Portal do Governo Brasileiro

Tamanho da fonte:


Domingo, 27 de julho de 2014 às 11:00

Brasil proporá tarifa zero entre países do Mercosul, Colômbia, Chile e Peru

O Brasil proporá, terça-feira (29), em Caracas, na reunião dos presidentes dos cinco países-membros do Mercado Comum do Sul (Mercosul), a redução a zero das tarifas de importação de produtos entre o bloco e a Colômbia, o Peru e o Chile. Apesar de não pertencerem ao bloco, os três países mantêm acordos de redução de tarifas com os membros do Mercosul.

De acordo com o vice-secretário-geral da América do Sul, Central e do Caribe do Ministério das Relações Exteriores, Antônio Simões, o bloco já tem acordos de redução de tarifas de importação, a chamada desgravação tarifária. A intenção do governo é antecipar a vigência da tarifa zero.

“São acordos que têm, de um lado, o Mercosul e, do outro, a Colômbia, o Peru e o Chile e existem acordos entre eles. A proposta é que, nos acordos que já existem, que foram assinados e estão em vigor – entre Mercosul e Peru, entre Mercosul e Chile e entre Mercosul e Colômbia – antecipar o final do acordo, antecipar a vigência da tarifa zero. Hoje, conforme o que foi assinado, a tarifa zero viria no final de 2019. Nós propomos antecipar para o final deste ano,” explicou o embaixador.

Caso os países do Mercosul concordem com a proposta, o passo seguinte será realizar uma reunião do bloco com cada um dos três países. Essa proposta, que já foi discutida anteriormente, voltará à pauta nesta reunião, disse Simões. “O Brasil levantou esses pontos e os três países já manifestaram o desejo de trabalhar na liberalização do comércio. É claro que vamos ver como fica isso para os demais países do Mercosul e depois para os demais países com os quais queremos trabalhar.”

Colômbia Peru e Chile integram a Aliança do Pacífico, bloco comercial que inclui ainda o México e a Costa Rica. A proposta é realizar uma reunião com a Aliança do Pacífico antes de dezembro. O Mercosul tem também acordos de liberalização comercial com a Bolívia e o Equador.

Segundo o embaixador, o interesse do Brasil em antecipar a redução das tarifas explica-se pelo aumento no comércio com os três países e por envolver produtos manufaturados. “De 2002 a 2013, por exemplo, o comércio com a Colômbia aumentou 300%, com o Peru, 389%, e com o Chile, 200%”, informou Simões. “É um comércio importante porque envolve produtos manufaturados. Que são de alto valor agregado, que rendem empregos com carteira assinada.”

A 46ª Cúpula do Mercosul também marca o retorno do Paraguai ao bloco regional, do qual o país tinha sido suspenso em 2012. Na época, os outros membros do Mercosul (Argentina, Brasil e Uruguai) questionaram a rapidez com que o Congresso paraguaio destituiu o então presidente Fernando Lugo, que teve apenas duas horas para se defender das acusações de mau desempenho no cargo. Em seu lugar, assumiu o vice-presidente, Federico Franco, mas, durante dele, o Paraguai ficou sem voz e sem voto no Mercosul.

Além dos presidentes do Brasil, Dilma Roussef, da Argentina, Cristina Kirchne, do Paraguai, Horacio Cartes, do Uruguai, José Mujica, e da Venezuela, Nicolás Maduro, estará presente o presidente da Bolívia, Evo Morales, cujo país está associado ao bloco e em processo de incorporação como membro pleno.

Fonte: EBC.

Sexta-feira, 18 de julho de 2014 às 17:29

Acordo Mercosul-União Europeia é tema de encontro entre Dilma e Durão Barroso

Presidenta Dilma Rousseff  durante encontro no Palácio da Alvorada com o senhor José Manuel Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Presidenta Dilma Rousseff durante encontro no Palácio da Alvorada com o senhor José Manuel Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

A presidenta Dilma Rousseff recebeu nesta sexta-feira (18), no Palácio da Alvorada, José Manuel Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia – braço executivo da União Europeia. Os dois presidentes conversaram sobre as relações Brasil-União Europeia e sobre a necessidade de consolidação das negociações comerciais Mercosul-União Europeia. Também consideraram temas da atualidade internacional, como a situação em Gaza e na Ucrânia.

