Portal do Governo Brasileiro

Tamanho da fonte:


Terça-feira, 27 de outubro de 2015 às 19:18

Atletas militares comemoram vitória nos jogos mundiais e agradecem apoio do governo

A atleta Tatiane da Silva Antônio, jogadora do time que conquistou o bicampeonato de futebol feminino militar na Coreia do Sul, no início de outubro, ainda se emociona ao lembrar como ajudou a mudar o destino da partida que levou o Brasil à prorrogação e à conquista da medalha de ouro contra a França. “Foi uma coisa de Deus. Porque eu entrei no finalzinho e a primeira bola que eu peguei, que eu toquei, eu fiz o gol”.

Garantida a prorrogação, o jogo parecia ir para a decisão por pênaltis. Mas, no último minuto da prorrogação, a atacante Bárbara Chagas aproveitou uma jogada e deu um chute impensável para o fundo das redes das adversárias: o Brasil vencia a França por 2 a 1.

tatiane

Foto: RafaB/ Blog do Planalto

“Até agora a ficha não caiu ainda, daqui a pouco cai. Ainda não caiu e olha que faz mais de 20 dias já”, disse ela ao Blog do Planalto, pouco antes de ser recebida pela presidenta Dilma Rousseff, nesta terça-feira (27), no Palácio do Planalto, juntamente com os outros atletas que conquistaram medalhas nos 6° Jogos Mundiais Militares.

“É uma coisa única, você representar o seu país, é muito gratificante. Não tem preço, não tem dinheiro que pague”, conta Tatiane. Ela compara a emoção do jogo com o encontro de hoje, no Palácio do Planalto, com a presidenta da República. “É outro momento único também. Não é todo atleta que tem esse privilégio de visitar uma presidente do Brasil ou de qualquer país”.

Tatiane elogiou os esforços que vêm sendo feitos pelo Brasil para chegar bem nas competições internacionais. “Vem dando muito resultado. Espero que continue assim até o ano que vem, que vai ter Olimpíada no Rio”.

Final Brasil e França futebol feminino

Brasil ganhou medalha de ouro no futebol feminino com gol de virada no último minuto do jogo contra a França. Foto: Ministério da Defesa

Incentivo ao paratletismo
Com um amplo sorriso no rosto, o soldado André Luiz da Rocha Antunes, da Polícia Militar de São Paulo, ostentava durante a cerimônia no Palácio do Planalto a primeira medalha conquistada por um paratleta do Brasil nos Jogos Militares. A prata veio na prova de arremesso de peso, com a marca de 10,61 metros. “Fiquei muito feliz porque hoje eu sou reformado, então é como se eu estivesse voltando um pouco para a ativa. Graças a Deus, deu tudo certo. O segundo lugar na Coreia do Sul, foi muito bacana”.

DSC_2141.MOV.Quadro001

Foto: RafaB/ Blog do Planalto

Nascido em Taubaté (SP), André, aos 38 anos, já conquistou, antes dos Jogos Militares, a medalha de ouro no Circuito Caixa loterias e o recorde pan-americano em 2014; além da medalha de ouro e a quebra de recorde pan-americano no Open Internacional etapa São Paulo de 2014; a medalha de ouro e o recorde pan-americano no Circuito Caixa loterias de 2015; e a medalha de prata nos Jogos Parapan-americanos em Toronto em 2015.

Praticante de arremesso de peso, o soldado conta que está no esporte paraolímpico há dois anos, em competições nacionais e internacionais. Ele também destacou a importância do apoio das Forças Armadas, do Ministério da Defesa, em parceria com o Ministério do Esporte. “Acho importantíssimo, ainda mais para nós, paratletas. É mais uma quebra de paradigma, é mais uma porta que se abre e vai consolidando cada vez mais a força do Brasil no esporte mundial”.

A surpresa é que dá para ganhar, diz Tatilaine
Já a 3º sargento da Marinha Tatilaine Regina Valentim de Oliveira confessa estar surpresa por ser considerada a melhor atleta brasileira no mundial e conseguir três medalhas. “Para mim foi muito gratificante e estou feliz demais. Agora, deu mais vontade de treinar e vi que dá para ganhar – e esse é meu objetivo”.

