Portal do Governo Brasileiro

Tamanho da fonte:


Quinta-feira, 23 de outubro de 2014 às 16:30  

Desemprego cai a 4,9% em setembro e atinge menor taxa da história para o mês, diz IBGE

A taxa de desemprego no Brasil caiu de 5% em agosto para 4,9% em setembro na seis regiões metropolitanas investigadas pela Pesquisa Mensal de Emprego (PME), chegado assim ao menor patamar para o mês em toda a séria histórica, iniciada em 2002, informou nesta quinta-feira (23) o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE). O resultado superou as estimativas do mercado, que giravam em torno de 5,10%.

Desmeprego_cai_setembro2014_IBGE_menor_taxa_historia

Em relação a setembro de 2013 (5,4%), o recuo foi de 0,5 ponto percentual. A população desocupada caiu 20,9% frente a setembro de 2013 e a renda avançou. No mês passado, o rendimento médio real dos trabalhadores teve alta de 0,1%, para R$ 2.067,10, e cresceu 1,5% em relação a setembro de 2013, quando era de R$ 2.035,62.

A massa de renda real dos ocupados somou R$ 48,4 bilhões em setembro, mostrando estabilidade em relação a agosto. Na comparação com setembro de 2013, a massa cresceu 0,9%.

Já a massa de renda real efetiva dos ocupados somou R$ 48,7 bilhões em agosto, uma alta de 0,4% em relação a julho. Na comparação com agosto de 2013, o aumento foi de 1,9% na massa de renda efetiva.

Ocupação
Em relação a setembro do ano passado, a população desocupada caiu 10,9% (menos 145 mil desempregados). A população desocupada foi estimada e m 1,2 milhão de pessoas, ficando u estável em relação a agosto. Frente a setembro de 2013, houve queda de -10,9%.

O contingente de ocupados somou 23,1 milhões de pessoas, mostrando estabilidade em ambas as comparações. O número de trabalhadores com carteira de trabalho assinada no setor privado (11,7 milhões) também mostrou estabilidade em ambas as comparações.

A redução da população desocupada em relação a agosto último foi puxada por uma queda de 12,3% em São Paulo. No confronto com setembro de 2013, a população desocupada recuou em São Paulo (-23,3%), Rio de Janeiro (-23,2%) e em Belo Horizonte (-17,6%), mas subiu 45,5% em Porto Alegre.

Em setembro de 2014, a população ocupada foi estimada em 23,1 milhões para o conjunto das seis regiões, permanecendo estável em relação a agosto último e a setembro de 2013. Regionalmente, em relação a setembro de 2013, houve alta em Salvador (3,3%) e estabilidade nas demais regiões pesquisadas.

Fonte: com informações do IBGE.

Quinta-feira, 23 de outubro de 2014 às 15:48  

Goleiro do Santos fala de racismo e respeito

Brasilidades_Aranha

Quinta-feira, 23 de outubro de 2014 às 12:13  

Obras da Ferrovia Transnordestina atraem trabalhadores de outros estados

As obras dos três novos trechos da Ferrovia Transnordestina no Ceará abrirão cerca de 2,4 mil postos de trabalho e, por isso, já está atraindo a atenção de muita gente da região e também de outras partes do país. É o caso do motorista de caminhão Manoel Marcelo da Cunha, de Itajá (RN). Ele recebeu um convite para trabalhar na Transnordestina depois de participar da obra do aeroporto de São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte.

Pac_Ferrovia_Transnordestina_trabalhador

Manoel da Cunha trabalhou como caminhoneiro na construção de aeroporto no Rio Grande do Norte e agora está no Ceará para a obra da ferrovia Transnordestina. Foto: Ministério do Planejamento.

“Meu contrato estava para acabar, a obra também, mas aí recebi um convite para trabalhar aqui na Transnordestina. Fiquei muito feliz”, conta Manoel. Ele diz que compensa a saudade e distância da esposa e do filho, que ficaram em Itajá, com muitos planos para o futuro. “Vou juntar um dinheiro para conseguir comprar um carrinho e poder colocar meu filho de seis anos num bom colégio quando ele crescer.”

A divulgação das oportunidades de emprego é feita em cada localidade em que há obra. Segundo Renan Carvalho, diretor de infraestrutura da empreiteira contratada para construção dos trechos, trabalhadores que atuaram em outros empreendimentos também são aproveitados. “Nesta obra do Ceará tem trabalhadores que atuavam nas obras do porto do Pecém e Cinturão das Águas, por exemplo.”

