Portal do Governo Brasileiro

Tamanho da fonte:


Sexta-feira, 28 de agosto de 2015 às 18:54

Prioridades do governo são retomada do crescimento e redução da inflação, garante Dilma

A presidenta Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira (28), durante entrega de 2,7 mil residências do Programa Minha Casa Minha Vida, que as prioridades do governo são a retomada do crescimento do país e a redução da inflação. Dessa forma, disse, serão protegidos o emprego e a renda do trabalhador.

A presidenta disse também que é compromisso do governo garantir a continuidade das políticas públicas que nos últimos anos foram responsáveis pela melhoria na qualidade de vida dos brasileiros. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

A presidenta disse também que é compromisso garantir a continuidade de políticas públicas que melhoraram a qualidade de vida dos brasileiros nos últimos anos. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

“Sei que nós hoje, no Brasil, estamos passando dificuldades. Muitos de vocês acham que a situação está incerta, que a inflação ainda está alta, têm medo de perder o emprego. Eu quero dizer para vocês que o meu governo pensa em duas coisas. Em como aumentar o emprego, garantir que o país volte a crescer, primeira coisa. Segunda coisa, em reduzir a inflação, porque nós sabemos que a inflação corrói a renda do trabalhador, a renda do empreendedor.”

A presidenta reafirmou que o Brasil é um país forte que vai crescer, vai superar as dificuldades, que são momentâneas, sem retroceder nas conquistas que a Democracia permitiu. “Temos muito o que preservar, nós conquistamos muita coisa”, ressaltou. “Não vamos deixar haver retrocesso nesse país. Nem no que se refere aos programas nem no que se refere à questão da Democracia.”

E Dilma falou também que é compromisso do governo garantir a continuidade das políticas públicas que nos últimos anos foram responsáveis pela melhoria na qualidade de vida dos brasileiros.

“Nós não vamos abrir mão das políticas que têm ajudado o povo brasileiro a melhorar de vida. O Minha Casa Minha Vida, o Bolsa Família. O Prouni, que garantiu, como dizia o pessoal, que a filha do pedreiro pode virar doutora. Garantir também o Fies; o Pronatec, que cria oportunidade de emprego, porque é um programa a favor do emprego, porque forma os jovens trabalhadores desse país; o Pronaf, que é o programa para a agricultura familiar, que também vai continuar.”

Em especial, falou sobre o Mais Médicos, programa responsável por levar atendimento médico a 63 milhões de pessoas antes desassistidas. “Tem um especial que eu tenho um carinho imenso, é o Mais Médicos. Porque no Brasil tinha municípios que não tinham nenhum médico, nem unzinho. Esse foi o primeiro passo para garantir que as pessoas tivessem acesso à saúde”.

Sexta-feira, 28 de agosto de 2015 às 18:24

Minha Casa Minha Vida garante moradia a mais de 500 mil beneficiários do Bolsa Família

Durante entrega simultânea de 2.701 moradias do Programa Minha Casa Minha Vida em Caucaia (CE), nesta sexta-feira (28), a presidenta Dilma Rousseff comemorou a marca de 515 mil casas destinadas a beneficiários do Bolsa Família. Segundo a presidenta, o número alcançado é mais uma prova do sucesso do programa habitacional.

Dilma também destacou que a meta do governo é continuar a garantir casas para a população e que até o final de 2018 um total de 27 milhões de pessoas deverão ser beneficiadas. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Dilma destacou que a meta do governo é continuar a garantir casas para a população e que até o final de 2018 um total de 27 milhões de pessoas serão beneficiadas. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

“Hoje, ao entregar essas casas, é importante que vocês saibam que nós atingimos uma marca muito forte, 500 mil dessas casas são para pessoas que recebiam Bolsa Família, ou seja, para aquelas pessoas, do Brasil, mais pobres. Dentre as pobres, as mais pobres. É um momento de comemoração”, afirmou a presidenta.

Dilma também destacou que a meta do governo federal é continuar a garantir casas para a população e que até o final de 2018 um total de 27 milhões de pessoas deverão ser beneficiadas com moradia digna.

“Nós queremos fazer mais casas e, o nosso objetivo é fazer mais três milhões de casas. Com isso nós chegaremos a mais de seis milhões. Vai ter no Brasil, até 2018, com muito esforço, em torno de 27 milhões de pessoas com a casa própria”, assegurou Dilma.