Durão Barroso aproveitou a ocasião para elogiar a organização da “bem sucedida Copa do Mundo, que qualificou de “uma grande festa do esporte e da união entre os povos”. Cumprimentou também o Brasil pela realização da Cúpula do Brics, em especial pela criação do novo banco de desenvolvimento, o New Development Bank (NDB).

Dilma elogiou a atuação de Durão Barroso na presidência da Comissão Europeia e desejou êxito ao próximo presidente, Jean-Claude Juncker, que assumirá em outubro próximo.

Segunda-feira, 22 de abril de 2013 às 17:50

Dilma telefona para presidente eleito do Paraguai e deseja governo bem-sucedido

A presidenta Dilma Rousseff telefonou, no início da tarde desta segunda-feira (22), para o presidente eleito da República do Paraguai, Horacio Cartes, a fim de transmitir os cumprimentos pela vitória nas eleições presidenciais do último domingo naquele país. Dilma desejou um governo bem-sucedido e ressaltou a disposição para recompor as relações bilaterais e do Paraguai com o Mercosul.

Horacio Cartes agradeceu o telefonema e disse estar pronto a trabalhar pela normalização das relações do Paraguai com o Brasil, e com os demais países da região. Manifestou também o interesse em conhecer melhor a experiência brasileira de combate à fome e à pobreza.

Quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 às 15:01

Brasil e União Europeia anunciam comissão para avaliar investimentos

Após a VI Reunião de Cúpula Brasil-União Europeia, com a participação dos presidentes do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, e da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, a presidenta Dilma Rousseff anunciou a criação de uma comissão para avaliar investimentos recíprocos. Ela ressaltou que o país já é o quinto maior investidor na EU. O bloco europeu é o maior parceiro comercial do Brasil.

“O plano de ação conjunta Brasil-União Europeia tem diretrizes para atuação em trinta diálogos setoriais, abrangendo política industrial e regulatória, ciência e tecnologia, educação, direitos humanos e serviços financeiros. (…) Definimos uma comissão bilateral para tratar sistematicamente das nossas relações, em especial da questão do investimento, com foco na questão da complementaridade”, afirmou.

Segundo a presidenta, durante o encontro foi debatida a proposta de acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia, que será um dos temas da reunião de cúpula entre o bloco europeu e a Comunidade dos Estados Latinoamericanos e Caribenhos (Celac), que será neste fim de semana no Chile. Dilma também manifestou preocupação com a situação no Oriente Médio e com os conflitos na Síria e no Mali.

“Nós, nos próximos dias, teremos uma reunião de alto nível entre o Mercosul e a União Europeia que nós consideramos estratégica. Naquele momento nós vamos ter a oportunidade de definir os próximos passos da negociação do acordo de associação. Acordo que seria muito importante para as duas regiões, e que deve buscar, dentro das relações comerciais, um equilíbrio das assimetrias”, defendeu.

Confira a íntegra

[podcast]http://blog.planalto.gov.br/wp-content/uploads/2013/01/prd0586@.mp3[/podcast]

Sexta-feira, 7 de dezembro de 2012 às 9:58

Antes de cúpula do Mercosul, Dilma recebe José Mujica, presidente do Uruguai

Antes do inicio da Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, que acontece nesta sexta-feira (7), em Brasília, a presidenta Dilma Rousseff recebeu, no Palácio do Planalto, o presidente do Uruguai, José Mujica. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Sexta-feira, 7 de dezembro de 2012 às 6:00

Agenda: Cúpula de chefes de Estado do Mercosul

Agenda presidencialA Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados e Fórum Empresarial do Mercosul acontece nesta sexta-feira (7), em Brasília, e começa às 9h, com o café da manhã de trabalho oferecido pela presidenta Dilma Rousseff aos chefes de estado do Mercosul, no Palácio do Itamaraty, em Brasília. Às 11h, será o momento da fotografia oficial dos chefes de Estado, que se reúnem a partir das 11h15. O encerramento está marcado para as 13h20. Em seguida, às 13h30, será oferecido almoço. Às 16h, Dilma recebe a presidenta da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, no Palácio da Alvorada, para encontro bilateral.

