Portal do Governo Brasileiro

Tamanho da fonte:


Quarta-feira, 23 de dezembro de 2015 às 14:06

Governo anuncia criação de gabinete de crise para ajudar saúde do Rio de Janeiro

Novo ministro da Saúde garantiu que vai fortalecer os programas sociais da pasta. Foto: Agência Brasil

“Vamos agir em sinergia e em harmonia, distribuindo tarefas e tomando todas as decisões para amenizar a crise na saúde no Rio de Janeiro”, diz ministro. Foto: Blog do Planalto

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, anunciou, nesta quarta-feira (23) no Palácio do Planalto, que o governo federal irá instaurar um gabinete de crise para buscar soluções para minimizar os problemas nas unidades de saúde pública do Rio de Janeiro. A decisão foi tomada em reunião emergencial convocada pela presidenta Dilma Rousseff nesta manhã, feita por teleconferência, com o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão.

“Estamos constituindo um gabinete de crise, que vai unir as três redes (de saúde), federal, estadual e municipal, para fornecer equipamentos necessários, medicamentos, transferências de pacientes e encontrar uma solução, o mais urgentemente possível, para o problema da saúde que está grave no momento no RJ”, informou o ministro da Saúde.

Segundo Marcelo Castro, o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, que participou da reunião, ficou responsável por buscar soluções para a questão financeira no estado. “Vamos agir em sinergia e em harmonia, distribuindo tarefas e tomando todas as decisões para amenizar a crise na saúde no Rio de Janeiro”, afirmou.

Também participaram da reunião, o presidente do Banco do Brasil, Alexandre Correa, a presidente da Caixa, Miriam Belchior e representantes da Defesa Civil e da Secretaria de Governo.

Quinta-feira, 17 de dezembro de 2015 às 8:03

Frente Brasil Popular e viagem ao Rio de Janeiro

Agenda presidencialA agenda da presidenta Dilma Rousseff nesta quinta-feira (17) começa às 10h, quando recebe a Frente Brasil Popular, no Palácio do Planalto

Depois, às 14h30, ela desembarca no Rio de Janeiro. Às 14h40, dá início às obras de dragagem do Complexo Portuário da capital fluminense.

Às 16h15, participa da cerimônia que marca o início da operação do Supercomputador Santos Dumont, no Quitandinha, em Petrópolis. Às 19h30, inaugura o Museu do Amanhã, na Praça Mauá, no Rio de Janeiro.

Às 21h15, a presidenta Dilma Roussef retorma a Brasília.

*Agenda sujeita a alterações ao longo do dia. Para atualizações, acesse o Portal Planalto.

Terça-feira, 10 de novembro de 2015 às 15:36

Com financiamento federal, Linha 4 do metrô do Rio será legado para a população da cidade

A presidenta Dilma Rousseff visita nesta terça-feira (10) as obras da Ponte Estaiada e da Estação Jardim Oceânico do Metrô do Rio de Janeiro (RJ). As instalações fazem parte da Linha 4 do metrô carioca, e contam com 80% de financiamento do governo federal, por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no valor de R$ 6,6 bilhões e R$ 1,6 bilhão financiado pelo Banco do Brasil. Os investimento totais somam R$ 10,3 bilhões.  Segundo a diretora -presidente da RioTrilhos, Companhia de Transportes Sobre Trilhos do Estado do Rio de Janeiro, Tatiana Carius, esse é o “maior financiamento para projeto único concedido pelo BNDES para um estado”.

Ponte estaiada do metrô da Linha 4 do metrô do Rio de Janeiro. Foto: Clauber Cleber Caetano/PR

Ponte estaiada do metrô da Linha 4 do metrô do Rio de Janeiro. Foto: Clauber Cleber Caetano/PR

“Esse é o maior legado em termos de infraestrutura em termos de transporte de alta capacidade que o Rio já teve. Essa é uma obra que fica para a população, feita para a população”,  avalia.

As obras foram iniciadas em março de 2010 e a nova linha entrará em operação no primeiro semestre de 2016. O empreendimento chega a 83% das obras concluídas e será um dos principais legados à cidade após os Jogos Rio 2016.