A presidenta lembrou do início do programa, em que a meta estabelecida foi considerada ousada. “Àqueles que diziam que não ia acontecer o Minha Casa Minha Vida, hoje nós estamos dando uma boa resposta. Está aí o Minha Casa Minha Vida, estão aí vocês dentro dessas casas”, salientou.

Sexta-feira, 28 de agosto de 2015 às 18:03

“É uma alegria ver a emoção das famílias que realizam o sonho da casa própria”, diz governador

O governador do Ceará, Camilo Santana, destacou, nesta sexta-feira (28), a oportunidade que o Programa Minha Casa Minha Vida tem de tornar realidade o sonho da casa própria. Ele ressaltou também a tranquilidade que proporcionada às famílias contempladas.

O governador do Ceará, Camilo Santana, ao lado da presidenta Dilma durante entrega das chaves de empreendimento do Minha Casa Minha Vida no município de Caucaia. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

O governador do Ceará, Camilo Santana, ao lado da presidenta Dilma durante entrega das chaves de empreendimento do Minha Casa Minha Vida no município de Caucaia. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Camilo participou, junto com a presidenta Dilma Rousseff, da entrega simultânea de 2.701 moradias, que ocorreu nos municípios de Caucaia (CE), Fortaleza (CE), Maracanaú (CE), Castanhal (PA), Bom Conselho (PE) e Colinas do Tocantins (TO).

“Para mim é uma alegria ver a emoção das famílias de realizarem seus sonhos, que é ter uma casa própria para morar, ter um teto para colocar seus filhos, ter a segurança de sair do aluguel. Famílias que moravam em lugares insalubres, lugares em que não havia a menor possibilidade de morar com dignidade”, frisou.

Segundo Santana, esse é o sonho de muitas gerações que hoje se torna realidade. O município de Caucaia recebeu hoje mais 480 unidades habitacionais do programa. Ainda no estado do Ceará, foram entregues 368 empreendimentos do Residencial Cidade Jardim II, em Fortaleza, e 312 moradias, em Maracanaú, do Residencial Demócrito Dummar I. Ao todo, no estado, foram entregues mais de 55,7 mil unidades, beneficiando mais de 220 mil pessoas.

Em seu discurso, o governador falou sobre as obras que estão sendo realizadas no estado para resolver o problema da seca. Segundo ele, mesmo com os reservatórios baixos após quatro anos de seca, a região metropolitana não tem problema de abastecimento de água, graças a construção de 250 quilômetros de canais que trazem água à capital.

Além disso, o governador abordou também as obras da integração do Rio São Francisco, do trecho de Salgueiro (PE) a Jati (CE). “Se Deus quiser, a água do São Francisco vai chegar ao Ceará no segundo semestre do ano que vem”, mencionou.

Sexta-feira, 28 de agosto de 2015 às 17:10

“Além de ter casa, minha família também vai viver e comer melhor”

“Estava quase tirando (comida) da boca dos meninos para pagar aluguel”. A partir desta sexta-feira, o autônomo Aurílio Duarte, 40 anos, vai deixar de ter essa preocupação. O aluguel de R$ 350, pago com tanto sacrifício, cede lugar a uma prestação de R$ 36 do imóvel próprio. Ele recebeu a chave de uma das 2.701 moradias do programa Minha Casa Minha Vida entregues nesta sexta-feira (28) pela presidenta Dilma Rousseff.

29.08_MCMV

O autônomo Aurílio Duarte comemora a casa própria da família. Foto: Guilherme Rosa/ Blog do Planalto

Os empreendimentos foram entregues nos municípios de Caucaia (CE), Fortaleza (CE), Maracanaú (CE), Castanhal (PA), Bom Conselho (PE) e Colinas do Tocantins (TO).

Casado há 11 anos e pai de dois filhos, o beneficiário não contem a ansiedade para entrar em sua casa própria. “É emoção demais. Quase desmaiamos quando recebemos a ligação que seríamos contemplados. Isso tira a gente do sufoco. O que eu ganhar agora vai dar pra gente comer e viver melhor”, comenta.

