Portal do Governo Brasileiro

Tamanho da fonte:


Quarta-feira, 17 de dezembro de 2014 às 8:30

Reunião de Cúpula deve fortalecer o “Mercosul das pessoas”, afirma Antônio Simões

A 47ª Cúpula dos Chefes de Estado do Mercosul, que acontece nesta terça e quarta-feira (16 e 17), destina atenção especial à vida das pessoas que vivem nos países membros do bloco. Prova disso, é que durante o encontro será apresentada a Cartilha do Mercosul, documento com procedimentos que cidadãos da região devem adotar para realizar ações do dia a dia, como viajar, residir, estudar e trabalhar em um dos cinco países do bloco, além de aspectos relacionados à saúde e à seguridade social dos cidadãos do Mercosul.

Foto: Valter Campanato/ABr.

Além de um importante caráter comercial e econômico, o Mercosul possui também uma forte conotação social e cidadã, garante o embaixador brasileiro Antônio Simões. Foto: Valter Campanato/ABr.

A presidenta Dilma Rousseff participa da Reunião de Cúpula nesta quarta (17) junto com os chefes de Estado dos outros quatro países membros do Mercosul (Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela) e estados associados na cidade de Paraná, Argentina. Na ocasião, a presidenta Dilma passará a ocupar a presidência pro tempore do bloco para os próximos seis meses, cargo que estava sendo ocupado pela presidenta argentina Cristina Kirchner.

Em entrevista exclusiva ao Blog do Planalto, o subsecretário-geral para a América do Sul, Central e Caribe do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Antônio Simões, destacou que, além de um importante caráter comercial e econômico, o Mercosul possui também uma forte conotação social e cidadã.

“Nós estamos trabalhando para a criação de uma unidade ou de um pensamento do Mercosul que muitas vezes não é discutido por nós, que é o Mercosul das pessoas. Esse é o que vai ficar. O Mercosul das disputas comerciais sempre vai existir, agora esse Mercosul das pessoas é que o definitivo”, afirmou.

Além disso, o embaixador ressaltou a necessidade do fortalecimento da integração dos países do Mercosul para enfrentar os desafios impostos pela forte crise internacional.

“Certamente, uma das reflexões que os chefes de Estado vão fazer na reunião de amanhã aqui é refletir como um processo de integração pode nos ajudar no cenário atual que se encontra a economia mundial, em que você tem alguns mercados de ‘commodities’ que estão diminuindo. Há certas dificuldades que precisam ser superadas e há muitas coisas que nós podemos fazer em conjunto em relação a isso, justamente para superar este cenário”, avaliou.

Acordos Comerciais
Além de avanços relacionados à cidadania da população do Mercosul, estão previstas para a 47ª reunião de Cúpula do bloco a assinatura de acordos de preferências tarifárias com Líbano e Tunísia. O Mercosul deve firmar ainda um acordo prevendo relações comerciais futuras com a União Euroasiática, bloco econômico que integrará Rússia, Cazaquistão, Bielarus e Armênia. Outra medida prevista é a aprovação de programa de integração produtiva para o setor de brinquedos, reduzindo a importação atual de produtos da China. A mesma medida também é estudada para os setores têxtil, de softwares, calçados e cosméticos.

Nesta terça (16), Ivan Ramalho, alto representante geral do Mercosul afirmou em entrevista ao Blog do Planalto que o Brasil deve terminar 2014 com superávit superior a US$ 6 bilhões no comércio exterior com países do Mercosul. Ele informou ainda que, do total das exportações brasileiras para os países do bloco, 80% são produtos industrializados de alto valor agregado.

Ouça a entrevista com o embaixador Antônio Simões

Terça-feira, 29 de julho de 2014 às 17:21

Governo brasileiro reitera chamado por cessar-fogo imediato na Faixa de Gaza

A presidenta Dilma Rousseff reforçou o pedido do governo brasileiro por um cessar-fogo imediato, abrangente e permanente entre as partes envolvidas no conflito na Faixa de Gaza. Durante a reunião da 46ª Cúpula do Mercosul, nesta terça-feira (29), em Caracas, ela falou sobre o compromisso com a estabilidade e com a paz em todos os quadrantes do mundo.

Desde o início, o Brasil condenou tanto o lançamento de mísseis contra Israel, como também o uso desproporcional da força israelense que resultou num elevado número de vítimas civis, segundo Dilma. Ela defende que o diálogo pela paz na região do Oriente Médio passa pelo reconhecimento e construção dos Estados de Israel e da Palestina.