O empreendimento vai permitir, segundo a diretora-presidente, a integração da zona oeste da cidade, até hoje desassistida com meio de transporte de alta capacidade, à conexão da Linha 1 do metrô, atualmente existente, que termina em Ipanema. Isso permitirá um deslocamento até a Pavuna, última estação da Linha 2 na zona norte. “Isso significa mobilidade, acessibilidade para os passageiros, pagando só uma tarifa”, disse.

Com 72 metros de altura, os dois pilares da ponte estaiada estão concluídos. Estas são as estruturas de concreto que fixam os estais (conjuntos de cabos de aço) da ponte, que ligará s túneis escavados em rocha a partir do Morro do Focinho do Cavalo à Estação Jardim Oceânico.

Esta é a primeira ponte estaiada para metrô no Rio e único trecho onde os trens da Linha 4 poderão ser vistos fora do subterrâneo. São duas vias com 13,9 metros  de largura e 320 metros de extensão na parte suspensa sobre o canal. Quando estiver em funcionamento, a estrutura terá iluminação cenográfica.

Em fase de acabamentos, a estação Jardim Oceânico já recebe trilhos ao longo da área de plataformas, sendo que as bilheterias ficaram prontas e todo o piso de granito foi assentado. Ela conta com iluminação natural por meio de pontos de captação de luz de tamanhos variados, com efeito de “céu estrelado”, e com “telhado verde” (vegetação sobre a cobertura), que contribui para conforto térmico no interior do espaço. A demanda estimada é de 91 mil passageiros diários.

A Linha 4 do Metrô vai ligar a Barra da Tijuca a Ipanema, passando por seis estações: Nossa Senhora da Paz, em Ipanema; Jardim de Alah e Antero de Quental, no Leblon; Gávea; São Conrado e Jardim Oceânico, na Barra. A nova Linha vai transportar, a partir de 2016, mais de 300 mil pessoas por dia e retirar das ruas mais de 2 mil carros por hora/pico no eixo Barra – Zona Sul. Assim como acontece com as Linhas 1 e 2, o passageiro poderá utilizar todo o sistema metroviário da cidade com uma única tarifa.

Quatro estações estão completamente escavadas e em fase de acabamentos: Nossa Senhora da Paz, Antero de Quental, São Conrado e  Jardim Oceânico, que será integrada ao sistema BRT, de transporte de ônibus. As obras seguem nas demais estações.

Terça-feira, 10 de novembro de 2015 às 12:53

Vida nova e um futuro muito melhor, diz nova beneficiária do Minha Casa Minha Vida no RJ

As vidas de Marinês Soares e Marcela Barbosa foram marcadas pela tragédia que atingiu Nova Friburgo (RJ) em 11 de janeiro de 2011. Elas tiveram as casas condenadas, abandonaram os pertences para trás e viram pessoas próximas perderem a vida. Mas não desistiram e agora, com as casas entregues pelo programa Minha Casa Minha Vida, acreditam em um recomeço.

"Nós estamos tendo a sorte de ter um recomeço", diz Marinês. Foto: Adriana Machado/Blog do Planalto

“Nós estamos tendo a sorte de ter um recomeço”, diz Marinês que recebeu nesta terça-feira uma nova casa. Foto: Adriana Machado/Blog do Planalto

Para Marinês, a noite da tragédia não vai sair da lembrança dos moradores da cidade, mas a palavra de ordem para ela é seguir em frente. “Eu sempre pensava ‘um dia vai passar’ e sempre pensando pra frente, porque você não pode parar, não pode entrar em depressão, você tem que continuar”, afirma.

Ela conta que ficou muito feliz quando soube que iria receber a casa e tem esperança em começar uma nova etapa em sua vida. “Eu agora me vejo na possibilidade de arrumar o apartamento, comprar umas coisinhas futuramente, e ir arrumando um novo lar. Então eu não tenho como explicar, eu vejo um grande recomeço, eu vejo um grande futuro”.

Na avaliação de Marinês, a tragédia que aconteceu foi uma fatalidade e agradece a oportunidade de ter uma nova vida. “Se você for pensar bem, o que é que o governo pode fazer contra tragédia? O que você pode fazer contra tragédia? Ela acontece e nós estamos tendo a sorte de ter um recomeço. Daqui pra frente é com a gente mesmo”, avalia.

