Portal do Governo Brasileiro

Tamanho da fonte:

Sexta-feira, 14 de junho de 2013 às 11:18

No Rio, Dilma Rousseff anuncia investimentos para Rocinha, Lins e Jacarezinho

A presidenta Dilma Rousseff destacou, nesta sexta-feira (14), no Rio de Janeiro, os investimentos do governo federal em comunidades e favelas, que já alcançaram, durante seu mandato, R$ 5,9 bilhões. No evento, a presidenta anunciou R$ 2,66 bilhões para intervenções na Rocinha e nos complexos do Lins e do Jacarezinho. Segundo Dilma, esses aportes se traduzem em qualidade de vida para os moradores.

“O investimento total, no meu período, em favelas totaliza hoje R$ 5,9 bilhões. Isso significa qualidade de moradias, acesso a UPAs, escolas para os jovens e crianças, e centro esportivo que dá acesso ao lazer. Significa também a precondição para que a gente pacifique uma comunidade e acabe com o controle privado da violência, que muitas vezes aconteceu por descaso do poder público”, destacou.

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2 terá R$ 2,66 bilhões em investimentos para as comunidades da Rocinha e para os complexos do Lins e do Jacarezinho. Entre as intervenções, estão previstas obras de macrodrenagem de esgoto e água, instalação de rede coletora de lixo, abertura e alargamento de vias, além da construção de creches e de 475 unidades habitacionais.

Durante o discurso, a presidenta Dilma afirmou que o Brasil é um país extremamente sólido do ponto de vista econômico e vive uma situação de praticamente pleno emprego.

“O Brasil, hoje, é um dos países mais sólidos do mundo. O Brasil, hoje, é um país que, em meio à crise econômica das mais graves, talvez a mais grave desde 1929, é um país que tem a menor taxa de desemprego do mundo (…) Nós temos uma das menores taxas de desemprego do mundo, vivemos num sistema de quase pleno emprego (…) Então, eu quero dizer a vocês isso: nós vamos continuar com o emprego elevado, nós vamos continuar lutando todos os dias para que o Brasil cresça de forma sustentável”, afirmou

Confira a íntegra

 

Sábado, 27 de abril de 2013 às 19:29

Dilma participa da reabertura do Maracanã com jogo-teste

Dilma Rousseff é recebida por torcedores na reabertura do Estádio Maracanã. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Dilma Rousseff é recebida por torcedores na reabertura do Estádio Maracanã. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

O ex-atacante Washington foi o primeiro jogador a marcar na reabertura do Maracanã, no jogo-teste que envolveu, neste sábado (27), os amigos dos campeões Bebeto e Ronaldo, e contou com a presença da presidenta Dilma Rousseff.

» Confira a cobertura completa no Portal da Copa, do Governo Federal

O novo estádio conta com 78.838 lugares, com visibilidade total, e uma distância entre a primeira fileira de cadeiras e o campo de apenas 14 metros. A arena ainda aposta em sustentabilidade ambiental, com a economia de água e energia.

Jogo

Depois do gol de Washington para o time de Bebeto, ainda no primeiro tempo, os amigos de Ronaldo reagiram e logo viraram o placar. Geovanni duas vezes e Djalminha foram ao fundo da rede do goleiro Carlos Germano: 3 x 1.

E os selecionados de Ronaldo se mantiveram na liderança do placar até o fim, com uma vitória por 8 x 5, com dois gols do atacante pentacampeão mundial. Edílson e Pedrinho também marcaram para o time, enquanto Roger, Bebeto e Mattheus descontaram.

Sábado, 27 de abril de 2013 às 16:54

Vídeo: torcedores chegam para jogo no Maracanã: Sérgio Maurício veio cedo e trouxe a família

Sábado, 27 de abril de 2013 às 10:50

Jogo inicia testes do Maracanã para receber as copas das Confederações e do Mundo

Os campeões mundiais Bebeto e Ronaldo reunirão amigos em dois times para disputar a primeira partida teste do Maracanã, que passou por reforma e modernização. O estádio receberá as finais da Copa das Confederações e da Copa do Mundo de 2014. O evento deste sábado (27) terá como público 8 mil trabalhadores da obra e ainda contará com a presença da presidenta Dilma Rousseff.

» Confira a cobertura completa no Portal da Copa do Governo Federal

Além da partida, acontecerão shows de Neguinho da Beija-Flor, Martinho da Vila, Preta Gil e Naldo, e o hino nacional será cantado pelos cantores Sandra de Sá, Fernanda Abreu, Ivan Lins e Eduardo Dusek. O estádio, que foi inaugurado em junho de 1950, agora conta com 78.838 lugares, com visibilidade total. E a distância entre a primeira fileira de cadeiras e o campo caiu de 30m, em alguns pontos, para apenas 14 metros.

Sábado, 27 de abril de 2013 às 10:40

Novo Maracanã aposta em sustentabilidade, tecnologia e segurança

O Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, se renova com uma forte aposta em sustentabilidade ambiental, tecnologia e segurança. A arena, que recebe seu primeiro jogo teste neste sábado (27), com o confronto entre os times formados pelos craques Bebeto e Ronaldo, terá medidas para economizar recursos como água e energia elétrica.

» Confira a cobertura completa no Portal da Copa do Governo Federal

O Maracanã terá sistema de iluminação com lâmpadas de LED em 23.500 luminárias de baixa manutenção e elevada vida útil; equipamentos econômicos de ar condicionado, bombas mecânicas eficientes e o uso da energia solar no aquecimento da água dos vestiários. As medidas vão permitir uma redução de 8% no consumo de energia elétrica na arena.