“Consideramos que para a estabilidade da região e até para a segurança de Israel, a existência dos dois Estados é precondição. Acreditamos que o conflito israelo-palestino é um conflito que tem um potencial de desestabilizar toda aquela região. Por isso, reiteramos essa questão do cessar-fogo imediato, abrangente e permanente”, frisou a presidenta.


Confira a íntegra

Terça-feira, 29 de julho de 2014 às 16:30

Problema que atinge a Argentina é ameaça a todo o sistema financeiro, afirma presidenta

Durante reunião da 46ª Cúpula do Mercosul, a presidenta Dilma Rousseff reiterou a solidariedade brasileira com o desafio que a Argentina enfrenta no processo de reestruturação da dívida soberana do país. Nesta terça-feira (29), na Venezuela, ela lembrou que pretende levar o tema à próxima reunião do G20, na Austrália, da mesma forma que foi discutido na reunião com os membros do BRICS, em Brasília.

“O problema que atinge hoje a Argentina é uma ameaça não só a um país irmão, atinge a todo o sistema financeiro internacional. Não podemos aceitar que a ação de alguns poucos especuladores coloquem em risco a estabilidade e o bem-estar de países inteiros. Precisamos de regras claras e de um sistema que permita foros imparciais, permita previsibilidade e, portanto, justiça no processo de reestruturação de dívidas soberanas”, comentou.

Dilma ainda desejou sucesso à Argentina na presidência pro-tempore do Mercosul, no próximo semestre. Ela afirmou que confia na liderança da presidenta Cristina Kirchner para que o bloco siga no caminho do fortalecimento.

Crescimento do Mercosul

A presidenta destacou também o fortalecimento dos mercados internos dos membros do Mercosul e a importância da integração dos países sul-americanos. Neste sentido, ela considerou a adesão da Bolívia como um passo importantíssimo na direção de interagir com outros parceiros e de maior projeção internacional do bloco, que já conta com o segundo maior território, a quarta maior população e a quinta maior economia do mundo.

“O Brasil aposta e todos os demais parceiros do Mercosul apostamos na ampliação das trocas econômicas e comerciais. E aí, é muito importante a economia boliviana e as demais economias da America do Sul. Devemos buscar a implementação da desgravação tarifária, o que vai permitir que nós criemos zona de livre comércio sul-americana”, analisou Dilma.


Confira a íntegra

Domingo, 13 de julho de 2014 às 15:25

Presidenta recebe autoridades para encerramento da Copa do Mundo

Presidenta Dilma cumprimenta Chefes de Estado e de Governo participantes do encerramento da Copa do Mundo FIFA 2014. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Presidenta Dilma cumprimenta Chefes de Estado e de Governo participantes do encerramento da Copa do Mundo FIFA 2014. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Neste domingo (13), no Rio de Janeiro, a presidenta Dilma Rousseff ofereceu um almoço em homenagem aos Chefes de Estado e de Governo que vieram prestigiar o encerramento da Copa do Mundo de 2014.

Entre as autoridades presentes estavam a chanceler e o presidente da Alemanha, Angela Merkel e Joachin Gauk. A Alemanha disputará a final da Copa contra a seleção da Argentina em partida prevista para iniciar às 16 horas no Maracanã.

Além dos representantes dos países finalistas, a presidenta Dilma recebeu o presidente da Rússia, Vladimir Putin. A Rússia será a anfitriã do próximo mundial, em 2018. Outras autoridades internacionais também prestigiaram o encontro e devem participar da cerimônia de encerramento.

 

Domingo, 13 de julho de 2014 às 11:16

Almoço com chefes de estado e entrega da taça da Copa do Mundo 2014

Agenda presidencial

Neste domingo (13), às 12h30, a presidenta Dilma Rousseff oferece almoço no Palácio da Guanabara, no Rio de Janeiro, em homenagem aos chefes de Estado e de Governo que vieram ao Brasil para prestigiar o encerramento da Copa do Mundo de 2014. Às 16h, Dilma assiste à partida final entre as seleções da Alemanha e Argentina e, às 18h, participa da cerimônia de premiação do Mundial, entregando a taça à Seleção campeã.

Quinta-feira, 25 de abril de 2013 às 6:00

Agenda: viagem para Argentina

Agenda presidencialA presidenta Dilma Rousseff viaja, nesta quinta-feira (25), às 8h30, para Buenos Aires, Argentina. Às 12h30, tem reunião de trabalho na Casa Rosada, e, às 20h, participa de jantar oferecido pela presidenta Cristina Kirchner. O retorno está marcado para as 23h15.

