Portal do Governo Brasileiro

Tamanho da fonte:


Sábado, 29 de agosto de 2015 às 0:25   (Última atualização: 29/08/2015 às 00:27:06)

Dilma: “Queremos as regiões do Brasil com a mesma oportunidade”

“O Dialoga Ceará tem que começar com a afirmação que o meu governo tem um compromisso fundamental com os nordestinos”, declarou a presidenta Dilma nesta sexta-feira (28), em Fortaleza, durante mais uma edição regional do Dialoga Brasil. E, lembrando uma poesia de Patativa do Assaré, Dilma reafirmou a importância da igualdade regional.

"As pessoas são todas diferentes, mas as oportunidades têm que ser as mesmas", afirmou Dilma durante o Dialoga Ceará. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

“As pessoas são todas diferentes, mas as oportunidades têm que ser as mesmas”, afirmou Dilma durante o Dialoga Ceará. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

“Essa poesia linda: ‘Nordestino, sim. Nordestinados, não’, que é do nosso querido Patativa do Assaré. E aí eu quero dizer que é um compromisso ético fundamental do meu governo, que é com a percepção que o Brasil é feito nas suas regiões, nos seus estados. Não existe um Brasil que não esteja em algum estado da Federação ou em alguma cidade. Nós não queremos uma região igual à outra, mas nós queremos as regiões do Brasil com a mesma oportunidade”.

Dilma chamou a atenção pra o fato de que o Nordeste, que concentra 25% da população do País e possui história e cultura ricas, não concentra a riqueza nem oportunidades para seus cidadãos. “Concentra uma riqueza humana extremamente forte, além de ser aqui o início de um chamado ‘Brasil moderno’. Esta questão, não é uma questão trivial no Brasil. Aqui no Nordeste brasileiro tem uma quantidade imensa, tem uma riqueza imensa que é fundamental para o nosso País crescer e virar uma nação desenvolvida”, disse.

E uma outra questão que integra o compromisso ético do governo, afirmou Dilma, é a igualdade social. “As pessoas são todas diferentes, uma é diferente da outra. Todas elas. Mas as oportunidades têm que ser as mesmas. Um governo tem de passar o tempo todo pensando em como resolver isto, como assegurar àquelas pessoas que nunca tiveram acesso passem a ter”.

Ela citou alguns programas de governo que atuam para sanar esta desigualdade: o ProUni, o Fies e o Enem, que contribuem para dar oportunidades iguais de acesso à universidade; o Minha Casa Minha Vida, que permite que pessoas antes em situação precária tenham um lar; e o Mais Médicos, que além de levar atendimento a municípios que não tinham médicos, cria cursos de medicina interiorizando a formação. “Todas as coisas que nós fizemos em políticas sociais, foi para dar oportunidades iguais.”

Confira a íntegra

Sexta-feira, 28 de agosto de 2015 às 19:55   (Última atualização: 28/08/2015 às 21:25:17)

Transnordestina rompe ciclo histórico e gera quase 6 mil empregos no sertão do Nordeste

Romper um ciclo histórico de um povo acostumado a deixar a terra natal e a família para tentar uma vida melhor nas grandes cidades do País. É o que a construção da ferrovia Transnordestina tem proporcionado a milhares de trabalhadores do Nordeste brasileiro: geração de empregos em uma região marcada, historicamente, pelas poucas oportunidades. Hoje, só a obra da Transnordestina emprega quase 6 mil operários nos estados do Ceará, Pernambuco e Piauí. Muitos deles com histórias de vida de anos de trabalho, longe da família, em cidades como o Rio de Janeiro e São Paulo.

Construção da Transnordestina tem gerado empregos em uma região marcada, historicamente, pelas poucas oportunidades. Foto: divulgação TLSA

Construção da Transnordestina tem gerado empregos em uma região marcada, historicamente, pelas poucas oportunidades. Foto: divulgação TLSA

É o que conta o carpinteiro José Clairton, de 31 anos, que há oito meses trabalha nas obras da Transnordestina no município de Lavras da Mangabeira, no interior do Ceará. Casado e pai de dois filhos, um de cinco e outro de dez anos, Clairton passou quatro anos longe da família, trabalhando em uma fábrica de cimento em São Paulo. Só voltou para Lavras no final do ano passado, quando um amigo lhe contou sobre as oportunidades de trabalho na obra da ferrovia.