Quinta-feira, 6 de dezembro de 2012 às 20:08

Niemeyer recebe título de Cidadão Ilustre Post Mortem do Mercosul

Oscar NiemeyerO Mercosul concedeu, nesta quinta-feira (6), o título de Cidadão Ilustre Post Mortem (após a morte) ao arquiteto Oscar Niemeyer, que morreu na noite anterior, aos 104 anos. A homenagem foi prestada durante reunião dos ministros das Relações Exteriores do bloco, no Palácio do Itamaraty, em Brasília.

Em entrevista à imprensa, o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, lembrou que o Itamaraty foi projetado por ele e que a construção de Brasília não teria tido a mesma dimensão que teve, graças à sua arquitetura inovadora. “Brasília não seria o que é sem a criatividade e a capacidade dele”, afirmou.

A iniciativa foi uma proposta da delegação da Venezuela e teve apoio unânime dos demais países. “Esta reunião de hoje começou com um minuto de silêncio em homenagem ao arquiteto Oscar Niemeyer, responsável, inclusive por este edifício em que estamos agora”, relatou Patriota.

Durante o almoço oferecido pelo ministério às autoridades estrangeiras, Patriota citou mais uma vez o arquiteto, afirmando que ele foi “não só um brasileiro que nós honramos por sua criatividade, por seu talento, um representante de um humanismo muito presente na arte brasileira, mas também um cidadão profundamente comprometido com a integração regional.”

Quarta-feira, 28 de novembro de 2012 às 19:36

Dilma: nossa tarefa primordial deve ser trabalhar por uma mentalidade de negócios binacional

Segunda-feira, 19 de novembro de 2012 às 15:26

Dilma dá entrevista após encontro com primeiro-ministro espanhol Mariano Rajoy

[podcast]http://blog.planalto.gov.br/wp-content/uploads/2012/11/prd0525.mp3[/podcast]

Segunda-feira, 19 de novembro de 2012 às 10:05

Em encontro com primeiro-ministro espanhol, Dilma reforça importância do crescimento para solução da crise

Dilma se reuniu com o primeiro-ministro espanhol Mariano Rajoy no Palácio Moncloa. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Viagens internacionaisDilma Rousseff debateu, nesta segunda-feira (19), com o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, as relações bilaterais entre os dois países, que para a presidenta, vive um momento promissor. Para ela, as duas nações são sócias estratégicas. Em coletiva de imprensa ao final do encontro, Dilma reafirmou a intenção do governo brasileiro de colaborar com a solução da crise econômica internacional.

“O Brasil pode e deve contribuir para que haja mais crescimento econômico e solução para crise na Europa, que necessariamente passa pelo crescimento.(…) Eu considero que a combinação de austeridade e crescimento é a melhor maneira de superar os desafios colocados por uma crise. O baixo investimento aumenta o déficit. Políticas de distribuição de renda são compatíveis e até interdependentes”, defendeu.

Foram debatidos no encontro investimentos em infraestrutura no Brasil e a ampliação das parcerias em áreas estratégicas, como o avanço da integração na América do Sul e a importância da relação entre o Mercosul e a União Europeia para um aumento no comércio entre as duas regiões. A presidenta ainda citou o fato de a Espanha ser o 4º principal destino do programa Ciência Sem Fronteiras.

“Decidimos também aproveitar melhor o potencial de cooperação em ciência, tecnologia e inovação em domínios que abrangem a gestão de recursos hídricos, a cooperação industrial para a defesa, a indústria naval, a construção de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos, a nanotecnologia e a área de petróleo e gás”, detalhou.

Mariano Rajoy afirmou que o Brasil é “uma potência do presente” e que está no centro das atenções do mundo, com a realização de grandes eventos como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016. Assim como Dilma, Rajoy disse que os dois países têm uma relação estratégica e que as empresas espanholas estão  muito interessadas em trabalhar no país em obras de infraestrutura.

» Confira trechos da entrevista (transcrição)
[podcast]http://blog.planalto.gov.br/wp-content/uploads/2012/11/prd0525.mp3[/podcast]

Tweets

Portal da Copa

Portal da Copa

Instagram

Por e-mail

Receba os artigos do Blog do Planalto diariamente por e-mail preenchendo os campos abaixo:

Digite o seu e-mail:


Um e-mail de confirmação do FeedBurner&trade será enviado para você! Confirme no link que será enviado para o seu e-mail para receber os últimos artigos do Blog do Planalto.

-