A Trasnordestina conta também com muitos trabalhadores que vivem nos municípios próximos. No caso dos trechos iniciados recentemente no Ceará, muitas vagas serão ocupadas por moradores de Aurora, Lavras da Mangueira, Missão Velha, Icó, Cedro e Iguatu. Quando estiver completa, a ferrovia passará por 29 municípios dos estados de Pernambuco, Ceará e Piauí. Atualmente, emprega cerca de 3 mil pessoas nos trechos que estão em construção no Piauí e em Pernambuco.

Fonte: PAC.

Quinta-feira, 23 de outubro de 2014 às 10:33   (Última atualização: 23/10/2014 às 12:04:37)

Ex-beneficiária do programa de transferência de renda chega à universidade

Desde que se separou do marido, em 2005, Neiva Oliveira do Nascimento passou a ser a responsável pelas despesas da casa, assim como acontece em 38% dos lares brasileiros, que são chefiados por mulheres. Ela lembra que esses foram tempos difíceis em que passou a vender doces de casa em casa para sustentar as três filhas: Rebeca, Fabiana e Priscila. “Minha vida sempre foi de muita luta e trabalho, saía de casa todos os dias às 6 horas da manhã para vender rapadura e cocada na rua”, lembra.

Nessa época, Dona Neiva passou a receber o apoio financeiro ao cidadão de baixa renda. Moradora da Boca do Rio, bairro popular de Salvador (BA), ela foi uma das primeiras mulheres da capital baiana a receber o benefício. Segundo ela, como já tinha o gás garantido, ela usava o dinheiro principalmente para garantir a alimentação das filhas, assim como ocorre com 87% das famílias beneficiadas pelo programa. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas, (Ibase), a alimentação é o principal gasto dos beneficiários do programa, seguida por material escolar e vestuário.

Em 2010, Dona Neiva saiu do programa por ter conseguido emprego fixo. Hoje, com 51 anos, ela é auxiliar administrativa em um condomínio comercial de Salvador e passou a fazer parte dos 1,7 milhão de brasileiros que deixaram de receber o benefício por não precisar mais da ajuda do governo.

Entrada na Universidade
Em 2012, Dona Neiva viu no programa de capacitação técnica uma oportunidade: fez o curso técnico de desenho e topografia, o que a estimulou a tentar uma vaga na Universidade. Hoje ela cursa o segundo semestre de Arquitetura e Urbanismo em faculdade particular da capital baiana, com auxílio do programa de financiamento de estudos em instituições de ensino superior.

“Eu acredito que a gente tem que procurar melhorar, estudar, se aperfeiçoar, eu sempre falo isso para as minhas filhas. O dinheiro do programa me ajudou em um momento difícil, mas eu sempre batalhei para sustentar a minha família. O benefício foi um apoio importante para que hoje eu pudesse caminhar com as minhas própria pernas”, afirma.

Das três filhas da Dona Neiva – que puderam permanecer na escola durante os anos em que a mãe recebia o benefício – duas delas, Rebeca e Priscila, estudam hoje Enfermagem e Veterinária na Universidade Federal da Bahia (UFBA). As estudantes entraram na faculdade pelo sistema de cotas para remanescentes de escolas públicas. A filha do meio, Fabiana, estuda Administração e trabalha hoje em uma importante indústria de alimentos de Salvador

Aniversário
Na segunda-feira (20) o programa completou 11 anos ampliando acesso da população mais pobre e reduzindo desigualdades de forma multidimensional. Na ocasião, a ministra Tereza Campello afirmou que “famílias pobres com garantia de renda gastavam imediatamente em alimentação, vestuário, calçados, remédios, material escolar, ou seja, em produtos produzidos no Brasil, o que faz a economia ficar muito mais dinâmica.”

Quarta-feira, 22 de outubro de 2014 às 20:19  

Ministério do Trabalho lança nova Carteira de Trabalho Digital

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) lançou a nova Carteira de Trabalho Digital, que traz como benefícios ao cidadão a entrega do documento no ato da solicitação e a integração das informações de diversos bancos de dados do governo federal. A mudança integra o projeto de modernização do Ministério e dos serviços prestados ao cidadão que está sendo implementada gradativamente em todo o território nacional e também torna o documento 100% gratuito, sem que o cidadão necessite mais desembolsar pela foto.

Governo_lanca_Carteira_Trabalho_Digital

O novo sistema da CTPS Digital tem validação nacional dos dados do trabalhador. Isso garante mais segurança ao documento e ao trabalhador, que tem todas as suas informações cruzadas e analisadas no ato na solicitação da carteira. O cidadão passa a contar com todas as informações atualizadas e disponíveis no novo documento, o que deve permitir maior agilidade no pagamento de benefícios trabalhistas e previdenciários. Além disso, com a validação nacional de dados feita em tempo real, a mudança também vai combater possíveis tentativas de fraude contra o trabalhador e contra os benefícios pagos pelo governo federal. A expectativa é que até o final de 2015 todos os postos do MTE já possam estar emitindo o documento na hora, utilizando o cruzamento de dados.