Domingo, 30 de dezembro de 2012 às 20:24

Dilma envia mensagem de solidariedade à família do jornalista Ottoni Guimarães Fernandes Júnior

A presidenta Dilma Rousseff enviou na noite deste domingo (30/12/2012) uma mensagem de solidariedade à família do jornalista Ottoni Guimarães Fernandes Júnior, falecido hoje de infarto, durante viagem à Patagônia, na Argentina.  Ottoni, com histórico de intensa militância política na juventude, atuou em diversos veículos da imprensa brasileira. Foi secretário-executivo da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), de 2007 a 2010, e era atualmente diretor internacional da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Veja a íntegra da mensagem:

Externo minha tristeza e minha solidariedade pela perda de Ottoni a toda a família e aos amigos desse grande companheiro. Neste triste momento, devemos nos lembrar do desprendimento e do espírito de luta que moveu Ottoni em toda sua vida, do semear da juventude, à colheita recente no Governo, onde, desde 2007, ajudou na luta para consolidar a democratização da comunicação pública. Ottoni  será sempre lembrado como um dos brasileiros que ousaram sonhar e realizar, em prol do nosso povo.

Recebam meu abraço fraterno,

Dilma Rousseff
Presidenta da República Federativa do Brasil

Domingo, 30 de dezembro de 2012 às 20:05

Nota da Ministra Helena Chagas, em virtude do falecimento do jornalista Ottoni Fernandes

A TV pública brasileira perde um importante colaborador, os jornalistas um grande companheiro, e as futuras gerações um exemplo de caráter, seriedade e amor ao Brasil. A memória do jornalista e ex-guerrilheiro Ottoni Fernandes Júnior estará sempre ligada a atos ousados e a  histórias de coragem, mas sobretudo a uma enorme capacidade de construir. A cada novo projeto, Ottoni se  dedicava com o entusiasmo dos jovens, a competência dos experientes e a generosidade de quem gostava de trabalhar em equipe. Foi um privilégio conviver com ele. Nesse momento de tristeza, quero mandar meu abraço solidário aos familiares, amigos e companheiros da EBC.

Helena Chagas
Ministra – Chefe da SECOM
Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

Sexta-feira, 7 de dezembro de 2012 às 6:00

Agenda: Cúpula de chefes de Estado do Mercosul

Agenda presidencialA Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados e Fórum Empresarial do Mercosul acontece nesta sexta-feira (7), em Brasília, e começa às 9h, com o café da manhã de trabalho oferecido pela presidenta Dilma Rousseff aos chefes de estado do Mercosul, no Palácio do Itamaraty, em Brasília. Às 11h, será o momento da fotografia oficial dos chefes de Estado, que se reúnem a partir das 11h15. O encerramento está marcado para as 13h20. Em seguida, às 13h30, será oferecido almoço. Às 16h, Dilma recebe a presidenta da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, no Palácio da Alvorada, para encontro bilateral.

Domingo, 2 de dezembro de 2012 às 22:48

Destaques da semana: ampliação do Brasil Carinhoso e sorteio da Copa das Confederações

Em anúncio feito na quinta-feira (29), a Ação Brasil Carinhoso, que faz parte do Plano Brasil Sem Miséria, foi ampliada para atender famílias que vivem na extrema pobreza com jovens de até 15 anos, alcançando 8,1 milhões de crianças e adolescentes, e beneficando 16,4 milhões de pessoas. Inicialmente, o programa era direcionado a famílias com filhos entre 0 e 6 anos. Os benefícios do Brasil Carinhoso serão depositados a partir de 10 de dezembro, e a expansão do programa representa um custo adicional de R$ 1,74 bilhão ao ano no Programa Bolsa Família.

» Vote na enquete do Blog sobre o Brasil Carinhoso

“O que estamos hoje anunciando é um passo decisivo para a sociedade de classe média que desejamos. Aquela sociedade em que todos tenham as mesmas oportunidades, não importando a origem nem o lugar do seu nascimento, não importando seu gênero, a cor de sua pele, sua religião ou seu sobrenome. É essa sociedade que queremos. (…) Nós temos a convicção de que a passagem é obrigatória e decisiva: a retirada, o mais rápido possível, da gente brasileira da extrema pobreza; a melhoria de vida das crianças e dos jovens e de todas as famílias que estão em situação de miséria.”, afirmou.

Leia o artigo completo »

Tweets

Instagram

Por e-mail

Receba os artigos do Blog do Planalto diariamente por e-mail preenchendo os campos abaixo:

Digite o seu e-mail:


Um e-mail de confirmação do FeedBurner&trade será enviado para você! Confirme no link que será enviado para o seu e-mail para receber os últimos artigos do Blog do Planalto.

-