Mãe de sete filhos, a dona de casa Ana Maria Brandão, 35 anos, vê a nova moradia como uma oportunidade de recomeço. “Essa casa vem como uma coisa boa. Um recomeço. Quero começar a vender merenda. Arrumar um trabalho”, planeja.

Aniversariante do dia, a empregada doméstica, Maria Lino, 43 anos, recebeu o presente adiantado. Há três meses ela recebeu as chaves da sua casa própria. Ela mora no empreendimento vizinho, José Lino da Silveira IV. “Esses três meses foram ótimos. Não tem mais aluguel atrasado. Pago R$ 25 pelo que é meu. Melhorou demais a vida da minha família. Foi nosso maior presente”, comemora.

Em todo o país, o Minha Casa Minha Vida já beneficiou mais de 9,2 milhões de pessoas, com a entrega de 2,3 milhões de moradias. Todas as unidades são divididas em dois quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço, com piso cerâmico em todos os ambientes. Além disso, atendendo às exigências de qualidade do MCMV, os empreendimentos são equipados com infraestrutura completa, pavimentação, redes de água, esgotamento sanitário, drenagem e energia elétrica.

Números
No estado do Ceará, foram entregues mais de 55,7 mil unidades, beneficiando mais de 220 mil pessoas. No Pará, o MCMV beneficiou mais de 208,9 mil pessoas com a entrega de 52,2 mil unidades habitacionais. Em Pernambuco, já foram beneficiadas mais de 283,7 mil pessoas com a entrega de mais de 70,9 mil unidades. Já no Tocantins, foram beneficiadas mais de 52,5 mil pessoas com a entrega de 13,1 mil moradias.​

Sexta-feira, 28 de agosto de 2015 às 12:53

Entrega do Minha Casa beneficia mais de 10 mil pessoas no Norte e no Nordeste

Mais de 10 mil pessoas serão beneficiadas, nesta sexta-feira (28), pelo Programa Minha Casa Minha Vida, com a entrega de 2.701 moradias nos municípios de Caucaia (CE), Fortaleza (CE), Maracanaú (CE), Castanhal (PA), Bom Conselho (PE) e Colinas do Tocantins (TO). Os empreendimentos são destinados a famílias com renda de até R$ 1,6 mil. A presidenta Dilma Rousseff participa em Caucaia do evento de entrega simultânea nas cidades contempladas.

Serão beneficiadas 2.701 famílias nos municípios de Caucaia (CE), Fortaleza (CE), Maracanaú (CE), Castanhal (PA), Bom Conselho (PE) e Colinas do Tocantins (TO). Foto: Guilherme Rosa/Blog do Planalto

Serão beneficiadas 2.701 famílias nos municípios de Caucaia (CE), Fortaleza (CE), Maracanaú (CE), Castanhal (PA), Bom Conselho (PE) e Colinas do Tocantins (TO). Foto: Guilherme Rosa/Blog do Planalto

Uma das pessoas beneficiadas é a bordadeira Alexandra Araújo Gomes, 30 anos. Ela e seus três filhos vão deixar de viver de favor na casa de um parente para morar com outras 480 famílias no Residencial José Lino da Silveira, em Caucaia. “Eu vou morar lá, vou pagar pouco. Daqui a dez anos vou ter quitado a minha casa. É o que todo mundo quer. É o sonho de todo mundo. E agora eu vou receber as chaves, graças a Deus”, comemora. “Antes eu morava em um cômodo só, agora vou ter o quarto dos meus filhos e o meu próprio quarto”, completa.

Além das unidades de Caucaia, o evento dessa sexta vai entregar , ainda no estado do Ceará, outras 368 unidades do Residencial Cidade Jardim II serão, em Fortaleza, e 312 unidades, em Maracanaú, do Residencial Demócrito Dummar I. Em Castanhal (PA), mil famílias serão contempladas com casas dos Residenciais Japiim I e II. Já no estado do Tocantins, 400 moradias serão concedidas aos beneficiários dos Conjuntos Estrela do Norte I e II.

Em todo o país, o Minha Casa Minha Vida já beneficiou mais de 9,2 milhões de pessoas, com a entrega de 2,3 milhões de moradias. Para o Superintendente Nacional da região Nordeste da Caixa, Luiz Antônio de Souza, “esse é mais um passo dado no sentido de cumprir esse grande objetivo que é levar moradia para quem está precisando, e realmente as pessoas mais carentes têm sido beneficiadas com o programa”.