José Clairton. Foto: Ana Carollina Melo/Blog do Planalto

José Clairton. Foto: Ana Carolina Melo/Blog do Planalto

“Eu fui para São Paulo porque antes não tinha trabalho aqui. Antes tinha muita gente parada. Hoje, eu conheço muita gente que trabalha na obra. Quase todo mundo que mora aqui trabalha na ferrovia. A maioria do pessoal de carpintaria, armação de ferragens, pedreiros e serventes”, contou.

Em entrevista ao Blog do Planalto, Clairton também destacou a felicidade de trabalhar hoje no Ceará, ao lado da família e destacou que, enquanto tiver oportunidades, não quer deixar o Nordeste. “É muito bom trabalhar na terra da gente, no lugar da gente. É a melhor coisa que tem estar perto da nossa família. Agora, eu quero crescer, subir de função para dar uma vida melhor para mim e para a minha família. Se puder, não saio mais daqui”, revelou.

Dinamismo econômico
Uma história parecida com a do encarregado de terraplanagem de 44 anos, Otávio Xavier que precisou trabalhar em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Mato Grosso para conseguir sustentar a esposa e os quatro filhos. Ele conta que sempre trabalhou em obras da construção civil, mas que nunca tinha conseguido trabalhar no Nordeste. “Era muito difícil conseguir emprego aqui”, lembra.

Otávio Xavier. Foto: Ana Carolina Melo/Blog do Planalto

Otávio Xavier. Foto: Ana Carolina Melo/Blog do Planalto

Hoje ele diz que a Transnordestina tem gerado emprego para colegas de estados próximos como o Piauí e Pernambuco e que toda a população da região do Sertão do Cariri espera que, depois de pronta, a ferrovia possa melhorar ainda mais a vida da população local.

“A vida das pessoas tem melhorado muito aqui. A nossa expectativa é que a ferrovia traga cada vez mais trabalho, mais emprego para as pessoas. Essa obra trouxe muito recursos para a região, principalmente para essa região nossa do Cariri”, enfatizou.

É o que também espera o apontador Reginaldo Cruz, que há sete meses realiza o controle de cargas nas obras do lote 2 do trecho entre Missão Velha (CE) e Pecém (CE) da Transnordestina. Ele, que nasceu e cresceu em Lavras da Mangabeira, precisou ir para a capital do Ceará “ganhar a vida”.

Reginaldo Cruz. Foto: Ana Carolina Melo/Blog do Planalto

Reginaldo Cruz. Foto: Ana Carolina Melo/Blog do Planalto

“Eu sempre ganhei no máximo um salário mínimo como almoxarife em Fortaleza. Hoje, eu ganho quase o dobro trabalhando na minha terra”.

E acrescentou a percepção que tem de como a obra da Transnordestina conseguiu dinamizar a economia e mudar a realidade do povo da região.

“Antes emprego aqui era só na agricultura. Hoje, no município, o comércio melhorou bastante. Melhorou uns 80%, principalmente, para quem trabalha na obra. A Transnordestina está melhorando muito a vida das pessoas aqui. São muito grandes os benefícios que uma obra dessas traz. A impressão que a gente tem é que quando uma obra dessas passa, a cidade automaticamente cresce e se desenvolve também”, afirmou.

Sexta-feira, 28 de agosto de 2015 às 19:30   (Última atualização: 28/08/2015 às 23:07:26)

Presidenta Dilma assina ordem de serviço de lote da ferrovia Transnordestina

Foi assinada nesta sexta-feira (28), em Fortaleza, ordem de serviço que dá início à construção do lote 4 do trecho entre Missão Velha (CE) e Pecém (CE) da Ferrovia Transnordestina. A assinatura ocorreu durante reunião da presidenta Dilma Rousseff com empresários do Ceará.