“Estamos investindo em projetos, como o da fiscalização eletrônica e na reestruturação da rede de atendimento. O lançamento da nova carteira digital é mais um passo nesse processo. Nenhum trabalhador precisará ficar esperando por um documento tão importante”, disse o ministro Manoel Dias. “Para o ano que vem estamos preparando o cartão do trabalhador, mas vamos manter toda a simbologia da carteira de trabalho, tão respeitada pelo trabalhador”, acrescentou.

Quem já tem o documento não precisa se deslocar até as agências do MTE para emitir uma nova carteira. A antiga permanece válida. Somente no caso de uma segunda via ou da emissão da primeira via é que ocorre a impressão e validação pelo novo sistema.

Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego.

Quarta-feira, 22 de outubro de 2014 às 18:02  

Projeto de Integração atinge 66,1% de execução e águas do São Francisco já correm pelos canais

Os testes de bombeamento no eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco começaram na segunda-feira (13), cumprindo o cronograma oficial de andamento das obras. O empreendimento apresenta 66,1% de execução física.

Ao todo, o Projeto conta com seis estações de bombeamento no eixo Leste e três estações no eixo Norte, que são responsáveis por elevar a água do rio para os canais posicionados em terrenos mais altos. Até o final deste ano, a Meta 1 Leste estará em pré-operação.

Nesta quarta-feira (22), os ministros do Planejamento, Miriam Belchior, e da Integração, Francisco Teixeira, vistoriaram as obras no trecho localizado no município de Floresta (PE). Eles acompanharam os testes de bombeamento de água.

“O primeiro reservatório de Areais já vai estar cheio na próxima semana”, afirmou a ministra Miriam Belchior. A estação bombeia a água do Lago de Itaparica até o reservatório Areias, que fica em Floresta. Ao todo, as estruturas do eixo Leste irão elevar a água em 300 metros acima do nível médio do lago até o ponto mais alto do canal – altura que pode ser comparada a um edifício de 100 andares.

Os testes ocorrem após a abertura das ensecadeiras (barramento), fase que permitiu a entrada da água do São Francisco em cada um dos canais de aproximação dos eixos Leste e Norte. O processo, iniciado em agosto, representa a primeira etapa de pré-operação do PISF.

“É um prazer ver esses primeiros 15 quilômetros com água, é muito importante. Você vê o contraste da caatinga seca e a água passando aqui nos canais”, afirmou o ministro Francisco Teixeira.

As obras do Projeto deverão ser concluídas, em sua totalidade, até dezembro de 2015. Mais de 11.493 trabalhadores atuam em sua construção. São 4.101 máquinas em operação ao longo dos 477 km de extensão das obras. Até junho de 2015 deverão estar concluídas, as obras até o reservatório Jati (CE) no Eixo Norte, e até o reservatório Moxotó (PE) no Eixo Leste, que totalizam quase 300 km.

Projeto_Integraçao_Sao_Francisco_66executado

Fonte: PAC.

Quarta-feira, 22 de outubro de 2014 às 16:09   (Última atualização: 22/10/2014 às 20:02:21)

Governo abre edital de R$ 22,5 mi para projetos de capacitação e extensão voltados à juventude rural

O governo abriu edital para capacitação profissional e extensão tecnológica e inovadora para a juventude de áreas rurais. Lançado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e com a Secretaria Nacional da Juventude (SNJ), as inscrições para projetos vão até 13 de novembro.

Edital_projetos_capacitacao_tecnologica_juventude_rural

O responsável pela apresentação da proposta deve ter seu currículo cadastrado na Plataforma Lattes, possuir o título de doutor, ser coordenador do projeto e ter vínculo com a instituição de execução do projeto.

O objetivo do edital é contribuir para a formação dos jovens, a produção de conhecimentos, a capacitação técnico-profissional,a produção e a disseminação de tecnologias sociais.

Com investimento de cerca de R$ 22 milhões, a chamada pública é voltada para projetos que beneficiem jovens de 15 a 29 anos, estudantes de nível médio, visando contribuir para o desenvolvimento dos assentamentos do Plano Nacional de Reforma Agrária (PNRA), da agricultura familiar e de comunidades tradicionais. Os projetos devem ter foco na inovação tecnológica com ações de experimentação, validação e disponibilização participativa de tecnologias.

