Portal do Governo Brasileiro

Tamanho da fonte:


Quinta-feira, 23 de outubro de 2014 às 12:13

Obras da Ferrovia Transnordestina atraem trabalhadores de outros estados

As obras dos três novos trechos da Ferrovia Transnordestina no Ceará abrirão cerca de 2,4 mil postos de trabalho e, por isso, já está atraindo a atenção de muita gente da região e também de outras partes do país. É o caso do motorista de caminhão Manoel Marcelo da Cunha, de Itajá (RN). Ele recebeu um convite para trabalhar na Transnordestina depois de participar da obra do aeroporto de São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte.

Pac_Ferrovia_Transnordestina_trabalhador

Manoel da Cunha trabalhou como caminhoneiro na construção de aeroporto no Rio Grande do Norte e agora está no Ceará para a obra da ferrovia Transnordestina. Foto: Ministério do Planejamento.

“Meu contrato estava para acabar, a obra também, mas aí recebi um convite para trabalhar aqui na Transnordestina. Fiquei muito feliz”, conta Manoel. Ele diz que compensa a saudade e distância da esposa e do filho, que ficaram em Itajá, com muitos planos para o futuro. “Vou juntar um dinheiro para conseguir comprar um carrinho e poder colocar meu filho de seis anos num bom colégio quando ele crescer.”

A divulgação das oportunidades de emprego é feita em cada localidade em que há obra. Segundo Renan Carvalho, diretor de infraestrutura da empreiteira contratada para construção dos trechos, trabalhadores que atuaram em outros empreendimentos também são aproveitados. “Nesta obra do Ceará tem trabalhadores que atuavam nas obras do porto do Pecém e Cinturão das Águas, por exemplo.”

A Trasnordestina conta também com muitos trabalhadores que vivem nos municípios próximos. No caso dos trechos iniciados recentemente no Ceará, muitas vagas serão ocupadas por moradores de Aurora, Lavras da Mangueira, Missão Velha, Icó, Cedro e Iguatu. Quando estiver completa, a ferrovia passará por 29 municípios dos estados de Pernambuco, Ceará e Piauí. Atualmente, emprega cerca de 3 mil pessoas nos trechos que estão em construção no Piauí e em Pernambuco.

Fonte: PAC.

Terça-feira, 21 de outubro de 2014 às 15:11

Presidenta Dilma visita nova fábrica automotiva que vai gerar 8 mil empregos diretos

As instalações da nova unidade industrial da Fiat Chrysler Automóveis em Pernambuco recebem, nesta terça-feira (21), a visita da presidenta Dilma Rousseff. O grupo está investindo R$10 bilhões e a fábrica comporá o Polo Automotivo de Goiana que, ao atingir capacidade de produção de 250 mil veículos/ano, gerará 8 mil empregos diretos.

Nova planta industrial do Grupo Fiat Chrysler terá capacidade de produção de 250 mil veículos/ano. Foto: divulgação.

Nova planta industrial do Grupo Fiat Chrysler terá capacidade de produção de 250 mil veículos/ano. Foto: divulgação.

A fábrica está sendo instalada em terreno com 11 milhões de m² no município de Goiana, a 62 km do Recife e a 52 km de João Pessoa, na região conhecida como Mata Norte de Pernambuco. As obras, iniciadas em setembro de 2012, estão com 85% de execução e tem previsão de início da produção para o primeiro trimestre de 2015. A planta industrial será a mais moderna fábrica do Grupo Fiat Chrysler e um dos mais avançados centros de produção do mundo.

Na construção do polo automotivo são 4,5 mil contratados. Paralelamente, começa a ser formado o contingente de trabalhadores que operarão a fábrica. Já foram contratados 351 trabalhadores, dos quais 90% estão em treinamento. Há engenheiros e técnicos sendo treinados em fábricas no Brasil, Itália e Sérvia.

O projeto pretende absorver parte dos trabalhadores da construção civil (principalmente os residentes em Goiana e região) no contingente que operará a fábrica para prevenir o desemprego e proporcionar a trabalhadores o ingresso no polo automotivo.