A Transnordestina contribuirá para garantir mais competitividade para a produção brasileira e para a promoção do desenvolvimento da região Nordeste. Foto: divulgação TLSA

A Transnordestina contribuirá para garantir mais competitividade para a produção brasileira e para a promoção do desenvolvimento da região Nordeste. Foto: divulgação TLSA

A presidenta Dilma afirmou que a construção da Transnordestina é uma das obras estruturantes que o governo está executando no País. “Essa obra, ao ficar pronta, vai ter uma característica excepcional. Primeiro, porque abre fronteiras. E essas fronteiras são tanto fronteiras de grãos, de proteínas, de minérios, enfim, de todos os produtos que têm um componente importante, não só para o mercado interno, mas também para o mercado externo”.

Ela disse ainda que a ferrovia tem papel fundamental porque permitirá redução nos custos de transporte no País. “Ferrovia é um modal tipicamente destinado para o transporte de grãos e minérios pela quantidade e pelo volume. E tem um efeito não só de se tornar um referencial de preços para os demais modais, como também para permitir que nós tenhamos uma manutenção mais barata das rodovias brasileiras”.

Com 51 km de extensão, o lote – conhecido como MVP 4 – ligará os municípios cearenses de Acopiara e Piquet Carneiro. A previsão é que só a construção desse trecho seja responsável pela criação de mil empregos diretos e indiretos na região.

Quando pronta, a Ferrovia Transnordestina terá uma extensão total de 1.753 km e ligará o município de Eliseu Martins, no sertão do Piauí, aos portos de Pecém, no Ceará, e de Suape, em Pernambuco, passando por 81 municípios da região Nordeste. Ela contribuirá para garantir mais competitividade para a produção brasileira e para a promoção do desenvolvimento da região Nordeste. Atualmente, mais de 52% das obras da ferrovia estão concluídas.

Com uma localização estratégica para a exportação, a Transnordestina foi pensada para garantir o aumento da competitividade da produção agrícola e mineradora da região, por meio da redução dos custos de escoamento da produção, já que vai unir uma linha férrea de alto desempenho a portos de calado profundo, capazes de receber navios de grande porte. E promover o fortalecimento dos portos de Pecém e Suape, além do estímulo ao desenvolvimento econômico do Nordeste do País, beneficiando diretamente quase 2 milhões de pessoas.

Segundo dados do Ministério do Transportes, a previsão é que, em operação, a ferrovia tenha capacidade para transportar até 30 milhões de toneladas por ano, com destaque para exportação de minério de ferro e grãos (soja, farelo de soja, milho e algodão). Além disso, a Transnordestina deve impulsionar os investimentos em setores como o de combustíveis, fertilizantes, além de ser uma nova opção para o escoamento da produção do polo de fruticultura irrigada de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA).

A previsão é que a construção desse trecho seja responsável pela criação de mil empregos diretos e indiretos na região. Foto: divulgação TLSA

A previsão é que a construção desse trecho seja responsável pela criação de mil empregos diretos e indiretos na região. Foto: divulgação TLSA

Números
Para a construção da Ferrovia Transnordestina, estão sendo usados 3,2 milhões de dormentes – estrutura de concreto usada como base para fixação de trilhos – e 290 mil toneladas de trilhos, o que faz com que a obra possua hoje a maior fábrica de dormentes do mundo, com capacidade de 4,8 mil unidades por dia.

Sexta-feira, 28 de agosto de 2015 às 18:54   (Última atualização: 28/08/2015 às 18:57:16)

Prioridades do governo são retomada do crescimento e redução da inflação, garante Dilma

A presidenta Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira (28), durante entrega de 2,7 mil residências do Programa Minha Casa Minha Vida, que as prioridades do governo são a retomada do crescimento do país e a redução da inflação. Dessa forma, disse, serão protegidos o emprego e a renda do trabalhador.