Para a agente comunitária de saúde Marcela Aparecida Schenchel Barbosa, de 38 anos, o que aconteceu em Nova Friburgo há quase cinco anos marcou de forma definitiva toda a população.

Beneficiária do Minha Casa Minha Vida, Marcela espera iniciar um novo capítulo de sua história. Foto: Adriana Machado/Blog do Planalto

Beneficiária do Minha Casa Minha Vida, Marcela espera iniciar um novo capítulo de sua história. Foto: Adriana Machado/Blog do Planalto

“Não dá para esquecer de uma tragédia como a de nova Friburgo, nunca. Foi uma coisa muito dolorida, sofrida. Agora é acreditar em uma vida nova, acreditar que se tiver que acontecer, e ninguém pode prever o futuro, só quem sabe disso é Deus”, afirma. Ela perdeu a casa e passou a receber o aluguel social. Agora, com a nova casa, espera iniciar um novo capítulo em sua história.

“As perdas materiais a gente reconstroi, ter um novo lar para mim é muito gratificante: a gente saber que a gente tem onde morar, a gente não depende de ninguém… Onde há vida, há esperança. eu penso assim: tudo novo, vida nova, e acreditar que o futuro vai ser sempre melhor“, diz.

Terça-feira, 10 de novembro de 2015 às 8:03

Minha Casa Minha Vida no Rio e reunião com o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos 2016

Agenda presidencialA presidenta Dilma Rousseff  chega ao Rio de Janeiro às 10h20 desta terça-feira (10), onde participa da entrega de moradias do Minha Casa Minha Vida em Nova Friburgo. A cerimônia está prevista para as 11h20, com entregas simultâneas de unidades em São Mateus (ES), em São Gonçalo (RJ) e em Duque de Caxias (RJ).

Às 15h30, a presidenta visita a Ponte Estaiada e a Estação Jardim Oceânico, além da Linha 4 do metrô, na- Barra da Tijuca.

Mais tarde, às 17h10, participa de reunião de trabalho do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, na sede do Comitê Rio 2016.

Às 19h, retorna a Brasília.

*Agenda sujeita a alterações ao longo do dia. Para atualizações, acesse o Portal Planalto

Sexta-feira, 31 de julho de 2015 às 9:00

Governo beneficia 11 mil pessoas com moradia popular em Maricá (RJ)

A manicure Rita de Cássia Olímpio, 37 anos, ficou várias noites sem dormir em 2013 depois que um incêndio destruiu a casa onde morava de aluguel em Maricá (RJ). Em poucos minutos, perdeu tudo que tinha e se viu na rua com seus quatro filhos. Agora, Rita perdeu o sono novamente, mas dessa vez por um sonho realizado. Ela está ansiosa para receber, nesta sexta-feira (31), as chaves da sua casa própria, no mesmo município, pelo Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), em cerimônia com a participação da presidenta Dilma Rousseff.

Rita ao lado de três dos seus quatro filhos. "Quando o pessoal da prefeitura veio atrás de mim, pulei de alegria". Foto: Guilherme Rosa/ Blog do Planalto

Rita ao lado de três dos seus quatro filhos. “Quando o pessoal da prefeitura veio atrás de mim, pulei de alegria”. Foto: Guilherme Rosa/ Blog do Planalto

“Eu sempre tive confiança de que não passei por essas dificuldades em vão, que eu ia vencer”, exaltou Rita. “Quando o pessoal da prefeitura veio atrás de mim, pulei de alegria, cheguei em casa, falei com meus filhos. Eles falaram ‘jura, mãe?’, eu falei ‘juro, é verdade. Nós vamos sair do sufoco e ir para a nossa casa’”, conta a carioca, que estava morando de favor nesses últimos meses por não ter condições de pagar o aluguel de R$ 500,00. Na casa nova, a prestação é de R$ 30,00.