A fábrica será um polo irradiador de capacitação de mão de obra voltada a produzir automóveis, projetá-los e desenvolvê-los. Por seu poder irradiador sobre a economia, o polo automotivo projetará seus efeitos em toda a Zona da Mata Norte em Pernambuco, através da geração de riquezas, de renda, de capacitação, de emprego, de melhoria da infraestrutura, da oferta de educação, da expansão da prestação de serviços, entre outros.

Segunda-feira, 20 de maio de 2013 às 15:32

Cidades-sede da Copa das Confederações já estão com arenas prontas para o evento

Presidenta Dilma Rousseff; o governador de Pernambuco, Eduardo Campos; e o ministro do Esporte, Aldo Rebelo; durante o primeiro evento-teste da Arena Pernambuco. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Presidenta Dilma Rousseff; o governador de Pernambuco, Eduardo Campos; e o ministro do Esporte, Aldo Rebelo; durante o primeiro evento-teste da Arena Pernambuco. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

A presidenta Dilma Rousseff participou, nesta segunda-feira (20), do primeiro evento-teste da Arena Pernambuco, em Recife. Times formados por operários, em dois tempos de 20 minutos, estrearam o gramado do sexto e último estádio da Copa das Confederações. Concebida para ser multiuso, a arena terá, por ano, 70 datas reservadas ao futebol, recebendo também eventos de outros esportes, além de shows, feiras e convenções.

» Veja a cobertura do Portal da Copa sobre o novo estádio

Construído em São Lourenço da Mata, região metropolitana de Recife, o estádio tem capacidade para 46.106 espectadores, com assentos individuais e rebatíveis, área vip com 102 camarotes e 1,6 mil lugares. Conta ainda com dois telões de LED que medem 77,4 m², cada um, com 281 trilhões de cores e 20 mm de distância entre pixels.

A arena recebeu investimento de R$ 532 milhões, com R$ 400 milhões de financiamento federal via BNDES. São 128 mil m² de área construída, divididos em seis pavimentos. Durante a Copa das Confederações, em junho, a arena receberá Espanha x Uruguai, dia 16, Itália x Japão, dia 19, e Uruguai x Taiti, dia 23. Já na Copa do Mundo, em 2014, serão cinco jogos.

Segunda-feira, 20 de maio de 2013 às 15:30

Infográfico mostra os detalhes da Arena Pernambuco

info_PE-580

Segunda-feira, 20 de maio de 2013 às 10:15

Dilma entrega navio petroleiro “Zumbi dos Palmares”, em Pernambuco

A presidenta Dilma Rousseff participa, nesta segunda-feira (20), às 11h30, em Ipojuca, de cerimônia que marca o início das operações do petroleiro “Zumbi dos Palmares”. No evento, serão entregues os documentos oficiais do navio e bandeiras à tripulação. O navio é a quinta embarcação do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef) entregue à Transpetro, braço de logística da Petrobras, em um período de 18 meses.

Promef e a indústria naval brasileira

O Promef, que faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), encomendou 49 embarcações a estaleiros nacionais, garantindo as bases para o ressurgimento da indústria naval brasileira. O programa também possibilitou a abertura de novos estaleiros e a modernização dos já existentes, criando oportunidades de trabalho para milhares de brasileiros e um novo polo naval no Nordeste.

Criado em 2004, o Promef segue três premissas: construir navios no Brasil, ter índice de no mínimo 65% de conteúdo nacional e atingir competitividade internacional. Com cerca de R$ 11 bilhões em investimentos, três novos estaleiros foram viabilizados devido às encomendas do Promef, que já capacitou mais de seis mil trabalhadores, apenas em Pernambuco, e gerou 54 mil empregos.

Segunda-feira, 20 de maio de 2013 às 10:14

Zumbi dos Palmares e as etapas de construção de um navio

O navio petroleiro Zumbi dos Palmares, que parte, nesta segunda (20), para sua primeira viagem, é do tipo suezmax para o transporte de óleo cru e tem capacidade para estocar a metade da produção diária brasileira: um milhão de barris. A embarcação tem 274,20 metros de comprimento total – maior que dois campos oficiais de futebol – e 51,6 metros de altura – mais alto do que o Cristo Redentor. Na construção do Zumbi dos Palmares foram utilizadas mais de 21 toneladas de aço, 860 toneladas de acessórios para o casco, 500 mil litros de tinta e mais de 110 mil metros de cabos elétricos.

