata o inciso VI do caput, deverá constar a expressão “Produto fabricado conforme processo produtivo básico”, com a especificação do ato que aprova o processo produtivo básico respectivo.”

Segunda-feira, 16 de maio de 2011 às 12:36

Áudio – Brasil e Alemanha firmam parceria para expandir intercâmbio universitário

 

Sexta-feira, 15 de abril de 2011 às 14:35

Imagens da presidenta Dilma Rousseff no Fórum Boao e visita ao Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da ZTE, na China

Quinta-feira, 20 de janeiro de 2011 às 19:06

Governo estuda isenção de alguns impostos sobre o serviço de internet banda larga

O ministro Paulo Bernardo, participou na tarde desta quinta-feira (20) da Campus Party 2011. Foto: Divulgação/MC

Uma das principais metas do governo da presidenta Dilma Rousseff é levar internet de alta velocidade por um preço mais acessível a todos os domicílios brasileiros, afirmou o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, em participação a Campus Party 2011, considerada o maior evento de inovação, ciência, criatividade e entretenimento digital de todo o mundo.

“No Brasil tem uma demanda crescente por serviços de internet em alta velocidade. Nós estamos trabalhando para que antes mesmo de 2014 o Plano Nacional de Banda Larga já tenha resultados visíveis”, afirmou o ministro.

No palco principal, o ministro das Comunicações falou sobre os desafios que o setor precisa vencer no Brasil e acrescentou que uma das medidas que podem ser adotadas pelo governo para ajudar na massificação da banda larga é a redução de alguns impostos que incidem sobre o serviço. Segundo ele, o governo federal já estuda essa possibilidade e vários governos estaduais se manifestaram favoráveis à desoneração de impostos para o setor.

O ministro Paulo Bernardo afirmou ainda que nos próximos meses o governo fará um grande arranjo institucional com todos os agentes envolvidos no Plano Nacional de Banda Larga. “Até o final de abril fecharemos os acordos para baratear o preço da internet proposto no plano. Uma das intenções é reduzir impostos”, disse.

A Campus Party, que é realizada pela quarta vez no Brasil, reúne na capital paulista 6,5 mil participantes vindos de países como Colômbia, Equador, Espanha, Estados Unidos, México, Portugal e Reino Unido, além do Brasil. O objetivo, segundo os organizadores, é a partilha de conhecimento, troca de experiências e a realização de todo o tipo de atividades relacionadas a computadores, às comunicações e às novas tecnologias.

Tweets

Portal da Copa

Portal da Copa

Instagram

Por e-mail

Receba os artigos do Blog do Planalto diariamente por e-mail preenchendo os campos abaixo:

Digite o seu e-mail:


Um e-mail de confirmação do FeedBurner&trade será enviado para você! Confirme no link que será enviado para o seu e-mail para receber os últimos artigos do Blog do Planalto.

-