A presidenta disse também que é compromisso do governo garantir a continuidade das políticas públicas que nos últimos anos foram responsáveis pela melhoria na qualidade de vida dos brasileiros. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

A presidenta disse também que é compromisso garantir a continuidade de políticas públicas que melhoraram a qualidade de vida dos brasileiros nos últimos anos. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

“Sei que nós hoje, no Brasil, estamos passando dificuldades. Muitos de vocês acham que a situação está incerta, que a inflação ainda está alta, têm medo de perder o emprego. Eu quero dizer para vocês que o meu governo pensa em duas coisas. Em como aumentar o emprego, garantir que o país volte a crescer, primeira coisa. Segunda coisa, em reduzir a inflação, porque nós sabemos que a inflação corrói a renda do trabalhador, a renda do empreendedor.”

A presidenta reafirmou que o Brasil é um país forte que vai crescer, vai superar as dificuldades, que são momentâneas, sem retroceder nas conquistas que a Democracia permitiu. “Temos muito o que preservar, nós conquistamos muita coisa”, ressaltou. “Não vamos deixar haver retrocesso nesse país. Nem no que se refere aos programas nem no que se refere à questão da Democracia.”

E Dilma falou também que é compromisso do governo garantir a continuidade das políticas públicas que nos últimos anos foram responsáveis pela melhoria na qualidade de vida dos brasileiros.

“Nós não vamos abrir mão das políticas que têm ajudado o povo brasileiro a melhorar de vida. O Minha Casa Minha Vida, o Bolsa Família. O Prouni, que garantiu, como dizia o pessoal, que a filha do pedreiro pode virar doutora. Garantir também o Fies; o Pronatec, que cria oportunidade de emprego, porque é um programa a favor do emprego, porque forma os jovens trabalhadores desse país; o Pronaf, que é o programa para a agricultura familiar, que também vai continuar.”

Em especial, falou sobre o Mais Médicos, programa responsável por levar atendimento médico a 63 milhões de pessoas antes desassistidas. “Tem um especial que eu tenho um carinho imenso, é o Mais Médicos. Porque no Brasil tinha municípios que não tinham nenhum médico, nem unzinho. Esse foi o primeiro passo para garantir que as pessoas tivessem acesso à saúde”.

Sexta-feira, 28 de agosto de 2015 às 18:24  

Minha Casa Minha Vida garante moradia a mais de 500 mil beneficiários do Bolsa Família

Durante entrega simultânea de 2.701 moradias do Programa Minha Casa Minha Vida em Caucaia (CE), nesta sexta-feira (28), a presidenta Dilma Rousseff comemorou a marca de 515 mil casas destinadas a beneficiários do Bolsa Família. Segundo a presidenta, o número alcançado é mais uma prova do sucesso do programa habitacional.

Dilma também destacou que a meta do governo é continuar a garantir casas para a população e que até o final de 2018 um total de 27 milhões de pessoas deverão ser beneficiadas. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Dilma destacou que a meta do governo é continuar a garantir casas para a população e que até o final de 2018 um total de 27 milhões de pessoas serão beneficiadas. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

“Hoje, ao entregar essas casas, é importante que vocês saibam que nós atingimos uma marca muito forte, 500 mil dessas casas são para pessoas que recebiam Bolsa Família, ou seja, para aquelas pessoas, do Brasil, mais pobres. Dentre as pobres, as mais pobres. É um momento de comemoração”, afirmou a presidenta.

Dilma também destacou que a meta do governo federal é continuar a garantir casas para a população e que até o final de 2018 um total de 27 milhões de pessoas deverão ser beneficiadas com moradia digna.

“Nós queremos fazer mais casas e, o nosso objetivo é fazer mais três milhões de casas. Com isso nós chegaremos a mais de seis milhões. Vai ter no Brasil, até 2018, com muito esforço, em torno de 27 milhões de pessoas com a casa própria”, assegurou Dilma.

A presidenta lembrou do início do programa, em que a meta estabelecida foi considerada ousada. “Àqueles que diziam que não ia acontecer o Minha Casa Minha Vida, hoje nós estamos dando uma boa resposta. Está aí o Minha Casa Minha Vida, estão aí vocês dentro dessas casas”, salientou.