Todas as unidades são divididas em 2 quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço, com piso cerâmico em todos os ambientes. Além disso, atendendo às exigências de qualidade do MCMV, os empreendimentos são equipados com infraestrutura completa, pavimentação, redes de água, esgotamento sanitário, drenagem e energia elétrica.

Números
No estado do Ceará, foram entregues mais de 55,7 mil unidades, beneficiando mais de 220 mil pessoas. No Pará, o MCMV beneficiou mais de 208,9 mil pessoas com a entrega de 52,2 mil unidades habitacionais. Em Pernambuco, já foram beneficiadas mais de 283,7 mil pessoas com a entrega de mais de 70,9 mil unidades. Já no Tocantins, foram beneficiadas mais de 52,5 mil pessoas com a entrega de 13,1 mil moradias.​

Sexta-feira, 28 de agosto de 2015 às 8:00

Minha Casa Minha Vida, Dialoga Ceará, encontro com empresários e governadores do Nordeste

Agenda presidencial

Nesta sexta-feira (28), a presidenta Dilma Rousseff cumpre extensa agenda no Ceará. A partir das 14h30, no município de Caucaia, ela participa da entrega simultânea de unidades habitacionais construídas pelo Programa Minha Casa Minha Vida.

Ao final da cerimônia, a presidenta se desloca para Fortaleza, onde participa de encontro com empresários e em seguida, a partir das 18h30, estará na edição cearense do Dialoga Brasil.

Encerrando os compromissos do dia, Dilma participa de jantar com governadores dos estados do Nordeste e retorna a Brasília.

Terça-feira, 25 de agosto de 2015 às 16:51

Papel do governo é dar oportunidades iguais para todos, afirma presidenta Dilma

"No passado, dificilmente se conseguiria realizar o sonho da casa própria pelo o qual tanto tanto se esforçaram”, disse a presidenta. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

“No passado, dificilmente se conseguiria realizar o sonho da casa própria pelo o qual tanto tanto se esforçaram”, disse a presidenta. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR


A presidenta Dilma Rousseff destacou, nesta terça-feira, a inédita entrega hoje, em Catanduva, de um residencial do Minha Casa Minha Vida com infraestrutura comunitária completa: escola, creche, posto de saúde e posto policial. No total, 1.237 moradias do Programa, no residencial Nova Catanduva I, em Catanduva, interior paulista.

Além da estrutura básica – drenagem, pavimentação, iluminação pública e esgotamento sanitário –, comum a todos os empreendimentos do MCMV, o residencial foi inaugurado com creche, escola, unidade básica de saúde e posto policial.

Segundo a presidenta, o sonho da casa própria é possível graças aos esforços do governo, mas também dos cidadãos. “No passado, dificilmente se conseguiria realizar o sonho da casa própria pelo o qual tanto vocês lutaram, tanto se esforçaram. Porque se fosse tomar um empréstimo nos bancos, a prestação não iria caber na renda”, afirmou Dilma, que também salientou: “O papel de um governo não é achar que fez tudo para as pessoas. Não reconhecer que numa família o rapaz, por exemplo, que chega numa faculdade, que consegue um emprego técnico, que faz um curso técnico. Ele conseguiu aquilo pelo seu esforço”.

A presidenta também salientou a importância da família no âmbito do programa.“O Minha Casa Minha Vida não é só formado por telhas, janelas, tijolos, paredes, azulejos, cerâmicas. É, sobretudo, formado pela força que é a base de qualquer sociedade, que é a força da família”, comentou.

Outro diferencial do residencial é o aquecimento solar térmico. Além disso, os métodos construtivos utilizados nas casas favorecem a economia de energia e o consumo consciente. A presidenta ressaltou que essa “água quente é importante porque a pessoa não vai pagar conta de luz com ela”.

Ao entregar as moradias, Dilma enfatizou que o MCMV cumpre “o papel do governo de dar oportunidades iguais para todas as pessoas. A creche de qualidade é importante porque ataca a raiz de desigualdade que é a diferença de oportunidades desde que a pessoa nasce”.