Os pentatletas navais levaram três medalhas para o Brasil: uma de ouro por equipes masculino, uma de bronze por equipes feminino e uma de bronze no individual, justamente com a sargento Tatilaine Valentim de Oliveira.

Tatilaine comemora muito especialmente o fato de ter sido campeã do Cross CountryAnfíbio. “Nenhuma mulher brasileira, na história, conseguiu ganhar essa prova. Eu consegui graças a Deus e a meu esforço. Consegui ganhar da recordista mundial da prova. Por pouquinho quebrava o recorde, mas foi muito bom e eu fiquei em terceiro, no individual, e em terceiro por equipe”.

DSC_2140.MOV.Quadro002

Foto: RafaB/ Blog do Planalto

A prova de Cross-country anfíbio é uma corrida de 2.500m, intercalada com tiro de rifle, remada em bote e lançamento de granada. Durante todo o percurso, o atleta tem que carregar uma réplica de fuzil.

A atleta, que nasceu em Duque de Caxias (RJ), destacou ainda a importância da parceira entre o Ministério da Defesa, as Forças Armadas e o Ministério do Esporte. “Para mim é muito, muito importante. Eu vim de uma modalidade totalmente diferente, do levantamento de peso, atletismo. Essa oportunidade de entrar para Marinha, recebendo todo esse apoio do ministério, me ajudou, tanto em questão da minha família, quanto de eu poder estudar. Porque eu vim de uma família bem simples, de interior”.

Graças à Marinha, Tatilaine acrescenta que também teve acesso ao ensino superior. “Minha vida mudou completamente. Moro no interiorzinho de Duque de Caxias e agora eu faço faculdade de Educação Física, que é minha paixão.”

Vencendo em terras coreanas

DSC_2154.MOV.Quadro001

Foto: RafaB/ Blog do Planalto

A sargento Jamila Tanna Rodrigues, da Força Aérea Brasileira (FAB), disse estar muito  satisfeita com o resultado que obteve na competição da Coreia. “Eu sou atleta de taekendô, uma luta coreana. E nesses últimos jogos eu fui bronze. Foi um resultado muito bom, resultado expressivo para minha carreira e eu pretendo continuar para conseguir ir um pouco mais além. O apoio das Forças Armadas – no caso eu sou da Aeronáutica, com muito orgulho – foi fundamental”.

Para ela, a participação do Brasil nos jogos foi surpreendente. “Os resultados foram muito bons, algumas modalidades surpreenderam, se sobressaíram. E eu achei maravilhoso. Era uma competição em que o nível estava muito forte, muito alto e, graças a Deus, conseguimos ir muito bem”.

Quarta-feira, 5 de agosto de 2015 às 19:30

Jogos de 2016 serão de todo o povo brasileiro, afirma ministro do Esporte

seloA um ano do início da maior competição esportiva do planeta, que será sediada no Brasil no ano que vem, o ministro do esporte, George Hilton, enfatizou em entrevista ao Blog do Planalto, que o legado dos Jogos Olímpicos não será apenas para a cidade do Rio de Janeiro, mas para todo o País. A avaliação foi feita, na tarde desta quarta-feira (5), antes da cerimônia que marcou a contagem de um ano para o início dos Jogos Olímpicos do Rio. Para Hilton, as Olimpíadas de 2016 serão os jogos de todo o povo brasileiro.

“O legado não é apenas para a cidade do Rio do Janeiro. Claro que ela será a grande beneficiada, por todas as estruturas esportivas, por todo esse legado material que são as obras de infraestrutura de mobilidade, a revitalização do Porto Maravilha. Mas o Brasil está ganhando e é importante a gente salientar que essa Olimpíada, apesar de ser na cidade do Rio de Janeiro, é uma Olimpíada do povo brasileiro. Todo o País está vivendo esse clima”, afirmou.