Sexta-feira, 28 de agosto de 2015 às 18:03  

“É uma alegria ver a emoção das famílias que realizam o sonho da casa própria”, diz governador

O governador do Ceará, Camilo Santana, destacou, nesta sexta-feira (28), a oportunidade que o Programa Minha Casa Minha Vida tem de tornar realidade o sonho da casa própria. Ele ressaltou também a tranquilidade que proporcionada às famílias contempladas.

O governador do Ceará, Camilo Santana, ao lado da presidenta Dilma durante entrega das chaves de empreendimento do Minha Casa Minha Vida no município de Caucaia. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

O governador do Ceará, Camilo Santana, ao lado da presidenta Dilma durante entrega das chaves de empreendimento do Minha Casa Minha Vida no município de Caucaia. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Camilo participou, junto com a presidenta Dilma Rousseff, da entrega simultânea de 2.701 moradias, que ocorreu nos municípios de Caucaia (CE), Fortaleza (CE), Maracanaú (CE), Castanhal (PA), Bom Conselho (PE) e Colinas do Tocantins (TO).

“Para mim é uma alegria ver a emoção das famílias de realizarem seus sonhos, que é ter uma casa própria para morar, ter um teto para colocar seus filhos, ter a segurança de sair do aluguel. Famílias que moravam em lugares insalubres, lugares em que não havia a menor possibilidade de morar com dignidade”, frisou.

Segundo Santana, esse é o sonho de muitas gerações que hoje se torna realidade. O município de Caucaia recebeu hoje mais 480 unidades habitacionais do programa. Ainda no estado do Ceará, foram entregues 368 empreendimentos do Residencial Cidade Jardim II, em Fortaleza, e 312 moradias, em Maracanaú, do Residencial Demócrito Dummar I. Ao todo, no estado, foram entregues mais de 55,7 mil unidades, beneficiando mais de 220 mil pessoas.

Em seu discurso, o governador falou sobre as obras que estão sendo realizadas no estado para resolver o problema da seca. Segundo ele, mesmo com os reservatórios baixos após quatro anos de seca, a região metropolitana não tem problema de abastecimento de água, graças a construção de 250 quilômetros de canais que trazem água à capital.

Além disso, o governador abordou também as obras da integração do Rio São Francisco, do trecho de Salgueiro (PE) a Jati (CE). “Se Deus quiser, a água do São Francisco vai chegar ao Ceará no segundo semestre do ano que vem”, mencionou.

Sexta-feira, 28 de agosto de 2015 às 17:10   (Última atualização: 28/08/2015 às 21:26:12)

“Além de ter casa, minha família também vai viver e comer melhor”

“Estava quase tirando (comida) da boca dos meninos para pagar aluguel”. A partir desta sexta-feira, o autônomo Aurílio Duarte, 40 anos, vai deixar de ter essa preocupação. O aluguel de R$ 350, pago com tanto sacrifício, cede lugar a uma prestação de R$ 36 do imóvel próprio. Ele recebeu a chave de uma das 2.701 moradias do programa Minha Casa Minha Vida entregues nesta sexta-feira (28) pela presidenta Dilma Rousseff.

29.08_MCMV

O autônomo Aurílio Duarte comemora a casa própria da família. Foto: Guilherme Rosa/ Blog do Planalto

Os empreendimentos foram entregues nos municípios de Caucaia (CE), Fortaleza (CE), Maracanaú (CE), Castanhal (PA), Bom Conselho (PE) e Colinas do Tocantins (TO).

Casado há 11 anos e pai de dois filhos, o beneficiário não contem a ansiedade para entrar em sua casa própria. “É emoção demais. Quase desmaiamos quando recebemos a ligação que seríamos contemplados. Isso tira a gente do sufoco. O que eu ganhar agora vai dar pra gente comer e viver melhor”, comenta.

Mãe de sete filhos, a dona de casa Ana Maria Brandão, 35 anos, vê a nova moradia como uma oportunidade de recomeço. “Essa casa vem como uma coisa boa. Um recomeço. Quero começar a vender merenda. Arrumar um trabalho”, planeja.