A presidenta destacou a importância da parceria entre os governos federal, estadual e municipal para que as construções do Minha Casa Minha Vida sejam ainda mais completas

Cada residência custa cerca de R$ 70 mil. O governo federal custeia em torno de R$ 55 mil, enquanto o governo estadual participa com R$ 15 mil. As prefeituras ficam responsáveis pelos empreendimentos que garantem sustentabilidade, ou seja, esgoto, água tratada entre outros.

Terça-feira, 25 de agosto de 2015 às 11:15

Meus filhos terão casa, estudo e um futuro melhor, diz beneficiária do Minha Casa Minha Vida

Judie Marielly Biazotto tem 30 anos de idade e é mãe de dois filhos. A mais nova, Maria Júlia, tem paralisia cerebral e precisa de cuidados especiais, o que impede a mãe de trabalhar. Ela mora nos fundos da casa da avó em um bairro da periferia de Catanduva.

Judie Biazotto, que recebe as chaves da casa própria, já tem escola e creche dentro do condomínio para os filhos. Foto: Adriana Machado/Blog do Planalto

Judie Biazotto, que recebe as chaves da casa própria, já tem escola e creche dentro do condomínio para os filhos. Foto: Adriana Machado/Blog do Planalto

Mas a história de Judie tem um novo capítulo a partir desta terça-feira, quando ela vai receber as chaves de sua casa no residencial Nova Catanduva I. O filho mais velho vai estudar na escola construída dentro do condomínio e a menina já tem vaga garantida na creche.

Ela diz que a partir de agora os filhos terão maior segurança e qualidade de vida e que sonha com um futuro melhor para eles. “O residencial é lindo, adorei a casa e lá meus filhos terão espaço. Meu filho adora jogar futebol e aqui perto de onde a gente mora não dá. A Maria Júlia precisa se movimentar e lá tem pista de caminhada para ela usar o andador. Estou muito ansiosa para mudar”, diz.

A ansiedade é tanta que nem uma recente cirurgia de apendicite compromete os planos de se mudar imediatamente para a nova casa. “Minhas coisas já estão embaladas, prontas pra mudar. Vou pedir ajuda da minha mãe, do meu irmão, mas quero ir logo pra minha casa. Nunca pensei que chegaria esse dia”, conta Judie.

Para ela, a casa própria é a certeza de um futuro melhor para os filhos. “Minha família me ajuda muito, mas com certeza é diferente você ter um lugar só seu, para dar conforto para os seus filhos. Eu tenho certeza que vamos ser muito felizes”, afirma.

Grande conquista
Maria Glandisvânia Marinho de Jesus enfrentou muitas dificuldades na vida. Criou os filhos praticamente sozinha, sofreu violência doméstica e até já foi despejada de uma das casas onde morou. Contemplada com uma unidade no residencial Nova Catanduva I, ela comemora a conquista da casa própria.

“Essa casa é uma grande conquista e uma grande vitória na minha vida”, garante Vânia, como prefere ser chamada. “Antes, eu pagava aluguel e não sobrava quase nada para o resto. Posso dizer que passei muita dificuldade. Não cheguei a passar fome, mas muita gente me ajudou, porque com quatro filhos é muito mais difícil”, afirma.

Atualmente, Vânia e os filhos moram em uma casa alugada, mas o irmão dela e o namorado ajudam a pagar. Na casa nova, Vânia vai dispor de transporte, escola e creche para as crianças. A caçula já vai ficar na creche a partir da próxima semana. “Acho que até eu vou voltar a estudar”, acredita Vânia.

 

Terça-feira, 25 de agosto de 2015 às 10:55

Residencial do Minha Casa Minha Vida em São Paulo oferece estrutura inédita para moradores

O Residencial Nova Catanduva I, que será inaugurado nesta terça-feira (25) pela presidenta Dilma Rousseff, pode ser considerado um bairro planejado no município do interior paulista. Construído em um prazo recorde de 14 meses, o empreendimento com 1.237 casas possui completa infraestrutura de drenagem, pavimentação, iluminação pública, esgotamento sanitário. Mas além da estrutura básica comum a todos os empreendimentos do Minha Casa Minha Vida, o residencial será inaugurado com os chamados equipamentos comunitários, que são: creche, escola, Unidade Básica de Saúde e posto policial. Do total investido no residencial, R$ 4,4 milhões foram destinados à construção dos equipamentos comunitários.