Neste sentido, Hilton citou os centros de treinamento que estão sendo entregues pelo governo federal em todo o Brasil para superar as deficiências de infraestrutura que o País ainda possui, como o Centro Olímpico do Nordeste em Fortaleza, o parque paraolímpico de São Paulo e as pistas profissionais de atletismo de São Luís do Maranhão e de Porto Alegre (RS).

Nós temos estabelecido também a entrega de outras estruturas que ficarão como legado em todo o País. Uma ação bem coordenada do governo federal para que a partir desse evento o Brasil comece a ter uma rede nacional para os atletas de alto rendimento, mas também para a população brasileira”, disse.

E acrescentou que, além de realizar investimentos sólidos no esporte de alto rendimento, o Brasil tem demonstrado para o mundo, desde o Pan-Americano de 2007, sua capacidade para receber grandes eventos esportivos.

Houve uma evolução extraordinária a partir desses eventos [Pan-Americano, Copa do Mundo, Jogos Mundiais Militares] houve investimentos muito sólidos no esporte de alto rendimento. Os atletas tiveram, a partir de 2007 nos Jogos Pan-americanos, toda a estrutura para os treinamentos, para a sua evolução e capacitação. Eu vejo que o Brasil, além de estar preparado para grandes eventos mundiais, começa a ter uma cultura da prática esportiva. E isso, certamente, vai levar o Brasil a continuar sendo um celeiro de grandes atletas”, afirmou.

Segunda-feira, 15 de dezembro de 2014 às 14:10

Conheça os mascotes olímpicos Rio 2016

Segunda-feira, 15 de dezembro de 2014 às 14:00

Mascotes olímpico e paralímpico já têm identidade: Vinicius e Tom

Vinícius na Olimpíada. Tom na Paralimpíada. Esses são os nomes dos mascotes dos Jogos, escolhidos em eleição popular. Vinicius e Tom tiveram 44% dos 323.327 votos dos internautas computados nas últimas três semanas. Os outros dois pares de nomes que estavam na disputa eram “Oba e Eba” e “Tiba Tuque e Esquindim”.

“A escolha dos nomes Vinícius e Tom emprega ainda mais brasilidade aos mascotes, que são embaixadores dos Jogos", afirmou Beth Lula, diretora de Marca do Comitê Rio 2016. Foto: divulgação Ministério do Esporte

“A escolha dos nomes Vinícius e Tom emprega ainda mais brasilidade aos mascotes, que são embaixadores dos Jogos”, afirmou Beth Lula, diretora de Marca do Comitê Rio 2016. Foto: divulgação/Brasil 2016.

Vinícius e Tom foram expoentes da Bossa Nova, movimento que ajudou a tornar conhecidas as belezas do Rio de Janeiro, e são autores de Garota de Ipanema, uma das canções mais tocadas do mundo.

“Vinícius e Tom são nomes reconhecidos pelo mundo como sinônimo de excelência, bem de acordo com a marca que queremos deixar com os Jogos Rio 2016. Além de representar a fauna e flora brasileiras, nossos mascotes agora também se conectam com o melhor da nossa música”, diz Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Organizador Rio 2016.

Vinicius e Tom (r)

“A escolha dos nomes Vinícius e Tom emprega ainda mais brasilidade aos mascotes, que são embaixadores dos Jogos. Eles têm o papel de disseminar as mensagens do evento e os valores dos movimentos Olímpico e Paralímpico aos diversos públicos, especialmente o infanto-juvenil”, afirma Beth Lula, diretora de Marca do Comitê Rio 2016.

Por conceito, Vinícius, o mascote Olímpico, representa a diversidade dos animais do país – conta com a agilidade dos felinos, o gingado dos macacos e a leveza dos pássaros. Tem o olfato apurado, capaz de farejar aventuras, e uma audição que ajuda a encontrar as torcidas mais animadas.

Já Tom, o mascote Paralímpico, é uma mistura da flora brasileira – está sempre crescendo e superando obstáculos. Como embaixador dos Jogos Paralímpicos, vai ensinar as pessoas a buscarem dentro de si o que têm de melhor.