Fonte: Participatório.

Quarta-feira, 22 de outubro de 2014 às 14:00   (Última atualização: 22/10/2014 às 16:14:27)

Maior e mais sofisticada aeronave brasileira, KC-390 pode ser exportado para 70 países

Ministros da Defesa do Brasil, Portugal e Argentina durante apresentação do KC-390. Representantes de 32 países estiveram presentes. Foto: divulgação Embraer.

Ministros da Defesa do Brasil, Portugal e Argentina durante apresentação do KC-390. Representantes de 32 países estiveram presentes. Foto: divulgação Embraer.

A Força Aérea Brasileira (FAB) apresentou nesta terça-feira (21), em Gavião Peixoto (SP), o protótipo do KC-390, a maior aeronave projetada e fabricada no Brasil. Desenvolvido pela Embraer, o cargueiro nasce com um grande potencial de exportação. Desde o início, o projeto visava o desenvolvimento de uma aeronave a jato capaz de cumprir todas as missões realizadas pelo C-130 Hércules, avião fabricado nos Estados Unidos desde a década de 50 e atualmente com cerca de 2.400 unidades servindo em 70 forças aéreas no mundo. Argentina, Chile, Colômbia, Portugal e República Tcheca confirmaram a intenção de obter as aeronaves.

O investimento total no projeto é de R$ 12,1 bilhões, sendo R$ 4,9 bilhões para o desenvolvimento da aeronave e R$ 7,2 bilhões para a aquisição de 28 unidades para a FAB. A estimativa é alcançar mais de cem unidades produzidas na primeira década, a maioria para substituir os turboélices C-130 Hércules. Quando a linha de montagem estiver ativa, a expectativa da Embraer é gerar mais de 12 mil empregos diretos e indiretos.

De acordo com a Embraer, o voo inaugural do KC-390 acontece ainda este ano e, após uma série de testes, a Força Aérea Brasileira irá receber a primeira unidade em 2016. A frota da FAB irá cumprir missões como operar em pequenas pistas na Amazônia, transportar ajuda humanitária, lançar paraquedistas, realizar buscas, reabastecer outras aeronaves em voo, pousar na Antártica e lançar carga em pleno voo, dentre outras.

Vantagens
“A aeronave vai fazer tudo o que o C-130 faz. Melhor e mais rápido”, compara o Coronel Sérgio Carneiro, engenheiro da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate da FAB, gerente do projeto.

Equipado com um par de turbinas a jato, o KC-390 traz vantagens sobre o turboélice C-130 Hércules. Enquanto a aeronave da década de 50, em sua versão mais moderna, não passa dos 671 km/h, o avião brasileiro irá voar a 850 km/h.

Outras vantagens são o menor custo de manutenção e a autonomia. Um KC-390 poderá decolar de Brasília e chegar sem escalas a qualquer capital brasileira com 23 toneladas de carga, sua capacidade máxima. Nas asas, o avião poderá levar até 23,2 toneladas de combustível. Além de alimentar as próprias turbinas, também será possível fazer o reabastecimento em voo de outros aviões ou helicópteros.

O compartimento de carga terá 18,54 metros de comprimento, um pouco maior que uma quadra de vôlei. A largura é de 3,45 metros e a altura é de 2,95 metros. O espaço é suficiente para acomodar equipamentos de grandes dimensões, além de blindados, peças de artilharia, armamentos e até aeronaves semidesmontadas. O blindado Guarani e o helicóptero Black Hawk, por exemplo, cabem dentro do compartimento de carga do KC-390. Também poderão ser levados 80 soldados em uma configuração de transporte de tropa, 64 paraquedistas, 74 macas mais uma equipe médica ou ainda contêineres, carros blindados e outros equipamentos.

Saiba mais sobre o KC-390

Fonte: Força Aérea Brasileira.

Quarta-feira, 22 de outubro de 2014 às 12:01   (Última atualização: 22/10/2014 às 13:11:55)

Semana de Ciência e Tecnologia encerra edição 2014 com recorde de atividades

A 11ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT 2014) foi encerrada no último domingo (19) com um recorde de atividades realizadas em todo o país. Segundo balanço parcial do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, foram promovidas cerca de 35 mil atividades científicas em 537 cidades do Brasil, com envolvimento de 560 instituições.

Semana_Nacional_Ciencia_Tecnologia_recorde_35milatividades

O número de atividades já supera a marca de 2013, quando foram contabilizadas 34 mil, em 740 municípios. Segundo a Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social (Secis) do MCTI, que coordena o evento, o recorde tende a aumentar. O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Clelio Campolina Diniz, ressaltou a importância dos eventos da 11ª SNCT em todo país e comemorou o crescimento das ações realizadas.