Além de Rita, serão 11 mil pessoas beneficiadas com a entrega das 2.932 unidades habitacionais dos residenciais Carlos Alberto Soares de Freitas (1.460 unidades) e Carlos Marighella (1.472 unidades). Os empreendimentos, somados, receberam investimento de R$ 195 milhões.

“A nossa vida está mudando. Porque eu creio que a tempestade se foi e agora vai vir só a hora de colher o fruto. (…) O sofrimento acabou, agora vai ser um novo tempo, graças a Deus. Eu creio que essa vitória é só a primeira, que virão muitas ainda”, comemora Rita.

Cada habitação tem área privativa de 44,70m², divididos em 2 quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço, com piso cerâmico em todos os ambientes. Foto: Clauber Cleber Caetano/PR

Cada habitação tem área privativa de 44,70m², divididos em 2 quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço, com piso cerâmico em todos os ambientes. Foto: Clauber Cleber Caetano/PR

Conquista para Maricá
A coordenadora do MCMV da prefeitura de Maricá, Lene de Oliveira, afirmou que a construção dos dois empreendimentos são um marco na política de habitação do município. “Representa para Maricá uma questão histórica. Porque antes da contratação pelo Programa Minha Casa Minha Vida, a gente não tinha uma política de habitação de interesse social no município, ou tinha um política que era aquém do necessário.” Ela também ressaltou que se trata de uma conquista muito grande para as famílias beneficiadas.

Os terrenos em que foram construídos os residenciais foram escolhidos em áreas de maior densidade habitacional no município e com facilidade de acesso por transporte urbano. Além disso, de acordo com a coordenadora, os moradores terão infraestrutura de serviços e comércio próximo das novas moradias.

Minha Casa Minha Vida
No Brasil, o programa já beneficiou mais de 9,2 milhões de pessoas, com a entrega de 2,3 milhões de moradias em todo o país. Já no estado do Rio de Janeiro, foram entregues 91.861 unidades, beneficiando 367 mil pessoas.

Terça-feira, 23 de junho de 2015 às 16:16

Luiza Trajano será a nova representante da União no Conselho Público Olímpico

A empresária Luiza Helena Trajano, diretora-presidente do Magazine Luiza, será a nova representante da União no Conselho Público Olímpico, órgão de supervisão dos preparativos para os Jogos de 2016 no Rio de Janeiro. O anúncio foi feito nesta terça-feira (23), pela presidenta Dilma Rousseff, após participar de reunião sobre os preparativos para os Jogos Rio 2016. Trajano vai substituir o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles.

23062015-_R0V9256-Editar

Presidenta Dilma Rousseff e Luiza Trajano participaram hoje (23) da reunião de atualização do projeto dos Jogos Rio 2016. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

 

“Estamos indicando uma pessoa de altíssima qualidade. Uma mulher que é uma empreendedora, batalhadora e, sobretudo, com uma grande capacidade e eficiência, que é a Luiza Trajano. Ela está substituindo o doutor Meireles, que tinha pedido para se afastar por questões relativas à sua atividade”, explicou a presidenta.

Dilma destacou a importância do governo no Conselho Público Olímpico, que é composto por um representante da União, outro do estado (Leonardo da Cunha e Silva Espíndola Dia) e um do município (Maria Silvia Bastos Marques). “O governo federal é parceiro. É parceiro desses que lideram esse processo”, enfatizou.

Ela relatou que a reunião desta terça-feira contou com a presença do governador Luiz Fernando Pezão, do prefeito Eduardo Paes “e todo o pessoal, o Nuzman, todas as pessoas que integram tanto o Comitê Olímpico Brasileiro quanto todas as organizações que envolvem a organização da Olimpíada”.

Dilma Rousseff comentou ainda que os membros do conselho estão fazendo reuniões sistemáticas com foco bem específico. “São reuniões de trabalho. Não são reuniões para a gente ficar discutindo questões mais gerais. Nós resolvemos os problemas acumulados ao longo do mês. O que tiver de problema, nós resolvemos”.