Mascotes
Apresentados em novembro, os mascotes contam com hotsite que narra a história e as características dos embaixadores informais do megavento esportivo. Os mascotes são inspirados na fauna e flora brasileiras, com influências da cultura pop, elementos da animação e de personagens de videogame.

O conceito mistura ficção e realidade. A história conta que, no dia em que foi anunciado que o Rio seria a sede dos Jogos, em 2 de outubro de 2009, a alegria dos brasileiros foi sentida por toda a natureza e dessa energia nasceram os mascotes. O mascote Olímpico representa a diversidade dos animais do País. Tem a agilidade dos felinos, o gingado dos macacos e a leveza das aves. Já o Paralímpico é uma mistura da flora brasileira – está sempre crescendo e superando obstáculos. Ambos são criaturas mágicas e prometem encantar a todos com seus superpoderes.

Com informações do Portal Brasil 2016.

Segunda-feira, 10 de janeiro de 2011 às 20:46

Parabéns para Marta, melhor jogadora de futebol do mundo!

Em nota divulgada na noite desta segunda-feira (10/1), a presidenta Dilma Rousseff saudou a eleição de Marta como a melhor jogadora de futebol do mundo – foi a quinta vez consecutiva que a atleta conquistou o título. “A conquista de tantos títulos, e ainda em sequência, é um feito sem precedentes, que enche de orgulho a todos nós, brasileiros”, afirmou Dilma.

Leia a íntegra da nota:

Quero enviar minha saudação à brasileiríssima Marta, eleita pela quinta vez consecutiva a melhor jogadora de futebol do mundo. A conquista de tantos títulos, e ainda em sequência, é um feito sem precedentes, que enche de orgulho a todos nós, brasileiros. Especialmente agora, que o nosso país se prepara para sediar os dois maiores eventos esportivos do planeta: a Copa do Mundo e a Olimpíada.

Dilma Rousseff
Presidenta da República

Quarta-feira, 24 de novembro de 2010 às 22:26

Sucesso de micros e pequenos garante ‘milagre’ brasileiro

Segunda-feira, 4 de outubro de 2010 às 17:59

Parceria do Rio com governo federal vai continuar de forma estreita

A parceria entre o governo federal e o governo estadual vai continuar de forma estreita para o bem do Rio de Janeiro, afirmou o governador reeleito do estado, Sérgio Cabral, em entrevista exclusiva ao Blog do Planalto, após reunião com o presidente Lula no Palácio do Planalto, nesta segunda-feira (2/10).

Eu vim agradecer ao presidente Lula toda parceria que ele, no comando do Brasil, fez para o Rio de Janeiro. O povo do Rio é grato ao governo federal por todas as conquistas. O PAC das comunidades, os investimentos em infraestrutura, as conquistas da Copa do Mundo, dos Jogos Olímpicos, tudo teve a presença do governo federal e a liderança do presidente Lula. Então, em nome do povo do Rio de Janeiro, eu vim dizer, aqui, muito obrigado a ele.

Segunda-feira, 20 de setembro de 2010 às 16:00

Atletas comemoram MP que incentiva o esporte olímpico brasileiro

O Brasil vive o seu melhor momento no esporte e se prepara desde já para atingir desempenho recorde nos Jogos Olímpicos de 2016. O pontapé inicial foi dado nesta segunda-feira (20/9) com a Medida Provisória do Alto Rendimento, que altera o Bolsa Atleta e cria os programas Atleta Pódio e Cidade Esportiva. Mais de 70 atletas estiveram na cerimônia, realizada em Brasília (DF), e comemoraram a assinatura da lei como mais um incentivo para os jovens se prepararem para as Olimpíadas do Rio de Janeiro.

O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, era um dos mais animados com as medidas adotadas pelo governo federal, por considerá-las fundamentais para a preparação dos atletas e das equipes brasileiras. “Sem dúvida nenhuma o Brasil é um País que investe fortemente no esporte, que passa a ser um dos segmentos da sociedade mais importante, especialmente na área de inclusão social, especialmente para os jovens, abrindo oportunidades extraordinárias”, disse ele.