Confira, no infográfico abaixo, as fases de construção de um navio:

info_etapas_13052013-580

Clique e aumente a imagem (.pdf)

Segunda-feira, 20 de maio de 2013 às 6:00

Agenda: entrega do navio Zumbi dos Palmares e teste na Arena Pernambuco

Agenda presidencialNesta segunda-feira (20), a presidenta Dilma Rousseff cumpre agenda em Pernambuco. Às 11h30, participa de cerimônia alusiva à primeira viagem do navio petroleiro Zumbi dos Palmares, no Porto de Suape, em Ipojuca. Após o evento, às 13h30, a presidenta almoça com operários que trabalharam na construção do navio, no Estaleiro Atlântico Sul.

Na parte da tarde, Dilma estará em Recife, onde participa do primeiro evento-teste de futebol na Arena Pernambuco, às 15h30, com uma partida entre times formados por operários do empreendimento. Com capacidade para 56 mil pessoas, o estádio completa a lista das seis sedes da Copa das Confederações que já viram a bola rolando.

Segunda-feira, 25 de março de 2013 às 10:17

Em Pernambuco, Dilma entrega primeiro trecho de Adutora, retroescadaveiras e ônibus escolares

Em viagem a Serra Talhada (PE), nesta segunda-feira (25), a presidenta Dilma Rousseff visitará a Estação de Tratamento de Água Cachoeira II, do Sistema Adutor Pajeú, cujo primeiro trecho será inaugurado em cerimônia após a visita.

Durante o evento também serão entregues 22 retroescavadeiras, adquiridas pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), com um investimento de R$ 3,8 milhões. Agora, são 68 municípios pernambucanos beneficiados com os novos equipamentos, que serão utilizados para reestruturar estradas vicinais.

Ônibus escolares

Ainda será feita a entrega de ônibus escolares a municípios do sertão pernambucano. Até junho, 29 prefeituras da região serão contempladas pelo programa Caminho da Escola, criado em 2007, e que tem como objetivo renovar a frota de veículos de transporte escolar, garantindo segurança e contribuindo para o acesso e permanência dos alunos nas escolas da rede pública da educação básica.

Segunda-feira, 25 de março de 2013 às 9:47

Adutora Pajeú já beneficia mais de 90 mil famílias em Pernambuco

Serão entregues nesta segunda-feira (25), em cerimônia com a presença da presidenta Dilma Rousseff, em Serra Talhada (PE), os primeiros 118 km do Sistema Adutor Pajeú, que vai de Floresta a Serra Talhada. Esse primeiro trecho já beneficia cerca de 90 mil famílias e evitou que a região sofresse os efeitos da forte estiagem deste ano.

Após a sua conclusão, com um investimento de R$ 547 milhões, os 598 km de extensão da Adutora vão captar água do Rio São Francisco e do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco e atenderão 400 mil pessoas, em 21 municípios de Pernambuco e oito da Paraíba. O restante da primeira etapa (79 km) está previsto para ser entregue até o início do segundo semestre.

Segunda-feira, 25 de março de 2013 às 6:00

Agenda: entrega de trecho de sistema adutor em Serra Talhada (PE)

Agenda presidencialA presidenta Dilma Rousseff participa, nesta segunda-feira (25), às 10h45, da cerimônia de entrega do trecho Floresta-Serra Talhada do Sistema Adutor Pajeú e de 22 máquinas retroescavadeiras a municípios do estado de Pernambuco, em Serra Talhada (PE). Em seguida, às 13h, ela parte para o Rio de Janeiro, e, em Petrópolis, às 17h, vai à missa em intenção das vítimas dos deslizamentos de terra. Ainda participa de reunião, às 18h30, na prefeitura, antes de partir para Durban, na África do Sul, às 23h.

Tweets

Instagram

Por e-mail

Receba os artigos do Blog do Planalto diariamente por e-mail preenchendo os campos abaixo:

Digite o seu e-mail:


Um e-mail de confirmação do FeedBurner&trade será enviado para você! Confirme no link que será enviado para o seu e-mail para receber os últimos artigos do Blog do Planalto.

-