O objetivo é identificar as dificuldades e resolvê-las, a fim de garantir a melhor Olimpíada, com a melhor organização, com a melhor qualidade, disse. Para isso, os encontros combinam a discussão sobre a eficiência de todo o processo e o gerenciamento das próximas etapas. “A gente olha quais vão ser os principais desafios pela frente e definimos o que fazer, tanto do ponto de vista do que é responsabilidade do governo federal, do que é responsabilidade do COB, do que é responsabilidade do governo do estado e da prefeitura”.

Afirmou ainda que esta terça-feira foi um dia especial, “porque fizemos a despedida dos 600 atletas brasileiros que vão para o Pan-Americano de Toronto”. E que o legado da Copa não se restringe a obras de infraestrutura. Será também o fato de motivar mais brasileiros e brasileiras a perceberem a importância do esporte. “Além disso, é importante mostrar ao mundo Brasil que é capaz de organizar de forma eficiente, eficaz e além de tudo bonita, bela”.

Confira a íntegra

Terça-feira, 23 de junho de 2015 às 12:35

Dilma lembra que faltam apenas 409 dias para Rio ser capital das Olimpíadas e da paz entre os povos

A presidenta Dilma Rousseff invocou, nesta terça-feira (23), o exemplo de Maria Lenk, a primeira brasileira recordista mundial de natação e primeira sul-americana a participar de Olimpíadas, para que sirva de inspiração aos 600 atletas que representarão o Brasil nos XVII Jogos Pan-Americanos, a serem realizados em Toronto, no Canadá, de 10 e 26 de julho.

Presidenta Dilma ao lado de atletas  da delegação brasileira que representarão o Brasil no Pan-Americano de Toronto, no Canadá. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Presidenta Dilma ao lado dos atletas da delegação brasileira que representarão o Brasil no Pan-Americano de Toronto, no Canadá. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Dilma participou, no Rio de Janeiro, do lançamento da mascote do Time Brasil nas Olimpíadas de 2016, o Ginga. O lançamento foi na Cidade Olímpica, na Barra da Tijuca e marcou o Dia Olímpico. Durante a cerimônia, a presidenta lembrou que faltam apenas 409 dias do início das Olimpíadas de 2016 e 442 para o início dos jogos paraolímpicos, quando o Rio de Janeiro vai se transformar no centro esportivo do mundo. “No local onde milhares de atletas, milhões de pessoas virão aqui assistir o evento que comemora, sobretudo, a paz entre os povos”.

E também acrescentou que o evento comemora a grandeza e a expressão maior da humanidade, que é a capacidade de concorrer, de se esforçar e de se superar. “Por isso, o Rio de Janeiro vai se transformar na Capital Olímpica – e nada mais justo que, hoje, estejamos aqui para celebrar o Dia Olímpico, que é também o Dia Nacional do Desporto”.

Após assistir a exibições de atletas brasileiros de saltos ornamentais e nado sincronizado, a presidenta disse que todas as crianças e jovens que se apresentaram nesta terça-feira “são legítimos herdeiros da dedicação e da excelência de Maria Lenk. Unidos pelo espírito olímpico, vocês nos estimulam a trabalhar sempre mais para que cada capítulo da história olímpica brasileira seja mais glorioso”.

Maria Lenk, continuou Dilma, é uma brasileira que nos enche de orgulho por sua trajetória. Ela foi a única mulher do País a ser introduzida no Swimming Hall of Fame, em Fort Lauderdale, na Flórida. Foi a primeira nadadora brasileira a estabelecer um recorde mundial e deu ao clube do Flamengo diversos importantes títulos.

Por fim, ela desejou sorte aos 600 atletas que vão representar o Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Toronto. “Graças a vocês, estamos todos certos de que, daqui pra frente, o Brasil saberá, através de vocês, se apresentar diante do mundo. Que Toronto seja uma boa preparação para a oportunidade única que será, ano que vem, a Olimpíada e a Paraolimpíada aqui no Rio de Janeiro. Tenho certeza de que o Brasil inteiro, junto com vocês, fará desse evento esportivo uma marca da história mundial esportiva no nosso País. Sorte para vocês, nós estaremos acompanhando de perto”, concluiu.

Após a cerimônia, a presidenta Dilma Rousseff deixou a Cidade Olímpica para participar de uma reunião de atualização do Projeto dos Jogos Rio 2016 e depois retorna a Brasília.