O estádio também receberá placas fotovoltaicas no anel de compressão da cobertura, capazes de gerar 670 mil kW/h por ano, o suficiente para o abastecimento de 25% de energia necessária para o funcionamento do Maracanã.

Tecnologia e segurança

O Maracanã ainda contará com um avançado centro de controle, composto por três salas. Uma delas para o monitoramento de imagens geradas por 360 câmeras espalhadas pelo estádio. Essa tecnologia possibilitará a detecção no meio da multidão de um torcedor em atitude suspeita e acompanhar seus movimentos.

Outra sala vai controlar todos os equipamentos mecânicos e elétricos do estádio, como iluminação, ventilação, sistemas de energia, incêndio e segurança predial, para acionar técnicos tão logo for constatado algum problema em qualquer ponto do estádio. Na terceira sala serão monitorados os sistemas de sonorização e vídeo para a transmissão dos jogos.

Segunda-feira, 25 de março de 2013 às 20:53

Governo federal vai liberar verba emergencial para Petrópolis

Presidenta Dilma Rousseff durante reunião de coordenação sobre ações emergenciais em Petrópolis. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Presidenta Dilma Rousseff durante reunião de coordenação sobre ações emergenciais em Petrópolis. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

O ministro da Integração, Fernando Bezerra, afirmou, nesta segunda-feira (25), após reunião com a presidenta Dilma Rousseff, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e o prefeito de Petrópolis, Rubens Bomtempo, que a verba emergencial para o município pode chegar a R$ 100 milhões.

“A Secretaria Nacional de Defesa Civil tem critérios para a definição desse valor, tendo em vista o número de pessoas afetadas, o número de pessoas desalojadas, desabrigadas e os prejuízos materiais que foram causados e que serão avaliados. (…) Na quarta-feira teremos um relatório preliminar do esforço de reconstrução da cidade. A primeira avaliação preliminar do prefeito é de que esse apoio deverá alcançar mais de R$ 100 milhões”, afirmou Bezerra.

O valor será definido em reunião nesta quarta-feira em Brasília e terá como base os pedidos da prefeitura, em função dos prejuízos causados com a reconstrução de casas, de postos de saúde, de vias, etc. Um primeiro repasse deve acontecer até a próxima segunda-feira (1°), e servirá para atender as pessoas atingidas pelas chuvas dos últimos dias.

Segunda-feira, 25 de março de 2013 às 6:00

Agenda: entrega de trecho de sistema adutor em Serra Talhada (PE)

Agenda presidencialA presidenta Dilma Rousseff participa, nesta segunda-feira (25), às 10h45, da cerimônia de entrega do trecho Floresta-Serra Talhada do Sistema Adutor Pajeú e de 22 máquinas retroescavadeiras a municípios do estado de Pernambuco, em Serra Talhada (PE). Em seguida, às 13h, ela parte para o Rio de Janeiro, e, em Petrópolis, às 17h, vai à missa em intenção das vítimas dos deslizamentos de terra. Ainda participa de reunião, às 18h30, na prefeitura, antes de partir para Durban, na África do Sul, às 23h.

Sexta-feira, 1 de março de 2013 às 11:20

Indústria da defesa é sobretudo a indústria do conhecimento, afirma Dilma

O fato de o Brasil ser um país pacífico, sem conflitos com seus vizinhos, não é motivo para que o país não tenha uma indústria da defesa forte, afirmou a presidenta Dilma Rousseff, durante a inauguração da Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas (Ufem) em Itaguaí (RJ), nesta sexta-feira (1º). Ela destacou a importância do setor para o desenvolvimento tecnológico e para garantia do soberania do país, que ganhou destaque internacional nos últimos anos.

“O Brasil assumiu nos últimos anos uma grande relevância. (…) Entramos num seleto grupo, dos únicos a ter acesso à tecnologia de construção do submarino com propulsão nuclear, que são os integrantes do Conselho de Segurança das Nações Unidas. (…) Ser um país pacífico não nos livra de termos uma indústria da defesa que vai colaborar na garantia da nossa soberania”, afirmou Dilma.

A estrutura é parte integrante do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub), que desenvolverá a tecnologia de construção de submarinos convencionais e de propulsão nuclear. Para possuir a tecnologia, que só é detida pelos países membros do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), foi firmada uma parceria estratégica entre Brasil e França.

Todo o complexo de fabricação, estaleiro e Base Naval constituem um investimento de R$ 7,8 bilhões e deve gerar 9 mil empregos diretos e 32 mil indiretos. O término da construção do estaleiro está previsto para dezembro de 2014, e da base naval para 2017. O primeiro de quatro submarinos convencionais será entregue para operação em 2017, e o primeiro com propulsão nuclear estará pronto em 2023.

Confira a íntegra


 

Sexta-feira, 1 de março de 2013 às 10:20

Veja imagens da Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas

Sexta-feira, 1 de março de 2013 às 6:00

Agenda: inaugurações no Rio de Janeiro

Agenda presidencialA presidenta Dilma Rousseff vai ao estado do Rio de Janeiro, onde participa, nesta sexta-feira (1), das inaugurações da Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas, em Itaguaí, às 10h45; do Hospital Municipal Evandro Freire, na Ilha do Governador, às 15h30; e do Museu de Arte do Rio, na capital fluminense, às 19h15.

Tweets

Portal da Copa

Portal da Copa

Instagram

Por e-mail

Receba os artigos do Blog do Planalto diariamente por e-mail preenchendo os campos abaixo:

Digite o seu e-mail:


Um e-mail de confirmação do FeedBurner&trade será enviado para você! Confirme no link que será enviado para o seu e-mail para receber os últimos artigos do Blog do Planalto.

-