Aniversariante do dia, a empregada doméstica, Maria Lino, 43 anos, recebeu o presente adiantado. Há três meses ela recebeu as chaves da sua casa própria. Ela mora no empreendimento vizinho, José Lino da Silveira IV. “Esses três meses foram ótimos. Não tem mais aluguel atrasado. Pago R$ 25 pelo que é meu. Melhorou demais a vida da minha família. Foi nosso maior presente”, comemora.

Em todo o país, o Minha Casa Minha Vida já beneficiou mais de 9,2 milhões de pessoas, com a entrega de 2,3 milhões de moradias. Todas as unidades são divididas em dois quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço, com piso cerâmico em todos os ambientes. Além disso, atendendo às exigências de qualidade do MCMV, os empreendimentos são equipados com infraestrutura completa, pavimentação, redes de água, esgotamento sanitário, drenagem e energia elétrica.

No estado do Ceará, foram entregues mais de 55,7 mil unidades, beneficiando mais de 220 mil pessoas. No Pará, o MCMV beneficiou mais de 208,9 mil pessoas com a entrega de 52,2 mil unidades habitacionais. Em Pernambuco, já foram beneficiadas mais de 283,7 mil pessoas com a entrega de mais de 70,9 mil unidades. Já no Tocantins, foram beneficiadas mais de 52,5 mil pessoas com a entrega de 13,1 mil moradias.​

Sexta-feira, 28 de agosto de 2015 às 14:58   (Última atualização: 28/08/2015 às 15:05:24)

Presidenta Dilma e ministros vão ao Ceará para dialogar com a população

Presidenta Dilma durante o lançamento do Dialoga Brasil, em Brasília (DF). Foto: Ichiro Guerra/PR

Presidenta Dilma durante o lançamento do Dialoga Brasil, em Brasília (DF). Foto: Ichiro Guerra/PR

Em sua agenda no Ceará, a presidenta Dilma Rousseff realiza nesta sexta-feira (28), em Fortaleza, o quarto encontro do Dialoga Brasil para discutir com a sociedade a implementação de políticas públicas. As outras três edições foram realizadas em Brasília, Salvador e Recife.

O Dialoga Brasil, lançado pela presidenta em julho, é uma plataforma digital, simples e dinâmica, que possibilita o diálogo direto com a sociedade. Desde então, por meio dela, usando um computador ou dispositivo móvel, qualquer brasileira ou brasileiro pode propor, compartilhar sua proposta com os amigos nas mídias sociais, votar ou apoiar outras ideias para as ações do governo federal e conhecer os principais programas.

As três propostas mais apoiadas em cada programa serão respondidas pelo governo e a sua pode virar realidade.

Hoje, o Dialoga Brasil dispõe de 27 programas de cinco temas: Saúde, Educação, Segurança Pública, Redução da Pobreza e Cultura. A plataforma vai chegar a 80 programas de 14 temas.

Como participar?
Para participar ou votar, é necessário fazer um cadastro ou utilizar os dados de uma conta pessoal no Facebook ou Google.

Uma vez conectado, pode-se escolher por temas ou programas, conhecer mais sobre as políticas, compartilhar o conteúdo para que outras pessoas conheçam os programas, ou fazer uma proposta para melhorar uma ação.

As propostas que são publicadas, após moderação, podem ser compartilhadas pelo Twitter, Facebook, Whatsapp e Google+. Assim, outras pessoas podem apoiar a ideia.

Sexta-feira, 28 de agosto de 2015 às 12:53   (Última atualização: 28/08/2015 às 15:20:17)

Entrega do Minha Casa beneficia mais de 10 mil pessoas no Norte e no Nordeste

Mais de 10 mil pessoas serão beneficiadas, nesta sexta-feira (28), pelo Programa Minha Casa Minha Vida, com a entrega de 2.701 moradias nos municípios de Caucaia (CE), Fortaleza (CE), Maracanaú (CE), Castanhal (PA), Bom Conselho (PE) e Colinas do Tocantins (TO). Os empreendimentos são destinados a famílias com renda de até R$ 1,6 mil. A presidenta Dilma Rousseff participa em Caucaia do evento de entrega simultânea nas cidades contempladas.