Confira a íntegra

Terça-feira, 23 de junho de 2015 às 10:15

Tempo Real: Presidenta Dilma participa da cerimônia em comemoração pelo Dia Olímpico

11h56 – Termina agora a cerimônia em comemoração ao Dia Olímpico, no Rio de Janeiro. A presidenta segue agora para reunião de atualização sobre os Jogos Rio 2016. Confira, em instantes, a cobertura completa do Blog do Planalto.

11h50 – A 409 dias do início dos Jogos Olímpicos do Rio, a presidenta deseja que as Olimpíadas do ano que vem sejam uma marca na história esportiva mundial. “O resultado será um Brasil vencedor”, defendeu.

11h47- A presidenta Dilma afirma que cada pódio que os atletas brasileiros conquistam eleva a autoestima brasileira em “mais um degrau“.

11h45 – Dilma deseja sorte aos mais de 600 atletas brasileiros que disputarão o Pan-Americano do Canadá, a partir do dia 10 de julho. “O Brasil torce por vocês!

11h42 – Vestida com o uniforme do Time Brasil para o Pan-Americano de Toronto, a presidenta Dilma Rousseff começa a discursar, no Rio de Janeiro.

Ginga é o nome da mascote do Time Brasil nos Jogos Olímpicos

Onça pintada Ginga será a mascote do time Brasil para todas as competições esportivas internacionais. Ele foi desenvolvido em parceria com a ONG Arca, que protege a espécie ameaçada de extinção. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

11h35 – O Brasil conhece agora a mascote do time Brasil, o Ginga, que acompanhará a delegação brasileira nos Jogos Olímpicos e em todas as competições internacionais.

11h30 – As atletas do nado sincronizado brasileiro, Anna Giulia Veloso e Jullia Catharino, se apresentam, neste momento, para a presidenta Dilma Rousseff.

As atletas Ana Júlia Veloso e Júlia Catarina se apresentam para a presidenta Dilma, no Parque Aquático Maria Lenk. Fotos: Marco Mari/Blog do Planalto

Atletas Anna Giulia Veloso e Jullia Catharino em apresentação para a presidenta Dilma, no Parque Aquático Maria Lenk. Fotos: Marco Mari/Blog do Planalto

11h15 – Presidenta Dilma Rousseff acaba de chegar ao Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro.  Ela assiste agora às exibições de atletas brasileiros de saltos ornamentais e nado sincronizado.

11h10 – Dos 600 atletas brasileiros que irão para o Pan-Americano de Toronto, no Canadá, 70% deles recebem apoio financeiro do governo federal.

11h08 – Ex-jogador da seleção brasileira de vôlei, Giovane Gávio, fala ao Blog sobre a felicidade de participar da comemoração pelo Dia Olímpico e da importância de incentivar crianças a praticar esportes. Confira no vídeo abaixo:

11h02 – O objetivo do COB, é que o Brasil esteja entre os três principais países em modalidades olímpicas no Pan de Toronto, no Canadá, e supere o seu desempenho no Pan- Americano de Guadalajara, no México, quando o Brasil conquistou 141 medalhas. O melhor desempenho do Brasil em Pan-Americanos foi em casa, no Rio de Janeiro, em 2007,  quando o Brasil conquistou 157 medalhas no total.

“E uma grande responsabilidade inspirar essas crianças que participam hoje do Dia Olímpico”, afirmam as atletas da ginástica artística, Rebeca Andrade e Julie Kim. Foto: Marco Mari/ Blog do Planalto

“É uma grande responsabilidade inspirar essas crianças que participam hoje do Dia Olímpico”, afirmam as atletas da ginástica artística, Rebeca Andrade e Julie Kim. Foto: Marco Mari/ Blog do Planalto

10h48 – As atletas da ginástica artística, Rebeca Andrade e Julie Kim, vão para o Pan-Americano de Toronto, no Canadá, daqui a duas semanas. O evento reunirá mais de 6 mil atletas de 42 países das três Américas.  Elas também estão na expectativa pelas Olimpíadas do Rio e treinam forte para a competição.