O Residencial Nova Catanduva I é equipado com creche, escola, unidade básica de saúde e posto policial. Do total investido no residencial, R$ 4,4 milhões foram destinados à construção dos equipamentos comunitários. Fotos: Ronaldo Junior/PR

O Residencial Nova Catanduva I é equipado com creche, escola, unidade básica de saúde e posto policial. Foram investidos R$ 4,4 milhões na construção dos equipamentos comunitários. Fotos: Ronaldo Junior/PR

O Residencial Nova Catanduva I é o primeiro empreendimento entregue com todos os equipamentos comunitários, mas o vice-presidente de habitação da Caixa Econômica Federal, Teotonio Rezende, adianta que a terceira fase do Programa Minha Casa Minha Vida deverá estabelecer a construção dos equipamentos como itens obrigatórios. “O município tem um empreendimento exemplar, e construiu dentro dos recursos normais do Programa. Na terceira fase devemos estabelecer 6% do valor para equipamentos comunitários”, antecipa Teotonio.

Segundo o diretor de obras da construtora responsável pelo residencial, José Stuki Júnior, logo após a inauguração tudo estará em perfeito funcionamento. “Na quarta-feira a creche, a escola e a UBS já estarão funcionando para atender aos moradores”, explica.

Ele também detalha que os métodos construtivos usados no empreendimento favorecem economia de energia e consumo consciente. “O diferencial nessas unidades são os aquecedores solares, com foco em economia de energia. Você não ter o uso do chuveiro elétrico e sim do aquecedor solar é uma economia significativa na habitação. Além disso, o sistema convencional, de blocos, com todas as paredes revestidas de reboco, não existe hoje um sistema termoacústico melhor do que isso. Nós vivemos em uma região muito quente e isso é um conforto térmico muito grande para as famílias. Além disso, tudo foi feito dentro do custo estabelecido pelo Programa, com total qualidade, e todos os itens que constavam em projeto foram cumpridos”, assegura Stuki.

Equipamentos comunitários
A creche construída no Residencial Nova Catanduva I terá capacidade inicial para receber 151 crianças. A escola de educação infantil vai iniciar as atividades oferecendo 115 vagas. Já a Unidade de Saúde da Família terá capacidade para atendimento de até seis mil pessoas, com equipe formada por médico, enfermeiro, auxiliares de enfermagem, dentista, farmacêutico, nutricionista, psicólogo e fisioterapeuta, além da equipe administrativa.

Lazer e dignidade para as famílias
Além dos itens previstos pelo Programa Minha Casa Minha Vida, o residencial também está equipado com quadras de futebol, parques, aparelhos de ginástica, pista para caminhada e outros benefícios. “Esse é o conceito que usamos para dar qualidade de vida, um lugar digno para as pessoas morarem”, afirma Stuki.

Terça-feira, 25 de agosto de 2015 às 8:00

Entrevista a rádios e entrega de casas pelo Minha Casa Minha Vida

Agenda presidencialNesta terça-feira (21), a presidenta Dilma Rousseff inicia sua agenda de trabalho às 8h30, quando concede, do Palácio da Alvorada, entrevista às rádios Morada do Sol, de Araraquara (SP), e Difusora Ondas Verdes, de Catanduva (SP).

Mais tarde, às 10h, Dilma chega ao estado de São Paulo para entregar unidades habitacionais do Residencial Nova Catanduva I pelo Programa Minha Casa Minha Vida. A cerimônia será às 11h e, além da entrega em Catanduva (SP), há entregas simultâneas em Araraquara (SP), Araras (SP) e Mauá (SP).

Às 12h50, Dilma encerra sua agenda em São Paulo e retorna para Brasília.

*Agenda sujeita a alterações ao longo do dia. Para mais detalhes e atualizações, acesse o Portal Planalto.

Tweets

Instagram

Por e-mail

Receba os artigos do Blog do Planalto diariamente por e-mail preenchendo os campos abaixo:

Digite o seu e-mail:


Um e-mail de confirmação do FeedBurner&trade será enviado para você! Confirme no link que será enviado para o seu e-mail para receber os últimos artigos do Blog do Planalto.

-