“Esses números refletem um convencimento de que educação, ciência e tecnologia são instrumentos decisivos para um projeto de desenvolvimento que permita pouco mais de autonomia social e consciência política. É prazeroso saber que estamos no caminho certo”, afirmou.

Durante a SNCT 2014, o secretário de Ciência e Tecnologia para inclusão social, Oswaldo Duarte Filho, deu entrevista ao Blog do Planalto e avaliou que a inovação tecnológica contribui para a melhoria da vida das pessoas mais carentes.

Neste ano, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia teve como tema “Ciência e tecnologia para o desenvolvimento sustentável”. A 12ª edição da SNCT já tem data e tema definidos. De 19 a 25 de outubro de 2015, as atividades que visam aproximar o público da ciência e tecnologia serão desenvolvidas em torno da temática “Luz, ciência e vida”.

Fonte: MCTI.

Quarta-feira, 22 de outubro de 2014 às 10:37  

Pacto Federativo: conheça papéis da União, estados e municípios na gestão dos recursos hídricos

Para enfrentar os desafios da gestão racional, integrada e sustentável de suas águas, o Brasil dispõe de um arcabouço legal e institucional que é referência mundial. A Constituição Federal reconhece a água como um bem público e divide entre União e estados as responsabilidades sobre recursos hídricos do País. Como não existem águas de domínio municipal, prefeituras não possuem atribuições na gestão hídrica, embora devam promover uma gestão sustentável do meio ambiente e de uso e ocupação do solo que preserve seu patrimônio hídrico. De acordo com a Agência Nacional de Águas (ANA), só pelo Brasil passam 18% da água doce do planeta.

pacto_federativo_recursos_hidricos_competencias

A divisão de atribuições entre União e estados na gestão hídrica foi definida pela Lei 9.433 de 1997, conhecida como Lei de Águas, e reconhecida internacionalmente como uma das mais avançadas do mundo para o setor. Essa legislação previu a criação da Política Nacional e do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (Singreh). Além disso, a legislação foi responsável pela garantia da participação popular na gestão dos recursos hídricos brasileiros, por meio da criação dos conselhos de recursos hídricos – nacional, distrital e estaduais – e dos comitês de bacias hidrográficas.

Plano Nacional
O atual Plano Nacional de Recursos Hídricos (PNRH) foi aprovado em janeiro de 2006 pelo Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH). O plano prevê ações até 2020 e sua aprovação envolveu a participação de mais de 10 mil de membros da sociedade civil.

Política Nacional
A União é responsável por implementar a Política Nacional e o Plano Nacional de Recursos Hídricos, além de fiscalizar e regular a gestão hídrica no País. Essa atuação é compartilhada entre o Ministério do Meio Ambiente e a Agência Nacional de Águas (Ana).

Cabe ao CNRH a regulamentação da política nacional de águas, implementada em conjunto pelo governo federal, estados, Distrito Federal, setores usuários e sociedade civil.

Além disso, é responsabilidade da União gerenciar os comitês de bacias federais ou interestaduais. Existem, atualmente, dez Comitês de Bacias Hidrográficas Federais (CBH) – de rios de domínio da União.

Estados são responsáveis pela gestão das águas em seu território
Os estados são responsáveis pela gestão das águas sob seu domínio e elaboração de legislação específica para a área. Também é dos estados o dever de organizar o Conselho Estadual de Recursos Hídricos e garantir o funcionamento dos comitês de bacia em sua região.

Todos os 26 Estados da Federação e o DF possuem suas leis estaduais e seus conselhos estaduais de recursos hídricos. Existem atualmente cerca de 190 comitês de bacias hidrográficas estaduais em atuação no Brasil.

=> Acesse o Comitê de Bacias Hidrográficas para mais informações

Integração de políticas
Como não possuem atribuições específicas na gestão hídrica, os municípios são responsáveis por integrar as políticas locais de meio ambiente, saneamento básico e de uso e ocupação do solo com as políticas federal e estaduais de recursos hídricos.

Distrito Federal
O Distrito Federal possui as mesmas competências dos estados na gestão dos seus recursos hídricos.

Tweets

Instagram

Por e-mail

Receba os artigos do Blog do Planalto diariamente por e-mail preenchendo os campos abaixo:

Digite o seu e-mail:


Um e-mail de confirmação do FeedBurner&trade será enviado para você! Confirme no link que será enviado para o seu e-mail para receber os últimos artigos do Blog do Planalto.

-