Fabiana Murer, recordista brasileira e sul-americana do salto com varas, também celebrou o aumento de investimento no esporte brasileiro, lembrando ser ela mesma fruto disso: “Tem realmente que ter mais estrutura, pois não é fácil ser o País olímpico, precisa de mais investimentos. Mas acho que a gente vai conseguir superar tudo isso e fazer uma grande Olimpíada.”

Para o ex-velocista Robson Caetano, que conquistou duas medalhas de bronze em Jogos Olímpicos (Seul-1988 e Atlanta-1996), a lei do Alto Rendimento é um diferencial para os atletas que buscam a profissionalização. Segundo ele, a nova lei resultará em um resultado inédito nos Jogos de 2016. Caetano acredita que o Brasil continuará se beneficiando mesmo após as Olimpíadas:

O esporte dá aos jovens a chance de ter uma vida mais digna e nós temos que pensar na qualidade de vida do povo brasileiro. O Brasil está deixando um legado para que se oportunize a iniciação no esporte e para dar condições aos jovens envolvidos na causa do olimpismo. O acesso ao esporte, na sua excelência, deve ser para absolutamente todos e estamos caminhando rumo ao esporte democrático. É isso que o Brasil vai deixar para depois de 2016.

Leia o artigo completo »

Segunda-feira, 20 de setembro de 2010 às 14:02

O estado tem que assumir o potencial do atleta brasileiro

Segunda-feira, 30 de agosto de 2010 às 17:49

Porto faz 100 anos e dá largada para a cidade receber os Jogos Olímpicos

A revitalização do porto do Rio de Janeiro é parte fundamental do caderno de obrigações apresentado ao Comitê Olímpico Internacional (COI) e será um dos maiores legados para os cariocas ao fim dos Jogos Olímpicos de 2016, afirmou o presidente Lula ao participar da comemoração dos 100 anos do Porto da capital carioca nesta segunda-feira (30/8).

O Rio é o nosso maior cartão postal. É uma cidade reconhecida no mundo por sua beleza, cultura e receptividade, motivo de orgulho não só para os cariocas, mas para todos os brasileiros.

Em seu discurso, Lula ressaltou que o Ministério do Turismo e a Secretaria Especial dos Portos estão realizando esforços conjuntos para melhorar a infraestrutura portuária do Rio de Janeiro e de todo o país, priorizando os 35 terminais portuários localizados em importantes destinos turísticos. “Essa parceria prevê a construção de terminais de passageiros, melhoria das vias de acesso aos portos e revitalização das orlas marítimas, como o que vai ocorrer aqui no Rio de Janeiro”, frisou.

Ouça aqui a íntegra do discurso:
 

O presidente lembrou que desde a criação da Secretaria Especial de Portos, em 2007, três grandes obras já foram concluídas, aumentando em 30% a capacidade operacional dos portos de Recife, Rio Grande e Angra dos Reis. Segundo pesquisa do Banco Mundial, o setor de logística brasileiro subiu 20 posições nos últimos três anos e a expectativa é ficar entre os 10 primeiros do mundo nos próximos 10 anos.

Esse esforço exige também a participação, cada vez maior, de investimentos privados, que já estão sendo feitos de norte a sul em portos privativos e em terminais arrendados em portos públicos. A indústria naval, por sua vez, recuperada no nosso governo, tem apresentado um avanço extraordinário e o interesse da iniciativa privada em novos investimentos não para de crescer. Os resultados estão aí para todos verem.

Tweets

Instagram

Por e-mail

Receba os artigos do Blog do Planalto diariamente por e-mail preenchendo os campos abaixo:

Digite o seu e-mail:


Um e-mail de confirmação do FeedBurner&trade será enviado para você! Confirme no link que será enviado para o seu e-mail para receber os últimos artigos do Blog do Planalto.

-