Serão beneficiadas 2.701 famílias nos municípios de Caucaia (CE), Fortaleza (CE), Maracanaú (CE), Castanhal (PA), Bom Conselho (PE) e Colinas do Tocantins (TO). Foto: Guilherme Rosa/Blog do Planalto

Serão beneficiadas 2.701 famílias nos municípios de Caucaia (CE), Fortaleza (CE), Maracanaú (CE), Castanhal (PA), Bom Conselho (PE) e Colinas do Tocantins (TO). Foto: Guilherme Rosa/Blog do Planalto

Uma das pessoas beneficiadas é a bordadeira Alexandra Araújo Gomes, 30 anos. Ela e seus três filhos vão deixar de viver de favor na casa de um parente para morar com outras 480 famílias no Residencial José Lino da Silveira, em Caucaia. “Eu vou morar lá, vou pagar pouco. Daqui a dez anos vou ter quitado a minha casa. É o que todo mundo quer. É o sonho de todo mundo. E agora eu vou receber as chaves, graças a Deus”, comemora. “Antes eu morava em um cômodo só, agora vou ter o quarto dos meus filhos e o meu próprio quarto”, completa.

Além das unidades de Caucaia, o evento dessa sexta vai entregar , ainda no estado do Ceará, outras 368 unidades do Residencial Cidade Jardim II serão, em Fortaleza, e 312 unidades, em Maracanaú, do Residencial Demócrito Dummar I. Em Castanhal (PA), mil famílias serão contempladas com casas dos Residenciais Japiim I e II. Já no estado do Tocantins, 400 moradias serão concedidas aos beneficiários dos Conjuntos Estrela do Norte I e II.

Em todo o país, o Minha Casa Minha Vida já beneficiou mais de 9,2 milhões de pessoas, com a entrega de 2,3 milhões de moradias. Para o Superintendente Nacional da região Nordeste da Caixa, Luiz Antônio de Souza, “esse é mais um passo dado no sentido de cumprir esse grande objetivo que é levar moradia para quem está precisando, e realmente as pessoas mais carentes têm sido beneficiadas com o programa”.

Todas as unidades são divididas em 2 quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço, com piso cerâmico em todos os ambientes. Além disso, atendendo às exigências de qualidade do MCMV, os empreendimentos são equipados com infraestrutura completa, pavimentação, redes de água, esgotamento sanitário, drenagem e energia elétrica.

Números
No estado do Ceará, foram entregues mais de 55,7 mil unidades, beneficiando mais de 220 mil pessoas. No Pará, o MCMV beneficiou mais de 208,9 mil pessoas com a entrega de 52,2 mil unidades habitacionais. Em Pernambuco, já foram beneficiadas mais de 283,7 mil pessoas com a entrega de mais de 70,9 mil unidades. Já no Tocantins, foram beneficiadas mais de 52,5 mil pessoas com a entrega de 13,1 mil moradias.​

Sexta-feira, 28 de agosto de 2015 às 8:00  

Minha Casa Minha Vida, Dialoga Ceará, encontro com empresários e governadores do Nordeste

Agenda presidencial

Nesta sexta-feira (28), a presidenta Dilma Rousseff cumpre extensa agenda no Ceará. A partir das 14h30, no município de Caucaia, ela participa da entrega simultânea de unidades habitacionais construídas pelo Programa Minha Casa Minha Vida.

Ao final da cerimônia, a presidenta se desloca para Fortaleza, onde participa de encontro com empresários e em seguida, a partir das 18h30, estará na edição cearense do Dialoga Brasil.

Encerrando os compromissos do dia, Dilma participa de jantar com governadores dos estados do Nordeste e retorna a Brasília.

Tweets

Instagram

Por e-mail

Receba os artigos do Blog do Planalto diariamente por e-mail preenchendo os campos abaixo:

Digite o seu e-mail:


Um e-mail de confirmação do FeedBurner&trade será enviado para você! Confirme no link que será enviado para o seu e-mail para receber os últimos artigos do Blog do Planalto.

-