O professor de educação física Adriano Queiroz, ao lado de alguns de seus alunos, “O grande diferencial de um professor que trabalha em um projeto social como é poder compartilhar essa experiência com eles. Essa é a grande resposta ao nosso trabalho”, revela. Foto: Marco Mari/ Blog do Planalto

O professor de educação física Adriano Queiroz, ao lado de alguns de seus alunos, “O grande diferencial de um professor que trabalha em um projeto social é poder compartilhar essa experiência com essas crianças. Essa é a grande resposta ao nosso trabalho”, revela. Foto: Marco Mari/ Blog do Planalto

10h27 – O professor de Educação Física do Sesi, Adriano Queiroz, atua, há cinco anos, nas comunidades Chapéu Mangueira e Babilônia, no Rio de Janeiro. Ele dá aulas de vôlei e futsal para cerca de 200 crianças.  “Hoje, eles estão tendo a oportunidade de conhecerem modalidades (esgrima, mini-atletismo, luta, judô, vela e taekwondo) que eles não têm muito acesso, onde moram. Isso tem grande valor para eles”, garante.

Cerca de 200 crianças de projetos sociais do Sesi participam de oficinas esportivas, na manhã desta terça, no Parque Aquático Maria Lenk. Fotos: Marco Mari/Blog do Planalto

Cerca de 200 crianças de projetos sociais do Sesi participam de oficinas esportivas, na manhã desta terça, no Parque Aquático Maria Lenk. Fotos: Marco Mari/Blog do Planalto

10h07 – Nesta terça-feira (23), a presidenta Dilma se despedirá oficialmente da delegação brasileira que representará o Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Toronto. De acordo com o diretor executivo de esportes do COB, Marcus Vinicius Freire, essa é a maior delegação que o Brasil já enviou para um evento esportivo realizado fora do País.

O Parque Aquático Maria Lenk foi construído para sediar esportes aquáticos nos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro, e hoje, é utilizado como centro de treinamento para vários atletas brasileiros e internacionais. Nos Jogos Olímpicos do ano que vem, o complexo também será o palco para diversas modalidades olímpicas. Fotos: Marco Mari/Blog do Planalto

O Parque Aquático Maria Lenk foi construído para sediar esportes aquáticos nos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro, e hoje, é utilizado como centro de treinamento para vários atletas brasileiros e internacionais. Nos Jogos Olímpicos do ano que vem, o complexo também será palco para diversas modalidades olímpicas. Fotos: Marco Mari/Blog do Planalto

9h55 – A presidenta Dilma Rousseff participa, logo mais, das comemorações pelo Dia Olímpico, no Parque Aquático, Maria Lenk, no Rio de Janeiro. Na ocasião, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) lançará a mascote do Time Brasil – a marca da delegação brasileira para os Jogos Olímpicos e demais competições esportivas internacionais. Em todo o mundo, o dia 23 de junho é marcado pela comemoração do aniversário da fundação do Comitê Olímpico Internacional (COI). No Brasil, a data marca também o Dia Nacional do Esporte.

Terça-feira, 23 de junho de 2015 às 8:00

Dia Olímpico e Jogos Mundiais dos Povos Indígenas

Agenda presidencialNesta terça-feira (23), a presidenta Dilma Rousseff vai ao Rio de Janeiro participar da cerimônia em comemoração pelo Dia Olímpico, que acontecerá no Parque Aquático Maria Lenk.  O evento está previsto para as 11h. Em seguida, às 11h45, a presidenta participa de reunião de atualização do projeto dos Jogos Rio 2016.

Já de volta a Brasília, Dilma se reúne, às 16h, com o ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, no Palácio do Planalto. E no final do dia, participa da abertura dos 1° Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, às 19h, no Estádio Nacional Mané Garrincha.

*Agenda sujeita a alterações ao longo do dia. Para atualizações, acesse o Portal Planalto.

Tweets

Instagram

Por e-mail

Receba os artigos do Blog do Planalto diariamente por e-mail preenchendo os campos abaixo:

Digite o seu e-mail:


Um e-mail de confirmação do FeedBurner&trade será enviado para você! Confirme no link que será enviado para o seu e-mail para receber os últimos artigos do Blog do Planalto.

-